segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Cultura em Pernambuco

PERNAMBUCO


RRNE realiza oficina para edital do curso de especialização em Acessibilidade Cultural

A Representação Regional Nordeste do Ministério da Cultura (RRNE) promove uma oficina sobre o Edital do Curso de Especialização em Acessibilidade Cultural. A capacitação é gratuita, acontece em 23 de janeiro, às 15h, na sede da RRNE. O Edital para o curso foi lançado em 8 de janeiro e as inscrições tem início em 21 de janeiro até 1º de março. Saiba mais em: http://culturadigital.br/mincnordeste.

Cine É proibido cochilar exibe documentário e lança livro sobre Ciclo do Recife
O Cine da RRNE exibe esta semana um documentário, comentado por Alexandre Figueroa sobre o Ciclo do Recife. As 18h30, na reexibição do documentário, o Profº Antônio Paulo Rezende irá lançar o seu livro: Os anos 1920, história de um tempo. O filme e o lançamento acontecem no auditório da RRNE, nesta quarta-feira, 23 de janeiro, às 12h30 e 18h30. Informações: 3117-8430.

MinC participa de espaço de debate do Janeiro de Grandes espetáculos
O Secretário de Fomento e Incentivo a Cultura, Henilton Menezes, estará em Recife, nos dias 23 e 24 de janeiro, participando da Plataforma Cultural Pernambuco, espaço de debate do Festival Janeiro de Grandes Espetáculos. O Secretário participa de dois debates: O mercado das Artes Cênicas sob o olhar da políticas públicas de cultura no dia 23 e no dia 24 será o vez do tema: Um passo a frente: por uma politica pública para os festivais de artes cênicas do país. Saiba mais em: www.janeirodegrandesespetaculos.com.

sábado, 19 de janeiro de 2013

Nova disputa eleitoral para mostrar estratégias que deram certo


Carlos Fehlberg
As alianças, trunfo tucano nas duas primeiras vitórias, mudaram de endereço...
Lula acreditou e fez as alianças A disputa presidencial de 2014 poderá registrar um dado inédito se o PT vencer. Será a sua quarta vitória consecutiva, duas com Lula, uma com Dilma, até agora. Desde o fim do Estado Novo e, mais tarde, após a redemocratização em 1986, houve certa alternância. A sequência petista é que chama atenção e a força da base aliada tem registrado uma influência decisiva. Resistente no inicio a coligações, o PT sentiu que na aliança estaria um dos caminhos para crescer.

E cedeu, primeiro, ao PR, oferecendo a vice a Josè Alencar cuja condição de líder empresarial também contava. Enquanto ia ajustando seus esquemas e composições políticas, na qual entraria mais tarde o PMDB, o PT consolidou sua posição. E, curiosamente, transferia o problema para seu maior adversário, O PSDB. Este mostrou dificuldades na busca de alianças e na escolha de seu vice. A tranquilidade que Marco Maciel (PFL) oferecia ao governo e a Fernando Henrique deve ter influído, entre outras razões, para o PT mudar de ideia em relação às composições.

 E elas passaram a ser um problema do adversário... Foi assim desde 2002 com Serra claudicando na escolha e continuou nas eleições seguintes. A base política sempre decisiva foi entendida e executada pelo PT, mas curiosamente colocada quase em plano secundário pelos tucanos. Até porque os tradicionais parceiros do PSDB se enfraqueciam. Entre muitos fatores este, o da valorização da aliança na campanha e depois no governo, desponta como um dos fatores que entra na análise do comportamento eleitoral nos últimos dez anos. E um breve balanço desse período mostra que, depois de Marco Maciel, os tucanos só perderam e o PT passando a adotar a fórmula só venceu, no início com José Alencar e depois com Michel Temer. Uma lição apreendida com o adversário que, sem parceria forte, cometeu sucessivos equívocos na composição da chapa.

Paulo Bernardo: "Não dá para ele( Aécio) e a oposição ficarem torcendo a favor do 'pibinho' e do apagão. Frente do contra é frente fria",

Começa o debate
O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, partiu para o ataque contra a oposição e disse que o tucano Aécio Neves torce pelo "apagão" no fornecimento de energia e pelo "pibinho", baixo crescimento da economia. E foi adiante , no mesmo tom: "Não dá para ele e a oposição ficarem torcendo a favor do 'pibinho' e do apagão. Frente do contra é frente fria", afirmou Bernardo que seguiu na sua crítica: "Há vários banqueiros na equipe dele, é o partido do juro alto. Ele reúne a velha guarda de economistas com uma receita velha: imposto alto, juros altos e corte de gasto, com os programas sociais do governo (como o Bolsa Família) indo para o vinagre."

Marina, nome forte da oposição

Olha aí Marina...
Bernardo foi além dizendo que, se Marina Silva conseguir montar um partido para alavancar sua candidatura presidencial, será ela, e não o tucano, o principal nome da oposição na disputa pelo Planalto.

Lula volta
Lula vai reunir na próxima segunda-feira integrantes do primeiro escalão do governo federal e intelectuais para debater a política externa brasileira e a integração com a América Latina. O ex-presidente deverá falar sobre os “caminhos progressistas para o desenvolvimento”, tema do encontro promovido pelo Instituto Lula, em um hotel em São Paulo.

O debate deve ter também a presença do ex-ministro da Economia da Argentina Aldo Ferrer; do ex-ministro de Relações Exteriores do Paraguai Lara Castro; do ex-ministro da Economia do Chile Carlos Ominami e do ex-ministro de Planejamento Luis Maira, ambos do Chile; do ex-ministro de Relações Exteriores do Equador Fander Falconi; do ex-primeiro ministro do Peru Salomon Lerner e do senador uruguaio Alberto Couriel.

No fim do mês, o ex-presidente irá a Cuba para uma conferência e para participar do lançamento do livro “Os Últimos Soldados da Guerra Fria”, de Fernando Morais. A partir de fevereiro Lula também deve iniciar uma série de viagens pelo país.

Campos: "Não vou interferir na eleição da presidência da Câmara"

Eleição está prevista para o dia 4 e o comando partidário tem reunião em S.Paulo.
Bancada escolheu Julio Delgado O governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, teve um encontro reservado ontem com o deputado federal Júlio Delgado, candidato à presidência da Câmara dos Deputados por indicação da bancada socialista. Apesar de ter sido recebido pelo presidente nacional da legenda, Delgado não obteve o apoio formal do governador. "Eu disse a ele que não vou interferir no processo.

Já fui deputado, sei que esse tipo de interferência não agrada os parlamentares", afirmou Eduardo Campos. Mas o deputado avaliou o encontro como positivo. "Estou extremamente satisfeito pela forma como fui recebido pelo governador", disse sem apresentar mais detalhes sobre as propostas de sua candidatura. De Recife, Júlio Delgado seguiu para a Paraíba, governada pelo também socialista Ricardo Coutinho.

Outras versões chegaram a anunciar o apoio, não confirmado. A bancada do PSB, porém, confirmou a escolha da candidatura de Júlio. A eleição está confirmada para as 10 horas do dia 4 de fevereiro. Sete integrantes titulares, além de quatro suplentes de secretário serão eleitos para um mandato de dois anos. Segundo o cronograma divulgado pelo presidente da Câmara, Marco Maia, os deputados têm até meio-dia de 1º de fevereiro, para formar blocos parlamentares. Nesse mesmo dia, haverá uma reunião de líderes para escolha dos cargos da Mesa, de acordo com a proporcionalidade partidária.

Eduardo Campos: “Já fui deputado, sei que esse tipo de interferência não agrada os parlamentares"

Regras
Para ser eleito, o candidato precisa do apoio da maioria absoluta dos deputados, ou seja, 257 votos. Se ninguém atingir este número, haverá segundo turno com os dois mais votados. Nesse caso, para eleição serão necessários os votos da maioria simples dos deputados, ou seja, a maioria comum, sendo obrigatória a presença de pelo menos 257 deputados.

Câmara: PMDB atento
O PMDB não se descuida e o seu presidente (licenciado), Michel Temer está atento à eleição na Câmara Federal. Na quinta à noite, Temer e Henrique Eduardo Alves se reúnem com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, na sede do governo paulista. Depois terão um encontro com a bancada de deputados federais paulistas, às 19h30. Henrique Eduardo Alves é o favorito para presidir a Câmara, sendo o indicado pelo PMDB a partir de acordo revezamento com o PT, que detém a presidência da Casa com o deputado Marco Maia. Alvo de denúncias, Eduardo Alves tem o apoio do Partido.

A primeira mulher na presidência

STJ
A vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministra Eliana Calmon, assumiu a direção do Tribunal até o fim de janeiro, quando termina o recesso no Judiciário. Primeira mulher a chegar ao cargo, ela substituirá o presidente do STJ, ministro Felix Fischer, pelo restante das férias forenses.

Novo Partido
Na próxima terça-feira a ex-senadora Marina Silva promove reunião que tem como tema a formação de um novo partido. Quer obter opiniões de militantes. Para viabilizar o Partido, Mariana e seu grupo precisam recolher 500 mil assinaturas até o início de outubro. A ex-senadora e deputada Heloisa Helena já confirmou seu ingresso no novo partido.

PEC social
A relação de direitos sociais previstos na Constituição Federal, que inclui o direito a educação, previdência social e proteção à maternidade e à infância, pode ganhar item novo em breve. A PEC em análise na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado prevê a inclusão da proteção à adolescência na lista. De iniciativa do senador Paulo Bauer, a proposta altera o artigo 6º da Constituição para mencionar a proteção à adolescência. Segundo o autor da matéria, há na Carta Magna uma lacuna no trecho sobre proteção social, já ampliado em vários aspectos, mas que ainda não trata do direito à adolescência.
Primeiro ele ajudou neto de Tancredo a assumir presidência da Câmara. Agora, FHC conduz a candidatura de Aécio ao Planalto

Condições internas favorecem o líder mineiro, pois PSDB já teve muitos revezes.
FHC de novo apoia Aécio Neves Ação política de Aécio, inspirada na experiência do avô, sempre surpreendeu. Ele chegava cedo na Câmara, no seu primeiro mandato. Depois de ter acompanhado de perto seu avô, Tancredo Neves, como secretário no governo mineiro e na campanha presidencial, Aécio Neves acabou ocupando uma primeira posição importante, a de presidente da Câmara Federal. PFL e PMDB vinham dividindo o comando da Câmara, há muito tempo, e não cogitavam de que o partido do Presidente da República, Fernando Henrique, o PSDB, tivesse um concorrente capaz de quebrar o equilíbrio que existia, numa espécie de revezamento, entre PMDB e PFL na presidência da casa.

Uma aposta...
Por isso a surpresa causada pela candidatura Aécio que decidiu apostar. Na festa de comemoração de seu aniversário, no Iate Clube de Brasília, o seu lançamento tornou-se uma surpresa para os próprios aliados. Nela, o presidente da República, Fernando Henrique, deu o tom, apontando Aécio como um dos grandes políticos da nova geração, abrindo caminho para sua candidatura para presidir a Câmara. Elogios que foram seguidos por intervenções de deputados de vários partidos. Apenas o PFL que mantinha aspirações se manteve reservado... Com o apoio do Presidente e sua base parlamentar mais fiel, a candidatura de Aécio prosperou.

Depois o governo...
Poucos anos após, Aécio dava outro lance, impulsionado agora pelo ex-presidente e ex-governador mineiro, Itamar Franco, concorrendo e elegendo-se para o executivo de Minas Gerais, seguindo os passos de seu avô, Tancredo Neves. E sendo reeleito. Agora a meta é maior, mas o jogo desenvolvido não é muito diferente. Entre as semelhanças a insistência e busca de novas áreas de apoio. A experiência no confronto interno já existe...

O novo lance
E conhece tanto que não houve novidade quando, há pouco tempo, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, lançou-o de novo, desta feita, à presidência da República. As condições internas favorecem o líder mineiro na medida em que o PSDB vem de revezes e a tentativa pareceu oportuna para FHC. Ainda é cedo, porém, diante de algumas reações que surgiram, mas o que chama atenção é a reedição do processo.

Lula foi visitar a prefeitura de SP

Lula com Haddad
Em sua primeira visita à Prefeitura de São Paulo depois da posse de Fernando Haddad, o ex-presidente Lula se reuniu com o prefeito e, logo após, com dez secretários, a maioria do PT, além da vice-prefeita, Nádia Campeão. Haddad relatou que foram discutidas as possibilidades de parcerias da prefeitura com os governos estadual e federal, além da participação popular na gestão municipal. O ex-presidente, segundo o prefeito, deu como exemplo de parcerias bem-sucedidas as da prefeitura e do governo estadual do Rio com a União. Lula afirmou, segundo Haddad, que agora a possibilidade econômica para parcerias é melhor, diferente de dez anos atrás, e que há um amadurecimento da classe política “ao colocar os interesses do cidadão acima da disputa partidária”.

Restrições a novos partidos
De autoria do deputado Marcio Bittar, um Projeto de Resolução veda a novos partidos o acesso à estrutura disponível às legendas com representação na Câmara no decorrer da legislatura em que forem criados. Pelo mesmo período, essas agremiações (novas) também não poderão presidir comissões permanentes. Segundo Bittar, “se o novo partido político não participou de nenhuma eleição, não elegeu nenhum candidato, não pode, ao atrair parlamentares já eleitos, conseguir os direitos da agremiação partidária que elegeu o político que migra para o novo lar ideológico”. A proposição tramita pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania e depois seguirá para votação pelo Plenário em regime de prioridade.

Marcio Bittar: “Se o novo partido não participou de eleição, não pode atrair parlamentares já eleitos”.

Decisão esperada
O presidente em exercício do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, rejeitou pedido de liminar em mandado de segurança que visava impedir o Congresso Nacional de votar o veto parcial ao projeto que deu origem à Lei dos Royalties. A medida havia sido solicitada pelo senador Magno Malta e pelas deputadas federais Sueli Vidigal e Lauriete.

Na decisão contrária ao pedido de Magno Malta, Lewandowski diz que o modelo de votação dos vetos acumulados é questão da competência do próprio Legislativo. “O ato impugnado nesta ação mandamental cinge-se ao conflito interpretativo de normas regimentais do Congresso Nacional, de cunho interna corporis, que escapam, pois, ao arbítrio do Judiciário”, argumenta o ministro. Lewandowski decidiu a respeito da liminar porque, durante o recesso do STF, essa tarefa cabe ao presidente da Corte. O mérito do mandado de segurança ainda será julgado pelo conjunto dos ministros.

Reação
O candidato favorito para assumir a presidência da Câmara, o deputado Henrique Eduardo Alves divulgou uma carta com 14 compromissos para sua gestão que passam pela discussão do orçamento impositivo e da reforma tributária. Uma ação que procura demonstrar sua disposição em manter a candidatura, que vinha sendo contestada.
Presidência do Senado: PSDB não aceitaria indicação de Randolfe e outros nomes aparecem em oposição a Renan Calheiros(PMDB)

Entre eles estão Pedro Tacques, Cristovam Buarque, Jarbas Vasconcelos e Simon.
Renan Calheiros
O líder do PSDB no Senado, Álvaro Dias, disse ontem que a candidatura do senador do PSOL Randolfe Rodrigues à presidência do Senado é "isolada" e não deverá ter o apoio dos tucanos. Randolfe aproveitou a divulgação de um manifesto que compara a volta do líder do PMDB, Renan Calheiros ao comando da Casa a práticas políticas da República Velha: "Acho a atitude do Randolfe isolada", criticou o líder tucano. O PSDB trabalha com duas alternativas para a sucessão de José Sarney, marcada para o dia 1º de fevereiro em votação secreta. A primeira delas é o lançamento de um nome de dentro do próprio PMDB para se contrapor a Renan Calheiros, como os senadores Pedro Simon, Jarbas Vasconcelos ou Ricardo Ferraço. Seria uma forma de respeitar a tradição do Senado de eleger presidente um representante da maior bancada. Outro caminho é apoiar o senador do PDT Pedro Taques na disputa.

Outros caminhos
Para o líder tucano, Álvaro Dias, a alternativa de encontrar um nome para fazer frente a Renan Calheiros "não se esgotou". O senador adianta que ele, pelo menos, não apoiará o nome de Renan. O líder tucano disse que pediu para a assessoria técnica do partido elaborar uma pauta-teste para a eleição da Mesa Diretora que deverá ser entregue aos candidatos. Entre os temas, estão a apreciação dos vetos presidenciais, a reforma administrativa e o aumento da independência do Congresso em relação às medidas provisórias editadas pelo Executivo.

Álvaro Dias: Acho a atitude (candidatura) do Randolfe isolada"

Como foi
Randolfe lançou a candidatura com o apoio de um grupo de senadores independentes. Ele e o senador Cristovam Buarque começaram a distribuir um manifesto aos demais parlamentares em que pedem compromissos a serem cumpridos pelo novo presidente da Casa. Entre eles está a criação de um comitê de acompanhamento e controle de gestão, para que os parlamentares possam acompanhar as decisões tomadas pela Mesa Diretora da Casa. Mas outro nome que começou a crescer é o do senador Pedro Taques, ainda que se lembre também o nome de Jarbas Vasconcelos, admitindo-se que um grupo do PMDB está em franca atividade buscando alternativas.

Recursos
Na linha de defesa de petistas condenados no mensalão e como protesto à decisão do STF, o diretório do PT no Distrito Federal vai arrecadar dinheiro para pagar às multas que foram aplicadas a ex-dirigentes da legenda no processo. A juventude do PT local está vendendo convites, que variam de R$ 100 a R$ 1.000, para um jantar oferecido em Brasília.

Sandra Cureau : ação no Supremo

Contas de campanha
E a procuradora-geral da República em exercício, Sandra Cureau, entrou com uma ação direta de inconstitucionalidade no STF para impedir políticos que tiveram contas de campanha reprovadas possam se candidatar a cargos eletivos.

Unidade
Enquanto isso setores do Planalto têm suas atenções voltadas para a eleição no Congresso, pois ainda que não tenha se manifestado em favor de nomes, acompanha com preocupação as disputas na base aliada que não lhe interessam. O comando das duas casas do Congresso e a unidade do bloco governista são importantes para os próximos e últimos dois anos de Dilma.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

PREFEITO DE PALMEIRINA RECORRE À JUSTIÇA E À POLÍCIA PARA RECUPERAR BENS PÚBLICOS

O novo prefeito de Palmeirina, José Renato Sarmento de Melo (PMDB), precisou ir à justiça e utilizar força policial para recuperar bens do município que estavam em poder do seu antecessor na chefia do Poder Executivo. Só máquinas de costura, adquiridas através de um convênio com o Ministério da Ciência e Tecnologia, estavam sumidas quase todas, de um total de 250.

Os equipamentos deveriam ser utilizados no trabalho de uma cooperativa feminina, que segundo a nova gestão nunca existiu. Somente tendo encontrado 23 das máquinas, o prefeito Renato buscou a Justiça e conseguiu um mandato de busca e apreensão do material.

As máquinas de costura foram encontradas num depósito do ex-prefeito do município, que só entregou os bens públicos depois que se arrombou o imóvel, através da ação de um oficial de justiça escoltado pela polícia militar.

O Secretário de Ciência e Tecnologia de Palmeirina, Josemir Muniz Barreto, divulgou uma nota denunciando essa situação. Segundo ele, “após a abertura das portas, se descobriu aproximadamente 115 máquinas de costura, cerca de 70 bancas escolares, dois fardos de lençóis para doação, recebidos pela gestão de Severino Eudson Catão, em 2010 para as vítimas da cheia e 6 galões de dez litros cada, contendo óleo lubrificante das máquinas de costura, tendo sido tudo adquirido com verba pública”.

O secretário informou que a prefeitura recolheu as máquinas e temporariamente as colocou em um depósito municipal até que se encontre local mais apropriado. “Vários outros bens móveis públicos ainda se encontram na posse de Severino Eudson Catão de servidores que trabalharam com ele na sua gestão”, complementou Josemir.

Encerrando a nota, o secretário do prefeito José Renato destacou que “A prefeitura está tomando todas as medidas judiciais cabíveis para reaver tal patrimônio e em conjunto com o Ministério Público está buscando os meios de responsabilização civil, administrativa e penal de todos os envolvidos no esquema de desvio de bens públicos para favorecimento próprio, em prejuízo não só da prefeitura municipal, mas de toda população”.

Prefeito Izaías e Secretário Ramilson Ramos participam de entrega de títulos de terra

Na tarde desta quinta-feira (17), o prefeito Izaías Régis participou da solenidade de entrega de títulos de terra pelo ITERPE (Instituto de Terras de Pernambuco).

O evento aconteceu na Escola Estadual Jerônimo Gueiros e reuniu mais de mil agricultores do Agreste Meridional. O ITERPE entregou 1200 títulos de terra, até o final do ano serão mais de três mil títulos entregues. O prefeito Izaías Régis como anfitrião foi o primeiro a falar e destacou o trabalho do Governo do Estado junto ao homem do campo.

Izaías afirmou que na sua gestão o homem do campo também será tratado com todo o respeito e dedicação que merece. “O nosso governo vai olhar o homem do campo de forma diferente. Vamos incentivar e apoiar a produção e buscar parcerias para levar a tecnologia ao campo”. Durante a solenidade houve a entrega simbólica de títulos a agricultores dos 23 municípios da região.

O prefeito Izaías fez a entrega ao agricultor José dos Santos, do sítio Lagoa de Belamente, zona rural de Garanhuns . Seu José não escondia a felicidade pela conquista. “Toda a nossa vida está nesta terra, é por meio da agricultura que sustento 11 pessoas em casa. Agora espero poder investir para aumentar a produção.”

O secretário Ranílson Ramos encerrou o evento ressaltando os investimentos do Governo do Estado na agricultura. O secretário também enfocou a preocupação do Governo com a seca e que será
implantado um comitê permanente de combate aos efeitos da seca. “Nós não temos como combater a seca,
mas podemos combater os efeitos dela e é nisso que o Governo do Estado vem trabalhando.”

Petrolina em clima pré carnaval

Bloco Rebarba dá início à prévia do carnaval 2013


Frevo e marchinhas de época devem marcar a noite cultural desta sexta (18), em Petrolina. É que o bloco a Rebarba, formado após uma reunião de amigos no ano de 2008, vai fazer seu ensaio aberto.


Será a partir das 20h, na praça 21 de Setembro, centro da cidade. Trinta músicos – munidos de seus trombones, tubas, sax, trompete e percussão- prometem animar àqueles que comparecerem ao local.

“A prévia do carnaval 2013 começa hoje com a Rebarba, estamos esperando todos os petrolinenses para apreciarem e curtirem as marchinhas de carnaval, além é claro, do frevo que vamos apresentar essa noite”, afirma o diretor do grupo, Welligton Silvestre.

Ensaio aberto da Orquestra do Bolinha começa neste sábado

Com três anos de existência, a Orquestra de frevo do Bolinha tem como objetivo principal resgatar a tradição pernambucana do frevo de rua. E para isso realiza ensaios abertos nos próximos dias 19 e 26 de janeiro, a partir das 11h, na Tenda Cultural da Avenida Souza Filho, no centro de Petrolina.

Composta por 25 músicos e sob a batuta do Maestro Ozenir Luciano, a banda conta com a participação de alunos do curso de licenciatura em Música do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IF Sertão). Este é o segundo ano do ensaio aberto do grupo.

“A Orquestra de frevo do Bolinha foi criada para difundir a cultura pernambucana. Nós começamos a ensaiar com praticamente um ano de antecedência, para fazer um carnaval de qualidade”, relata o coordenador da banda, Joelson da Silva, o Bolinha.

Exposição PNEUMÁTICA | PAULO PAES na Galeria de Artes Ana das Carrancas - Sesc Petrolina‏

O Sesc Petrolina convida a todos para a Vernissage da exposição PNEUMÁTICA do artista PAULO PAES que acontecerá na Galeria de Artes Ana das Carrancas dia 22 de Janeiro de 2013 ás 19h com entrada gratuita.



* Durante a vernissage acontecerá um bate papo com o artista Paulo Paes e uma apresentação musical com o coletivo não identificado.

Serviço:
Vernissage e conversa com artista: 22 de Janeiro ás 19h
Período de visitação: 23 de janeiro á 08 de março
Horário: segunda a sexta das 09h as 21h
Informações e agendamentos: 3866 7454
Entrada Gratuita

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Palco Ronildo Maia Leite (Praça Guadalajara)

Sábado – 9 de fevereiro
Baião de 3 (PE)
Jefferson Gonçalves & Banda (RJ)
Warren Atiba Taylor (EUA) & Uptown Band (PE)
Tico Santa Cruz (Detonautas/RJ), Cida Maria (PE), Paulo Ferreira (PE), MC Rodrigo (DF) e convidados.

Domingo – 10 de fevereiro
Marcos Cabral e Banda (PE)
Sol Alac (ARG)
Tia Carrol (EUA) e Igor Prado Band (SP)
Lancaster (SP), com Nathalie Alvim (SP), Big Chico (SP) e Adriano Grineberg (SP)

Segunda-feira – 11 de fevereiro
Projeto Batuque (PE), Claudio Infante (RJ) e Douglas Las Casas (SP)
Taryn e Banda (RJ)
Delicatessem (RS)
George Israel (Kid Abelha/RJ), Rodrigo Santos (Barão Vermelho/RJ) e Leonardo Israel (RJ)

Terça-feira – 12 de fevereiro
Sergio Ferraz (PE)
Jazzpira (SP) e participação especial do grupo de percussão Meninos de São Paulo
Kenny Brown (EUA)
Kiko Loureiro (SP), Andreas Kisser (SP), Joanatan Richard (PE), Artur Menezes (CE), Kleber Dias (RJ) e convidados

O festival prepara um grande encerramento com os artistas que participaram do evento, realizando uma grande jam session.

Palco Pau Pombo (Parque Ruber Van Der Linden)
15h – Discotecagem de Vinil
16h às 17h30 - Shows com bandas locais

Sábado – 9 de fevereiro
Orlito Jazz Art Band – o grupo tem influência musical do jazz e do blues e durante o GJK apresentará o seus mais recente trabalho, o CD “Sintonia Astral” .

Domingo – 10 de fevereiro
Samba Três – o som do grupo passeia pelos antigos sambas de Noel Rosa e Cartola, pela sofisticada bossa-nova de João Gilberto, Tom Jobim e Chico Buarque e pela modernidade do jazz e do blues, tudo isso misturado ao funk, frevo e xote nordestino.

Segunda-feira – 11 de fevereiro
Nosso Jazz – a banda traz uma mistura de músicos com formação sacra tocando temas regionais, fusion e jazz.

Terça-feira – 12 de fevereiro
Os Valvulados (participação especial de Kleber Fernandes Blues) - a banda faz uma releitura de grandes sucessos da música popular brasileira, em especial dos ritmos samba-jazz, soul e black music dos anos 70.

Jazz Kids
Domingo – 10 de fevereiro
(14h30) – Oficina da gaita e violão com Jeferson Gonçalves e Kleber Dias

Segunda-feira – 11 de fevereiro
(14h30) – Oficina de guitarra com Kiko Loureiro

Terça-feira – 12 de fevereiro
(14h30) – Oficina de bateria com Bruno Fonseca

Oficinas para adultos
Domingo – 10 de fevereiro

(14h30) – Oficina de bateria com Bruno Fonseca
(16h00) – Ensaio aberto de bateria e percussão com Cláudio Infante e Grupo Batuque

Segunda-feira – 11 de fevereiro
(14h30) – Oficina de gaita e violão com Jeferson Gonçalves e Kleber Dias

Terça-feira – 12 de fevereiro
(14h30) – Oficina de gaita e violão com Jeferson Gonçalves e Kleber Dias

AESGA REALIZA SOLENIDADE DE COLAÇÃO DE GRAU DOS SEUS CURSOS SUPERIORES

A Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns (AESGA) vivencia, desde a última quinta-feira, dia 10 de janeiro, as solenidades de colação de grau dos seus cursos que compõem a Instituição. As comemorações tiveram início com os formandos de Direito da turma Veralucia Maria de Albuquerque. O Evento foi realizado na casa de shows Metroplaza e contou a presença da presidente da AESGA, Giane Maria de Lira Oliveira, do coordenador da Faculdade de Direito de Garanhuns, o Juiz de Direito, Dr. Márcio Bastos Sá Barreto, além da vice-prefeita do Município, senhora Roseane Quidute, bem como da paraninfa da turma de Direito, Drª Débora Luzinete de Almeida Severo.

A festividade de colação de grau tem segmento nesta quarta-feira, dia 16 de janeiro, quando os estudantes do curso de Administração com ênfase em Marketing (FAGA), colarão grau, a partir das 19 horas, no auditório da Instituição – Manoel Elpídio de Melo. Já na quinta-feira, dia 17, a solenidade da turma de Administração em Empreendedorismo se dará nos salões da AGA.

As comemorações de colação de grau da Instituição serão encerradas no dia 31 de janeiro, com os formandos de Secretariado Executivo Bilíngue, com cerimônia a ser realizada a partir das 19 horas, também no auditório da AESGA.

Segundo informações da presidenta da AESGA, Giane Lira, até o final do mês os alunos formandos vivenciam um momento especial e de muita expectativa. “Este é o ato mais esperado e importante da vida acadêmica dos alunos concluintes do ensino superior. Por isso nossa alegria e emoção em encerrar mais um ciclo dessa jornada, realizando a Cerimônia de Colação de Grau”, declarou a Presidenta da Instituição.

Reunião com os Gestores da Celpe‏

O Prefeito Izaías Régis recebeu em seu gabinete os gestores da Celpe,

estavam presentes: Marcus Marconi – Gestor de Atendimento a clientes, Clayton Araújo – Gestor de Expansão de Rede, Nadson Rodrigues – Gestor de Expansão de Novas Ligações, Daniel Batista – Coordenador de Manutenção e Lucimere Batista – Analista de

Atendimento ao Cliente. O objetivo da reunião foi a apresentação dos serviços prestados e os investimentos no município para o ano de 2013. Dentre os serviços citados estão a manutenção e substituição da rede pública, extensão de redes, manutenção de iluminação das ruas e o apoio a todos os eventos da cidade.

A Celpe também informou que qualquer cidadão pode ligar para os números de atendimento que constam nas contas de energia para solicitar a troca das lâmpadas apagadas nas ruas, a empresa tem um prazo de cinco dias úteis para fazer o reparo.

O Prefeito Izaías ficou muito satisfeito com a reunião e enfatizou a parceria que necessitará com todos os órgãos prestadores de serviços no sentido de contribuir para o modelo da nova gestão de crescimento e desenvolvimento da nossa cidade.

Garanhuns realiza audiência pública sobre a duplicação da BR-423


O prefeito Izaías Régis passou o dia hoje (16) em reuniões na Capital Pernambucana. Entre as novidades dessa agenda externa o prefeito traz a realização de uma Audiência Pública no dia 14 de fevereiro, no Hotel Tavares Correia, sobre a duplicação da BR-423. A audiência vai ser realizada pelo Governo Municipal de Garanhuns junto com o Governo do Estado de Pernambuco, por meio da Secretaria de Transportes. “Eu estou saindo dessa reunião de hoje com a notícia em primeira mão de que a obra da duplicação da BR-423 já é uma realidade”, destacou o prefeito Izaías.

O projeto executivo da obra que foi elaborado pelo Governo do Estado com recursos do Ministério dos Transportes, deverá ser entregue ao Governo Federal na primeira quinzena de fevereiro
BR-423
Mais importante via de acesso ao Agreste Meridional pernambucano, começando em São Caetano e indo até Garanhuns, a BR-423 é o canal de escoamento da produção da maior bacia leiteira do estado e fator essencial à mobilidade de grande contingente da população.

Garanhuns realiza Carnaval nos Bairros

Em busca de resgatar os antigos carnavais de Garanhuns, o Governo Municipal realiza o Carnaval nos Bairros. O projeto que este ano contempla os bairros da Boa Vista e Magano deve ser ampliado para o próximo ano. “Nós queremos resgatar essas festividades que sempre tiveram uma grande participação popular”, enfatizou o prefeito Izaías Régis.

A programação inclui prévias, o tradicional desfile das virgens e apresentação de orquestras e bandas nos bairros Boa Vista e Magano.

Segue a programação:

PRÉVIA DO DIA 02/02/13
Praça Dom Pedro II
Sábado – Encontro dos blocos: Pé na Bunda, Pé no Saco, o Coveiro.
Orquestra Manoel Rabelo

DESFILE DAS VIRGENS – 08/02/13
Concentração: em frente ao Restaurante Chez Pascal com destino a Praça Guadalajara
Trio Elétrico com Kiara Ribeiro Axofé, Rota do Som

CARNAVAL NO BAIRRO DA BOA VISTA - 09 A 10/02/13
Praça Dom Pedro II -Horário: 13h às 18h

Dia 09 – Sábado
13h às 15h - Orquestra Manoel Rabelo
15h às 18h - Astúcia do Samba

Dia 10 – Domingo
13h às 15h - Orquestra Manoel Rabelo
15h às 18h - Evaristo Vegas e Banda

CARNAVAL NO BAIRRO DO MAGANO - 11 A 12/02/13
Praça Santa Terezinha -Horário: 13h às 18h

Dia 11 – Segunda-feira
13h às 15h - Orquestra Manoel Rabelo
15h às 18h - Astúcia do Samba

Dia 12 – Terça-feira
13h às 15h - Orquestra Manoel Rabelo
15h às 18h - Evaristo Vegas e Banda

A OBSESSÃO PELO MELHOR


Leila Ferreira é uma jornalista mineira com mestrado em Letras e doutora em comunicação em Londres, que optou por viver uma vida mais simples, em Belo Horizonte.

Estamos obcecados com "o melhor".
Não sei quando foi que começou essa mania, mas hoje só queremos saber do "melhor".
Tem que ser o melhor computador, o melhor carro, o melhor emprego, a melhor dieta, a melhor operadora de celular, o melhor tênis, o melhor vinho.Bom não basta.
O ideal é ter o top de linha, aquele que deixa os outros pra trás e que nos distingue, nos
faz sentir importantes, porque, afinal, estamos com "o melhor".
Isso até que outro "melhor" apareça e é uma questão de dias ou de horas até isso acontecer.
Novas marcas surgem a todo instante.
Novas possibilidades também. E o que era melhor, de repente, nos parece superado,modesto, aquém do que podemos ter.

O que acontece, quando só queremos o melhor, é que passamos a viver inquietos, numa espécie de insatisfação permanente, num eterno desassossego.
Não desfrutamos do que temos ou conquistamos, porque estamos de olho no que falta conquistar ou ter.
Cada comercial na TV nos convence de que merecemos ter mais do que temos.
Cada artigo que lemos nos faz imaginar que os outros (ah, os outros...) estão vivendo
melhor, comprando melhor, amando melhor, ganhando melhores salários.
Aí a gente não relaxa, porque tem que correr atrás, de preferência com o melhor tênis.

Não que a gente deva se acomodar ou se contentar sempre com menos. Mas o menos, às vezes, é mais do que suficiente.
Se não dirijo a 140, preciso realmente de um carro com tanta potência?
Se gosto do que faço no meu trabalho, tenho que subir na empresa e assumir o cargo de
chefia que vai me matar de estresse porque é o melhor cargo da empresa?
E aquela TV de não sei quantas polegadas que acabou com o espaço do meu quarto?
O restaurante onde sinto saudades da comida de casa e vou porque tem o "melhor chef"?
Aquele xampu que usei durante anos tem que ser aposentado porque agora existe um melhor e dez vezes mais caro?

O cabeleireiro do meu bairro tem mesmo que ser trocado pelo "melhor cabeleireiro"?
Tenho pensado no quanto essa busca permanente do melhor tem nos deixados ansiosos e nos impedido de desfrutar o "bom" que já temos.
A casa que é pequena, mas nos acolhe.
O emprego que não paga tão bem, mas nos enche de alegria.
A TV que está velha, mas nunca deu defeito.
O homem que tem defeitos (como nós), mas nos faz mais felizes do que os homens "perfeitos".
As férias que não vão ser na Europa, porque o dinheiro não deu, mas vai me dar à chance de estar perto de quem amo...
O rosto que já não é jovem, mas carrega as marcas das histórias que me constituem.
O corpo que já não é mais jovem, mas está vivo e sente prazer.
Será que a gente precisa mesmo de mais do que isso?
Ou será que isso já é o melhor e na busca do "melhor" a gente nem percebeu?

Sofremos demais pelo pouco que nos falta e alegramo-nos pouco pelo muito que temos.

Shakespeare

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Programação completa do Garanhuns Jazz Festival 2013

Criado há seis anos como uma alternativa para quem quer outra opção em relação ao Carnaval de Pernambuco, o Garanhuns Jazz Festival já se consolidou como um dos maiores festivais do gênero no país. Este ano, o evento prepara uma série de novidades que transformarão Garanhuns na Capital do Jazz entre os dias 9 e 12 de fevereiro. Serão mais de 20 shows e dezenas de oficinas, tudo inteiramente gratuito. Além disso, haverá apresentações na Praça Guadalajara à noite e nos parques ecológicos durante o dia.

Confira a programação completa do Garanhuns Jazz Festival 2013:

Ronildo Maia Leite (Praça Guadalajara)

Sábado – 9 de fevereiro
Baião de 3 (PE)
Jefferson Gonçalves & Banda (RJ)
Warren Atiba Taylor (EUA) & Uptown Band (PE)
Tico Santa Cruz (Detonautas/RJ), Cida Maria (PE), Paulo Ferreira (PE), MC Rodrigo (DF) e convidados.
Domingo – 10 de fevereiro
Marcos Cabral e Banda (PE)
Sol Alac (ARG)
Tia Carrol (EUA) e Igor Prado Band (SP)
Lancaster (SP), com Nathalie Alvim (SP), Big Chico (SP) e Adriano Grineberg (SP)

Segunda-feira – 11 de fevereiro
Projeto Batuque (PE), Claudio Infante (RJ) e Douglas Las Casas (SP)
Taryn e Banda (RJ)
Delicatessem (RS)
George Israel (Kid Abelha/RJ), Rodrigo Santos (Barão Vermelho/RJ) e Leonardo Israel (RJ)

Terça-feira – 12 de fevereiro
Sergio Ferraz (PE)
Jazzpira (SP) e participação especial do grupo de percussão Meninos de São
Kenny Brown (EUA)
Kiko Loureiro (SP), Andreas Kisser (SP), Joanatan Richard (PE), Artur Menezes (CE), Kleber Dias (RJ) e convidados

O festival prepara um grande encerramento com os artistas que participaram do evento, realizando uma grande jam session.

Palco Pau Pombo (Parque Ruber Van Der Linden)
15h – Discotecagem de Vinil
16h às 17h30 - Shows com bandas locais

Sábado – 9 de fevereiro
Orlito Jazz Art Band – o grupo tem influência musical do jazz e do blues e durante o GJK apresentará o seu mais recente trabalho, o CD “Sintonia Astral” .

Domingo – 10 de fevereiro
Samba Três – o som do grupo passeia pelos antigos sambas de Noel Rosa e Cartola, pela sofisticada bossa-nova de João Gilberto, Tom Jobim e Chico Buarque e pela modernidade do jazz e do blues, tudo isso misturado ao funk, frevo e xote nordestino.

Segunda-feira – 11 de fevereiro
Nosso Jazz – a banda traz uma mistura de músicos com formação sacra tocando temas regionais, fusion e jazz.

Terça-feira – 12 de fevereiro
Os Valvulados (participação especial de Kleber Fernandes Blues) - a banda faz uma releitura de grandes sucessos da música popular brasileira, em especial dos ritmos samba-jazz, soul e black music dos anos 70.

Jazz Kids

Domingo – 10 de fevereiro
(14h30) – Oficina da gaita e violão com Jeferson Gonçalves e Kleber Dias

Segunda-feira – 11 de fevereiro
(14h30) – Oficina de guitarra com Kiko Loureiro

Terça-feira – 12 de fevereiro
(14h30) – Oficina de bateria com Bruno Fonseca

Oficinas para adultos
Domingo – 10 de fevereiro
(14h30) – Oficina de bateria com Bruno Fonseca
(16h00) – Ensaio aberto de bateria e percussão com Cláudio Infante e Grupo Batuque

Segunda-feira – 11 de fevereiro
(14h30) – Oficina de gaita e violão com Jeferson Gonçalves e Kleber Dias

Terça-feira – 12 de fevereiro
(14h30) – Oficina de gaita e violão com Jeferson Gonçalves e Kleber Dias

AESGA INICIA PRIMEIRA ETAPA DO PROCESSO DE MATRÍCULA 2013.

A Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns (AESGA) já iniciou o seu processo de matrículas 2013.1 para os alunos veteranos das Faculdades de Ciências da Administração (FAGA), Direito (FDG), Ciências Sociais Aplicadas e Humanas (FAHUG) e Ciências Exatas de Garanhuns (FACEG).

Segundo informações da presidenta da AESGA, Giane Lira, até a próxima sexta-feira, 18, os alunos deverão imprimir, mediante acesso a área do aluno, disponível no site da Autarquia, os boletos de matrículas e realizar o seu pagamento, o qual deverá ser feito no mesmo período.

A Presidente destaca ainda que, passada esta Etapa de pagamento dos boletos, as atenções devem estar voltadas para as datas de efetivação da matrícula de acordo com o Edital. Além deste, o Contrato de Prestação de Serviços Educacionais também já se encontra disponível no site da AESGA, através do endereço eletrônico www.aesga.edu.br. As matrículas acontecerão no horário das 9 às 17 horas.

O que Acontece na Cultura de Pernambuco

PERNAMBUCO


RRNE oferece oficina de capacitação para Edital do Curso de Acessibilidade Cultural
A Representação Regional Nordeste do Ministério da Cultura (RRNE) promove uma oficina sobre o Edital do Curso de Especialização em Acessibilidade Cultural. A capacitação é gratuita, acontece em 23 de janeiro, às 15h, no auditório da RRNE. O Edital para o curso foi lançado em 8 de janeiro e as inscrições tem início em 21 de janeiro até 1º de março. O edital é uma iniciativa do MinC, através da Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural, e a Universidade Federal do Rio de Janeiro, por meio de Acordo de Cooperação. Saiba mais em: http://culturadigital.br/mincnordeste.

Abertas inscrições para a 13ª edição do festival Pernambuco em Dança
O Festival Pernambuco em Dança está com suas inscrições abertas para a sua décima terceira edição, que homenageia Ubiracy Ferreira e o Balé de Cultura Negra do Recife. Poderão participar grupos de danças profissionais e amadores, além de escolas, academias, pontos de culturas e projetos sociais. O Pernambuco em Dança acontecerá entre nos dias 16 de março e 29 abril em diversos palcos da Região Metropolitana do Recife e interior. Informações: http://culturadigital.br/mincnordeste.

Agreste pernambucano discute políticas públicas
A Academia Caruaruense de Cultura, Ciências e Letras (ACACCIL) através do seu acadêmico Hérlon Cavalcanti, convida profissionais da cultura e da educação de Caruaru, bem como interessados no tema para uma reunião cultural que inicia o projeto “Discutindo políticas públicas culturais - o caminho ao caminhar”. O encontro será realizado no dia 18 de janeiro, das 19h30 às 22h na ACACCIL. A RRNE participará com a presença do Chefe interino da Regional, Lúcio Rodrigues e da consultora Vânia Brayner em palestra sobre o Sistema Nacional de Cultura. Informações: (81) 8777-2040 ou herloncavalcanti@hotmail.com.

SNC faz Circuito de Visitas Técnicas no Agreste Setentrional de Pernambuco
Na semana de 14 a 18 de janeiro, a consultora MinC/Unesco, Vânia Brayner, estará visitando 16 municípios do Agreste Setentrional de Pernambuco, em conjunto com a assessora da Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco, responsável pelo SNC no estado, Teca Carlos. O objetivo é realizar um Circuito de Visitas Técnicas do SNC na região, para incentivar os gestores culturais a iniciar o processo de adesão dos seus municípios ao SNC e, no caso dos municípios já inseridos no Sistema, discutir sobre o processo de implantação dos seus Sistemas Municipais de Cultura.

RRNE prestigia inauguração da Igreja do Pilar em Recife
Foi entregue à população de Recife, uma das mais representativas construções do século 17: a igreja de Nossa Senhora do Pilar, no Bairro do Recife. Tombada pelo patrimônio histórico, a igreja passou por 4 anos de obras de recuperação, num trabalho que envolveu o esforço conjunto do Instituto do Patrimônio Histórico (Iphan), Prefeitura do Recife, e a própria comunidade que vive no entorno do Pilar. A Representação Regional participou da inauguração.
Centro Cultural Correios realiza oficina de animação para crianças
Estão abertas as inscrições para a oficina de criação em Flipbook, que acontece nos dias 15 e 16 de janeiro no Centro Cultural Correios. Com a proposta de produzir livrinhos animados, a capacitação é direcionada a crianças e jovens com faixa etária entre 10 e 14 anos, que tenham alguma curiosidade sobre o assunto. A fim de introduzir seus participantes na arte cinematográfica através de noções básicas da animação tradicional. Para saber mais acesse: http://culturadigital.br/mincnordeste.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Marina Silva faz reunião para tentar acelerar o seu novo partido

Carlos Fehlberg


E já começam a surgir reações no PPS sobre o possível ingresso de José Serra
Marina: Movimento por uma Nova Política
 Num encontro em fevereiro ou março jovens, empresários, intelectuais, políticos, líderes religiosos e ambientalistas pretendem se reunir para discutir o desdobramento institucional do Movimento por uma Nova Política, lançada em 2011 pela ex-ministra e ex-senadora Marina Silva. Foram dois anos de discussões do grupo. A maioria é a favor de uma nova sigla, mas há resistência à ideia. Mas sempre existe a possibilidade da decisão ser por um partido que dispute as eleições em 2014.

E no PSDB, mais tempo

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, no entanto, considera cedo para que o PSDB defina a candidatura à Presidência. Ele diverge do presidente nacional do partido, Sérgio Guerra, e do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que defendem já o nome de Aécio Neves. Para Alckmin 2013 é o ano em que os pré-candidatos devem planejar suas plataformas. O PSDB também deve antecipar o congresso previsto para este ano, a fim de atualizar o programa do partido. O encontro poderá ocorrer até o fim de maio, quando o senador Aécio Neves poderá ser eleito presidente do Partido.

Geraldo Alckmin: “2013 é o ano em que os pré-candidatos devem planejar suas plataformas. E o PSDB também deve antecipar o congresso, a fim de atualizar o programa do partido.”

Serra, PPS e Marina
Apesar de o presidente nacional do PPS, deputado Roberto Freire, dizer que receberá o ex-governador José Serra "de braços abertos" caso ele queira se filiar ao partido, há um grupo que rejeita a hipótese. A avaliação dele é a de que Serra é um nome desgastado. Uma opinião nesse sentido é do vereador paulista Robert Youngn: "O Serra é um retrocesso do ponto de vista de uma política inovadora que o PPS está buscando" Ele defende que o Partido coligue com um eventual novo partido de Marina ou participe da criação de uma nova legenda que agregue o grupo dela.

Campos e o fundo (1)
O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, defendeu que haja “bom senso” nas discussões sobre o modelo de partilha dos recursos do Fundo de Participação dos Estados e do Fundo de Participação dos Municípios. Neste sentido, ele afirmou que deve haver entendimento entre Executivo e Judiciário para que os repasses não sejam paralisados até a votação da matéria pelo Congresso. Apesar da possibilidade legal de uma convocação extraordinária, Campos acredita que os parlamentares só devem votar o novo modelo em fevereiro, após o recesso. “Os municípios e Estados não podem ficar janeiro e fevereiro sem receber repasse porque não podem abrir mão dessa receita. Todos nós tivemos um ano de 2012 muito duro do ponto de vista tributário e fiscal e precisamos desse repasse”, afirmou.

De acordo com ele, a proposta mais próxima de um consenso é a do senador Walter Pinheiro, que prevê a manutenção dos patamares atuais de rateio, com um período de transição para um novo modelo. Enquanto a votação não acontece, Campos espera que Executivo e Judiciário encontrem um meio termo que garanta a manutenção dos repasses. “Achamos que os poderes constituídos do país vão encontrar um caminho para uma transição de 60 a 90 dias, até que o Congresso cumpra exatamente o que determina a Suprema Corte, que é a votação de um novo marco legal”, disse o governador, que também é presidente nacional do PSB. Ele disse que tratará do tema ainda com o líder o partido na Câmara, o deputado gaúcho Beto Albuquerque.

Outro problema (2)
O Supremo Tribunal Federal determinou que um novo modelo de distribuição fosse votado até o fim de 2012, o que não aconteceu devido às divergências políticas. O temor de muitos governadores é de que a Corte ordene ao Tesouro Nacional que paralise os repasses, o que para Campos seria um contra-senso: “O princípio desse fundo é poder apoiar os que mais precisam, fazer um equilíbrio regional. Quem mais precisa são os municípios mais frágeis e os Estados mais fragilizados do ponto de vista econômico. Então há de se convir que há um princípio constitucional que já deixa muito claro que estes não podem ficar esperando um novo marco para receber os recursos. Temos que receber em janeiro como recebemos a cada dez dias”, disse o governador.

Recepção aos novos prefeitos

Prefeitos com Dilma
A presidente Dilma Rousseff, acompanhada de sua equipe ministerial, recepcionará em Brasília no fim deste mês, entre os dias 28 e 30, os novos prefeitos empossados este ano. O objetivo principal do encontro é orientar os novos gestores sobre as parcerias entre governos federal e municipal. Há a expectativa também de que durante esses dias o governo federal apresente dados atualizados de alguns de seus principais programas.

Os dados, bem como o roteiro do encontro, serão finalizados pelo Palácio do Planalto nos próximos dias.
Conforme antecipou em outubro passado ao jornal Valor a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, o governo tentará mobilizar os novos prefeitos para que o país acelere a execução das medidas necessárias para o Brasil alcançar de forma mais homogênea os chamados Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.

A instituição dessas metas resultou de um compromisso firmado por 189 países, em setembro de 2000, para combater a extrema pobreza e outros problemas sociais e ambientais. Do ponto de vista político, o governo demonstrará aos prefeitos que a execução dessas metas poderá garantir às suas administrações selos de excelência capazes de lhes render dividendos políticos futuramente.

Começam a surgir sinais de reação à indicação do PSDB para 2014

Geraldo Alckmin vê pressa e acha prematuro debate sobre escolha de candidato. "Ainda é cedo para definições" O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, continua resistindo à proposta de escolha do candidato tucano para o Planalto, ainda este ano. Considera cedo para que o Partido defina a candidatura à Presidência. Sérgio Guerra, e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, porém, insistem no nome de Aécio Neves, Alckmin disse que 2013 é o ano em que os pré-candidatos devem planejar suas plataformas. Ao mesmo tempo em que deve minimizar o espaço do ex-governador José Serra na nova direção partidária, lideranças tucanas admitem aumentar a participação do governador Geraldo Alckmin. Em maio, o PSDB elege a nova Executiva. Hoje, a maior parte da direção está fechada com a candidatura de Aécio à Presidência da República, projeto que tem o apoio do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e do presidente do partido, Sérgio Guerra: em dezembro, os dois lançaram o senador como pré-candidato ao Palácio do Planalto.

E prévias?
O espaço na Executiva que é reivindicado pelo grupo serrista, voltou a colocar na pauta a discussão sobre prévias para escolher o candidato. "Neste ano, o PSDB tem duas tarefas essenciais pela frente: renovar a sua Executiva Nacional e organizar sua proposta política", disse o ex-governador Alberto Goldman em seu blog. Os tucanos defensores do projeto Aécio avaliam que o comando do maior partido de oposição é um passo imprescindível no caminho ao Planalto.

Resistência inicial
A princípio, Aécio teria tentado resistir à indicação e articulou até plano alternativo que envolvia outros nomes, mas a tese já estava posta. Assim no final de 2012, num encontro com integrantes da bancada de deputados, Aécio ouviu o pedido para que assumisse o comando o partido, mostrando real comprometimento com o projeto. Dentro de poucas semanas ele deverá encontrar-se com Alckmin, FHC e Serra para discutir a nova Executiva. Além da presidência, estarão em jogo outros três cargos: a vice-presidência, a secretaria-geral e a presidência do Instituto Teotônio Vilela, centro de pesquisas e estudos do partido, com orçamento próprio.

20 MPS para votar
O Congresso retoma atividades em fevereiro com 20 medidas provisórias pendentes de apreciação. Desde março do ano passado, por determinação do STF, as medidas provisórias têm de passar pela análise de uma comissão mista antes de ir à votação em plenário, conforme determina a Constituição. A regra não vinha sendo cumprida pelo Congresso.

 Entre as medidas encaminhadas pela presidente Dilma em 2012 que ainda não foram votadas, está a 592/12, que destina ao setor da educação 100% dos royalties recolhidos em futuros contratos de produção de petróleo sob o regime de concessão. A instalação das comissões especiais retarda a apreciação das matérias. A medida precisa ser votada até o dia 10 de março deste ano. A presidente vetou trecho da lei que reduzia a parcela de royalties a que têm direito os estados produtores de petróleo dos contratos atualmente em vigor. A decisão contrariou as bancadas dos estados não produtores, que tentaram impedir na Justiça a votação dos vetos. Diante do impasse, a votação dos vetos foi adiada para este ano.

Oposição reage
As medidas provisórias continuam sendo objeto de crítica da oposição. Para o líder do PSDB, Álvaro Dias, "as medidas provisórias transformaram o Congresso em um almoxarifado do Executivo. Elas mostram o autoritarismo do governo e a preguiça de legislar". Para o líder do PT no Senado, Walter Pinheiro, o acúmulo de medidas é motivado pelo fato de o Congresso ainda não ter criado uma nova forma de análise das MPs.

Líder do PSDB, Álvaro Dias, "as medidas provisórias transformaram o Congresso em um almoxarifado do Executivo.”
O Senado aprovou uma Proposta de Emenda à Constituição, de autoria do presidente da Casa, José Sarney, que muda as regras de tramitação, mas ainda não foi apreciada pelo plenário da Câmara dos Deputados.

E Lula?
O ex-presidente Lula estaria preocupado com o desempenho do governo e seus reflexos sobre o projetos do PT. Ele deverá encontrar-se com a presidente para a segunda quinzena de janeiro.

Calheiros nega crime ambiental

Reação de Renan
O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros considera um "equívoco" a decisão da Procuradoria-Geral da República de pedir ao Supremo Tribunal Federal a abertura de inquérito para investigar um crime ambiental supostamente cometido por ele. Calheiros é suspeito de ter ordenado a pavimentação de uma estrada de 700 metros dentro de uma reserva ambiental. Ele afirmou que não é o responsável pela empresa e além disso, segundo disse ao G1, a empresa já pagou a multa de cerca de R$ 5 mil.

O Ministério Público Federal diz que houve "produção de danos ambientais, patrimoniais e morais coletivos" por conta da pavimentação da estrada, que fica na Estação Ecológica de Murici, uma unidade de conservação federal localizada no município de Flexeiras e administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. Calheiros nega as acusações.

A cidade de Petrolina Realiza Cursos em Retalhos

Começa esta semana inscrições para o curso de corte e costura em retalhos no município de Petrolina

Inicia nesta quinta-feira, dia 17 de janeiro, as inscrições para o projeto “Microprojetos Cultural” realizado pelo Ministério da Cultura e Fundação Nacional de Artes – Funarte através do Programa Mais Cultura e Edital Microprojetos do Rio São Francisco.

O projeto, que tem como objetivo divulgar a arte dos retalhos, é coordenado pela artesã Maria da Paz de Araújo que teve o seu projeto aprovado no Edital. A artesã, mais conhecida como Da Paz, trabalha há mais de 40 anos com retalhos. Segundo Da Paz, ela foi a criadora da colcha elaborada de pequeninos pedaços de tecidos variados, ficando conhecida como Colcha Nordestina, hoje uma das peças mais famosas do artesanato de Petrolina. Esta arte requer muita paciência, criatividade e bom gosto, o que ela pretende passar ao longo da oficina de 144 horas. Hoje suas colchas já são conhecidas e apreciadas em todo o país.

O projeto consiste na realização de duas oficinas nas quais os alunos aprenderão a confeccionar peças em retalhos: bolsas, cintos, móbiles, flores, colchas, roupas e cortinas, além de modelagem, corte e costura. As aulas serão ministradas por Da Paz e por Edna Batista, instrutora do Sebrae da Paraíba, especializada em modelagem, corte e costura de figurinos da moda. Da Paz fala que este curso vai ser muito útil e interessante para os participantes, visto que aprenderão a manusear as máquinas de costura, a fazer moldes de roupas da moda e a trabalhar diversos tipos de peças com retalhos.

A inscrição no curso é gratuita, os participantes devem ter entre 17 e 29 anos, não precisam ter experiência com artesanato ou costura e o material da oficina será oferecido aos alunos.

O curso tem a parceria do Sebrae de Petrolina e da Prefeitura Municipal de Petrolina, através da Secretaria de Cultura, que ajudou ano passado na elaboração do projeto e está cedendo o espaço da Oficina do Artesão Mestre Quincas para a realização das aulas.

SERVIÇO:
Oficina de corte, costura, modelagem e confecção de peças de vestuário e decorativas em retalho
1 turma das 8h às 12h e 1 turma das 14h às 18h
Serão 15 vagas para cada turma

Inscrições gratuitas de 17 a 25 de janeiro na Oficina do Artesão Mestre Quincas (Av. Cardoso de Sá, s/n, Vila Eduardo, horário de funcionamento das 8h às 17h de segunda a sábado e domingo das 8h às 13h)

Aulas de 18 de fevereiro a 29 de abril de 2013 na Oficina do Artesão
Módulo de corte, costura e modelagem – 18 a 26 de fevereiro, todos os dias exceto domingo.
Módulo de confecção de peças em retalhos – 28 de fevereiro a 29 de abril, às segundas, quartas e sextas.
Carga horária total - 144h.
Os participantes terão direito a certificado ao final do curso.
Maiores informações: Da Paz (87) 8806-8189 ou Oficina do Artesão (87) 3864-2069

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Debate no PSDB continua, mas Alckmin garante que é cedo para definir candidato.

Sucessões desde a 1ª eleição direta mostram vantagem PT/PSDB


Foi surpresa em 1989 com Collor. Depois predominam os dois partidos e alianças.
PSDB de FHC enfrenta o PT de Lula Restabelecidas as eleições diretas a partir de 1989, apenas no primeiro confronto vencido pela chapa Fernando Collor/Itamar Franco, as demais disputas envolveram sempre PSDB e PT. Vitórias tucanas em 1994 e 98 com Fernando Henrique e petistas com Lula em 2002, 2006 e Dilma Rousseff em 2010, o que mostra o crescimento do PT a partir dos últimos dez anos e o declínio tucano. Ao mesmo tempo a constatação de que a forte estrutura do PMDB não foi além de vice-presidência no governo Dilma.

 Antes a vice ficou com o PFL de Marco Maciel, no período FHC e José Alencar na fase de Lula. O PMDB mais próximo do PT acabou chegando à vice-presidência com Michel Temer e deve mantê-la, a julgar pelas conversações e bom entendimento na disputa de 2014. Na oposição é difícil fazer uma previsão, na medida em que a própria disputa pelo cargo maior, ainda constitui dúvida. O fato novo corre por conta da projeção do governador Eduardo Campos, do PSB. Ele circula bem e tem diálogo tanto com a presidente Dilma assim como o provável candidato tucano, Aécio Neves. Pode ser uma surpresa concorrendo em faixa própria, mas em geral costuma desconversar sobre projetos futuros, mantendo proximidade com o Planalto e algumas importantes lideranças da oposição.

Ideli Salvatti: “O governo tentará mobilizar novos prefeitos para acelerar medidas para o Brasil alcançar os chamados Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.”

Prefeitos eleitos com Dilma
A presidente Dilma Rousseff, acompanhada de sua equipe ministerial, recepcionará em Brasília no fim deste mês, entre os dias 28 e 30, os novos prefeitos empossados este ano. A oportunidade vai permitir uma orientação aos novos gestores sobre as parcerias entre governos federal e municipal, uma prática que já vem de outros governos. O governo federal poderá também apresentar, nessa ocasião, dados atualizados de alguns de seus principais programas. A ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, admite que o governo tentará mobilizar os novos prefeitos para que o país acelere a execução das medidas para o Brasil alcançar os chamados Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. A instituição dessas metas resultou de um compromisso firmado por 189 países, em setembro de 2000, para combater a extrema pobreza e outros problemas sociais e ambientais.

Senado: novo presidente
O novo presidente do Senado será escolhido no dia 1º de fevereiro, em reunião preparatória marcada para as 10 horas. A informação foi confirmada pela secretária-geral da Mesa, Cláudia Lyra. Segundo ela, é provável que o presidente eleito convoque logo uma nova reunião, destinada à eleição dos demais membros da Mesa Diretora: dois vice-presidentes, quatro secretários e seus suplentes. Na segunda-feira seguinte, será a vez de a Câmara fazer a eleição de seu presidente, também às 10 horas. Para as 16h já está marcada a sessão conjunta na qual o Congresso Nacional oficialmente abrirá os trabalhos legislativos do ano de 2013.

Mantega e Miriam Belchior devem depor
Ministros convocados
O deputado Carlos Sampaio entregou à Mesa do Senado requerimento para que os ministros da Fazenda, Guido Mantega, e do Planejamento, Miriam Belchior, sejam convocados a prestar esclarecimentos sobre as medidas contábeis adotadas para alcançar a meta de superávit primário (economia feita para pagar juros da dívida pública) de 2012. As explicações seriam dadas à Comissão Representativa do Congresso, uma vez que Câmara e Senado estão em recesso. Mas é necessário que o presidente do Congresso, José Sarney, convoque a comissão para que vote o requerimento.

Lançamento prematuro de Aécio Neves à presidência em 2014 e a reação inesperada de José Serra movimentam lideranças tucanas

Debate no PSDB continua, mas Alckmin garante que é cedo para definir candidato.  
Aécio atrapalha os planos de José Serra
Em meio às movimentações registradas nos últimos dias no PSDB que envolvem o fortalecimento de Aécio Neves com o apoio de Fernando Henrique que atraiu o grupo conhecido como os “pais do real”, para assessorá-lo, além da reação de José Serra que começou a admitir também a possibilidade de uma candidatura, o governador Geraldo Alckmin, entrou no debate. No seu entender que ainda é cedo para o PSDB definir uma candidatura à Presidência da República... Numa posição que difere de lideranças tucanas que já se posicionaram em defesa de Aécio Neves. Para Alckmin 2013 é o ano onde os pré-candidatos devem percorrer o país e planejar as plataformas. Uma posição, porém, ele já deixou clara: defende prévias para escolher o próximo candidato tucano. Algo que contrasta com toda movimentação que incluiu no esquema de Aécio Neves os “pais do Real”, partindo do princípio de que já existe o candidato.
Para o governador paulista, aliás, 2013 é o ano de pré-candidatos ouvirem a população, percorrerem o Brasil e discutirem os temas do país. E ainda sugere: “entendo que a definição de candidato não precisa ser agora. É muito cedo. Faltam quase dois anos", diz o governador. Alckmin também pretende reformar as secretarias atraindo partidos que possam ser futuros aliados.

PPS entra no jogo
A Executiva Nacional do PPS vai também discutir alternativas eleitorais para 2014 incluindo o nome do tucano José Serra que já teria admitido a possibilidade de concorrer em 2014. O presidente do PPS, Roberto Freire, não perdeu tempo e disse que o Partido está aberto a Serra, Marina Silva e qualquer líder que se enquadre no projeto. Marina, aliás, projeta atrair para o novo partido parlamentares que já teriam se mostrado alinhados com seus novos planos Um partido terá de sair do papel até outubro para poder concorrer.

Um novo lance
Para o presidente do PSDB, Sérgio Guerra, no entanto, "Aécio deve ser ( também) o presidente do PSDB", alicerçando sua campanha para Planalto. E adverte que o PPS não oferece estrutura para uma campanha presidencial. Assim sem palanque sólido, Serra correria o risco de desaparecer na corrida presidencial, se isso acontecer. A figura de maior expressão no PSDB que estimula a candidatura Aécio Neves é a do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Além de defender uma definição imediata, o ex-presidente também tem aberto caminho para os encontros de Aécio Neves com os economistas, acadêmicos e empresários.

Geraldo Alckmin: “Entendo que a definição de candidato não precisa ser agora. É muito cedo. Faltam quase dois anos".

O histórico
Um retrospecto das candidaturas tucanas à Presidência mostra que o Partido nem sempre enfrentou cisões internas, embora tenha vivido alguns momentos de descontentamento. Mário Covas foi o primeiro e natural candidato em 1989, na primeira eleição direta após o regime militar e que foi vencida por Fernando Collor.
Depois vieram Fernando Henrique fortalecido pelo Plano Real em 1994 e 98, inaugurando o processo de reeleição. José Serra aparece em 2002, mas sem êxito, perdendo para Lula. Geraldo Alkimin em 2006, sendo novamente derrotado pelo mesmo Lula no segundo turno. Serra volta em 2010 e perde para Dilma Roussef. Tirando apenas Fernando Henrique os demais exerceram funções políticas e administrativas em São Paulo como prefeito ou governador, o que transformou o estado na grande base partidária.

PSD de Kassab pode virar base
PSD no governo
O prefeito de São Paulo e presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, abriu oficialmente, em reunião da Executiva nacional da legenda, a consulta sobre o apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff em 2014. Kassab revelou que a presidente convidou o PSD para integrar a base aliada, com possibilidade de ocupação de vagas na Esplanada. O líder do PSD na Câmara, Guilherme Campos, já garante que o sentimento da maioria dos políticos do PSD tende a apoiar a ida do partido para a base.

domingo, 6 de janeiro de 2013

I SEMINÁRIO DE BLOGUEIROS DE GARANHUNS E REGIÃO


Todos os blogueiros de Garanhuns estão sendo convidados (convocados) para a reunião que será realizada na próxima quinta-feira, 10 de Janeiro às 19h45m, para a formatação de um SEMINÁRIO DE BLOGUEIROS DE GARANHUNS E REGIÃO, e discutir a criação de uma Associação. O local será no prédio de Mano Construções, na Av. Rui Barbosa, ao lado do Garanhuns Palace Hotel, no segundo andar.

 A presença de todos os blogueiros bem como os moderadores das redes sociais da Facebook, que estão sendo incluídos neste convite, é extremamente importante para o sucesso do evento.

OBS. Não será elaborado nenhum convite particular. Todos se sintam incluídos. Favor confirmar sua participação no e-mail abaixo:

Pr.calvinobrasil@hotmail.com

GRE Agreste Meridional supera média Estadual no Programa Alfabetizar com Sucesso (PAS)

 Felipe de Luna.

Foi divulgado pela Secretaria Estadual de Educação de Pernambuco o último levantamento dos indicadores do Programa Alfabetizar com Sucesso (PAS) para as turmas de 4º e 5º anos do Ensino Fundamental no 3º bimestre de 2012. De acordo com a Coordenação Estadual do programa, responsável por gerenciar os dados, em ambas as séries os resultados da GRE Agreste Meridional superaram a média do Estado no quesito “Leitura e Escrita”. Os dados apontam que 98,8% dos alunos do 4º ano desenvolveram esta competência na Regional contra a média de 92,5% no Estado. Entre as turmas de 5º ano, 100% dos estudantes do Agreste Meridional apresentaram leitura e escrita satisfatórias enquanto a média estadual foi 86%.

O levantamento avalia as habilidades de Leitura e Escrita a partir dos eixos Língua Oral; Leitura e Compreensão de Textos; e Produção Textual e abrange escolas Estaduais e Municipais de Pernambuco. De acordo com Edilene Vilaça, coordenadora pedagógica do programa na Regional, este resultado é fruto de uma parceria GRE/Secretarias Municipais.

“A equipe regional do PAS teve durante todo o ano 2012 um acompanhamento constante e suporte pedagógico da Secretaria Estadual de Educação, do Gestor Regional Prof.º Paulo Lins e da Chefe da Unidade de Desenvolvimento de Ensino Prof.ª Adelma Elias, que contribuíram sobremaneira com o trabalho realizado e fortalecimento da equipe”, ressalta a coordenadora.

O Conselho Nacional do MP deve julgar Demóstenes em fevereiro

Geraldo Alckmin vai mudar secretariado já pensando na próxima disputa eleitoral.

Demóstenes é procurador de GO
O senador cassado Demóstenes Torres deverá ser julgado em fevereiro pelo Conselho Nacional de Ministério Público. O órgão abriu processo contra Demóstenes, que é procurador em Goiás, por causa das suspeitas de seu envolvimento com o contraventor Carlos Augusto de Almeida Ramos, recém condenado a quase 40 anos pela Justiça. Demóstenes poderá ser punido com advertência, suspensão do cargo, aposentadoria compulsória ou demissão. "Demóstenes poderá buscar recursos na via judicial para se defender", diz o promotor Fernando Krebs. "Mas não suspenderá a decisão do CNMP, porque as provas contra ele, obtidas pela Polícia Federal na Operação Monte Carlo, são robustas e a tese dos recursos não prosperará."

O promotor Mesquita diz que a demissão de Demóstenes do Ministério Público só será concretizada porque o senador cassado optou, em 1999, pelo regime da não vitaliciedade - o que tornou legalmente possível a punição agora prevista. Ele tomou tal decisão porque somente assim poderia se filiar a um partido político e concorrer a cargos públicos.

Senador e Fundo dos Estados
O senador Walter Pinheiro pretende aprovar em fevereiro proposta para mudar os critérios de distribuição de recursos do Fundo de Participação dos Estados . O parlamentar prevê que, até lá, o Tesouro Nacional continuará repassando os montantes às unidades da federação usando os critérios antigos, apesar de o sistema em tese ter perdido a validade no último dia 31 de dezembro, por decisão do Supremo Tribunal Federal: “Na prática, o Tesouro deve continuar os repasses, pois a verba não é dele. A não ser que o STF intervenha, determinando a suspensão imediata do repasse. Mas é uma decisão muito complicada, visto que implica a perda imediata de R$ 50 bilhões nos cofres de todos os 26 estados e do Distrito Federal”, explica o parlamentar, autor de proposta de substitutivo a oito projetos que tramitam de forma conjunta sobre o assunto.

Indefinição
O Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal é uma das modalidades de transferência constitucional prevista no artigo 159 da Constituição, que prevê o repasse, por parte da União, de parte do dinheiro arrecadado com o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e o Imposto de Renda. A polêmica sobre o FPE se arrasta desde 2010, quando o STF declarou inconstitucional o modelo vigente de distribuição de recursos e deu prazo até 31 de dezembro de 2012 para a aprovação de uma lei com novos critérios.

Alckmin: “Não há razão para escolher candidatos dois anos antes”
Alckmin muda secretariado
O governador Geraldo Alckmin vai iniciar a reforma de seu secretariado na próxima semana. Ele pretende fazer alterações nos comandos de pastas de seu governo para acelerar a execução de projetos estratégicos e reacomodar partidos aliados que devem apoiar sua reeleição, em 2014. Ele também disse que a Secretaria do Planejamento será a pasta responsável por monitorar os principais projetos e obras do Estado, além da execução orçamentária do governo. "Hoje cedo tivemos uma reunião com a Secretaria de Planejamento sobre saneamento básico - água, esgoto, programa Água Limpa, Parque Várzeas do Tietê... É a Secretaria de Planejamento que vai fazer a parte de acompanhamento de projetos e execução orçamentária", disse o governador paulista.

Aécio e Alckmin abordarão 2014

E discute com Aécio
Alckmin também pretende se reunir, ainda em janeiro, com o senador mineiro Aécio Neves para discutir a candidatura do PSDB à Presidência da República, em 2014. O governador defendeu que a decisão sobre a candidatura tucana seja tomada no fim de 2013: "Acho que é hora de os pré-candidatos se apresentarem, percorrerem o País, falarem à sociedade, discutirem os temas de interesse nacional e convencerem o partido. A definição de nome, nós defendemos mais no final do ano. Não há razão para escolhermos candidatos dois anos antes", afirmou.

Mais Genoino
Genoíno disse não saber exatamente por quanto tempo permanecerá deputado, ante a perspectiva da perda de direitos políticos determinada pelo STF. "Vou atuar na Câmara como sempre atuei. Vou exercer meu mandato a cada dia", disse. E afirmou não ser um parlamentar "da linha de frente". "Sempre fui deputado de ideias, de negociações" e que faz política "sem pressão e com otimismo".
Novo Código Penal
O projeto do novo Código Penal deve ir a votação no Plenário do Senado em junho. A previsão é do senador Eunício Oliveira, presidente de comissão especial de senadores responsável por examinar a proposta, elaborada por um grupo de juristas nomeado pelo presidente José Sarney, segundo agência Senado. Segundo Eunício, a comissão de senadores vai realizar audiências públicas nos estados em março e abril, de forma a concluir os trabalhos até o fim de maio, para que a proposta seja enviada ao Plenário no início de junho. A sugestão para a elaboração de um projeto de reforma do Código Penal, vigente há 70 anos, foi do senador Pedro Taques, agora relator da comissão especial composta por 11 senadores. De acordo com Eunício, o texto já recebeu mais de 30 mil sugestões, principalmente de organizações da sociedade civil e de entidades da área jurídica. Também os senadores têm feito sugestões: já foram protocoladas mais de 350 emendas, mas o número deve aumentar, uma vez que o prazo será reaberto em fevereiro, segundo a agência Senado.

Prazo para MPs
Mais do que lei orçamentária, o Congresso Nacional inicia o ano legislativo com uma lista de 19 medidas provisórias. Duas delas estão com prazo mais apertado para votação, uma vez que já tiveram a vigência estendida e perderão a validade em 28 de fevereiro: a 581, que modifica os fundos constitucionais de desenvolvimento; e a 582, que amplia o número de setores beneficiados pela desoneração da folha de pagamentos. Nesta lista está a MP 591, editada pela presidente Dilma Rousseff após o veto ao projeto que propôs uma nova divisão dos royalties da exploração do petróleo.

Orçamento
Relembrando: a votação do Orçamento da União para 2013 ficou para o dia 5 de fevereiro. A decisão tomada pelo governo e pelas lideranças políticas no Congresso.

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Festival Vale Curtas – Cinema na Lona de Circo em Petrolina

Festival Vale Curtas – Cinema na Lona de Circo


Pernambuco abre o calendário nacional de festivais de cinema do Brasil. Iniciando o ano, o Vale Curtas disponibiliza para a grande população do Sertão do Vale do São Francisco o que existe de mais contundente na produção dos filmes de curtas-metragens brasileiros.

Reconhecido como um dos mais importantes acontecimentos cinematográficos do interior do Nordeste, o Vale Curtas já se consolidou no calendário brasileiro de cinema devido a grande participação de cineastas de todo o país. De acordo com o coordenador da 6ª edição do Vale Curtas, Chico Egídio o Festival atingiu números expressivos de inscritos e de público na última edição superando todas as expectativa da organização e comprovando a natural aptidão da região para o cinema.
O Festival Vale Curtas recebeu 175 filmes este ano e vai premiar os primeiros colocados com R$15.000,00 em espécie. Na programação, além da exibição dos curtas premiados (Mostras Competitivas Nacional e Regional), teremos três oficinas gratuitas de cinema, mesa redonda com os realizadores locais e com profissionais da área e mostras paralelas de curtas premiados nas últimas edições.

A 6º edição do Vale Curtas é uma realização da Associação Raízes, através da coordenação para o audiovisual e Associação Cia. Biruta, e conta com o apoio da Prefeitura de Petrolina e do SESC e Incentivo do Funcultura – Fundarpe – Secretaria de Cultura – Governo de Pernambuco e produção executiva da Alegria Alegria Produções.