quinta-feira, 18 de abril de 2013

AESGA realiza palestras

Palestra na AESGA promete debater a Gestão de Riscos e Perdas e a Psicologia da Mentira


Garanhuns mais uma vez é beneficiada pelas ações da parceria entre a Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns (AESGA), o Núcleo Integrado de Práticas Administrativas (NIPA) e o Conselho Regional de Administração/CRA Seccional Garanhuns.

Desta vez, a AESGA, o NIPA e o CRA-PE realizam a palestra “Gestão de Riscos e Perdas e a Psicologia da Mentira”, nesta sexta-feira, 19 de abril, a partir das 19 horas, no Auditório da AESGA Manuel Elpídio de Melo.

A Palestra será ministrada pelo psicanalista Georg Frey, que é especialista em comportamentos desviantes e consultor sênior na Drago Inteligência, empresa que atua na prevenção, investigação e busca de soluções para esses comportamentos danosos às organizações.

A Ação é gratuita e está voltada para gestores e empresários, além de estudantes de diversas áreas como Administração, Direito, Psicologia, Economia, Secretariado Executivo, entre outras.

Além de um conteúdo motivador, os interessados em participar terão direito a certificado de 5 horas aula, emitido pelo CRA. As inscrições podem ser realizadas no CRA/AESGA, das 9 às 13 horas ou no NIPA/AESGA das 19 às 22 horas.

Noticia da política pelo Brasil

Carlos Fehlberg
STF: mais prazo para advogados de defesa no caso do “mensalão”


Decisão foi do plenário do Supremo Tribunal contra o voto de Joaquim Barbosa.
Presidente foi único voto contra O plenário do STF decidiu por maioria dobrar de cinco para dez dias o prazo para que os advogados de defesa dos condenados no processo do mensalão apresentem recursos após a publicação do acórdão do julgamento. O único a votar contra foi o presidente do STF e relator do mensalão, Joaquim Barbosa. O ministro Marco Aurélio Mello deu voto alternativo: ele defendeu aumentar ainda mais o prazo, para 20 ou 30 dias. Segundo Barbosa, o acórdão deve ser publicado "em breve". Se divulgado quinta será considerado publicado no dia seguinte, sexta. Assim, o prazo começaria a contar na segunda. Os 10 dias se encerrariam em 1º de maio. Como é feriado, os condenados teriam até quinta, 2 de maio, para recorrer.

Disputa já vinha
Os advogados entraram, desde fim de março, com diversos pedidos para aumentar o prazo, ter acesso antecipado aos votos e suspender a publicação do acórdão. O presidente do STF e relator do processo, Joaquim Barbosa, negou os pedidos. Por isso, os advogados solicitaram que o plenário do Supremo se manifestasse antes da publicação do acórdão.
Dilma irá à posse de Maduro,presidente venezuelano
A presidente Dilma Rousseff participará da posse do presidente eleito da Venezuela, Nicolás Maduro, sexta-feira, informou a assessoria do Palácio do Planalto. Antes, ela irá a Lima para uma reunião extraordinária da cúpula da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), que tratará das eleições venezuelanas.
A reunião dos chefes de Estado da Unasul no Peru – presidente pro tempore da cúpula – deverá ocorrer no início da noite desta quinta-feira e será pautada pela eleição venezuelana. Após a reunião, Dilma deverá seguir para a capital da Venezuela, Caracas, onde passará a noite e, na manhã seguinte, às 11h, participará da cerimônia de posse de Nicolás Maduro. A Unasul enviou uma missão eleitoral à Venezuela para acompanhar as eleições naquele país. Após o pleito, a missão pediu respeito aos resultados oficiais, segundo comunicado.
Gilberto Carvalho: “É uma expressão do momento cultural do Brasil, da cultura política brasileira, essa questão da multiplicidade de partidos.”

Sem problemas
A criação de partido políticos no país não preocupa o governo, segundo afirmou o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho: “É uma expressão do momento cultural do Brasil, da cultura política brasileira, essa questão da multiplicidade de partidos. Não temos que estar preocupados com isso”, disse o ministro.

Aécio vê Dilma assustada
Mas o senador Aécio Neves disse ontem que vê a presidente Dilma Rousseff "assustada com o processo eleitoral" de 2014. E criticou a movimentação de aliados do governo para acelerar a tramitação na Câmara do projeto que inibe a criação de novos partidos. A medida esvaziaria movimentos como o da ex-senadora Marina Silva, que tenta criar a Rede Sustentabilidade, partido pelo qual se lançaria à Presidência em 2014, e o MD (Mobilização Democrática), criado ontem com a fusão do PPS e PMN: "O governo federal quando interessa criar partido, dá instrumentos para criação, mas quando acha que pode prejudicá-lo age com rolo compressor", disse Aecio, em referência à criação do PSD do ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab.

Processo
O Conselho de Ética da Câmara instaurou processo por quebra de decoro parlamentar contra três deputados. Entre eles, o deputado Carlos Alberto Leréia que é acusado de envolvimento no esquema de corrupção do bicheiro Carlos Cachoeira. Como a representação contra Leréia foi feita pela Mesa Diretora da Câmara, o relator poderá dar andamento às investigações, ouvir testemunhas e requisitar investigações feitas contra o parlamentar pela Polícia Federal e pela CPI do Cachoeira.

PPS e PMN se fundem e criam a Mobilização Democrática, a MD
O novo partido será de oposição ao governo Dilma e terá 13 deputados federais.

"Os mesmos direitos do PSD" O PPS e o PMN formalizaram a fusão dos dois partidos, o que resultou na criação da Mobilização Democrática. A nova sigla terá o 33 como número, terá orientação de esquerda e será de oposição ao governo Dilma Rousseff. Assim se confirmou a criação de uma nova legenda, unindo PPS-PMN. No seu comando ficará o ex-presidente do PPS, deputado Roberto Freire. Já o deputado Rubens Bueno, atual líder do PPS na Câmara, vai acumular o posto de secretário-geral e o de líder do MD. A vice-presidência e a tesouraria devem ficar com um integrante indicado pelo PMN. Os mandatos terão a duração de dois anos, podendo haver uma única reeleição. De posse da ata da reunião, estatuto, manifesto e da composição do diretório nacional, os dirigentes da nova legenda pretendem formalizá-la no cartório com rapidez para o processo de fusão seguir logo para o TSE.

Números do novo Partido
Pelas contas da cúpula, o novo Partido terá 13 deputados federais, 58 estaduais, 147 prefeitos e 2.527 vereadores. Em todo o Brasil serão 683.420 filiados. A direção nacional ficará dividida com 40% dos cargos para o PPS e o mesmo percentual para o PMN. E 20% ficará para a adesão de integrantes de outras legendas.

Correria no fim...
As negociações para uma fusão do PPS e PMN estavam programadas para serem concluídas apenas no meio do ano. Diante da movimentação de integrantes da base aliada do governo para frustrar a proposta, os dirigentes das duas legendas convocaram o encontro em "caráter de urgência" para decidiram pela união.

O projeto também pode repercutir na Rede Sustentabilidade, legenda que a ex-senadora Marina Silva também corre para viabilizar, preocupada na disputa ao Palácio do Planalto de 2014.

30 dias para mudar e Serra
Com a criação do novo Partido abre-se um prazo de 30 dias para que os políticos mudem para o partido sem o risco de perder o mandato. Esse período é conhecido como "janela". Agora as atenções se voltam para a possibilidade de o ex-governador José Serra deixar o PSDB para ingressar ao MD. Ele esteve na semana passada de evento promovido pelo PPS. Hipóteses: lançar José Serra ou apoiar Eduardo Campos ou Marina Silva.

O que será
Para o presidente do PPS, deputado Roberto Freire, a fusão antes da aprovação do projeto que limita a criação de novos partidos garantirá à nova legenda os mesmos direitos que teve o PSD: “Um novo partido, com a fusão que ocorrer antes da publicação do projeto, viverá situação idêntica à do PSD” — disse Freire.

A pressa na formalização da fusão do PPS-PMN, no entanto, será questionada judicialmente, segundo o líder do PTB, senador Gim Argelo, avisou a Eduardo Campos. O argumento é que o PMN não publicou edital de convocação da convenção nacional.

Eduardo Sciarra, líder do Partido: “O PSD tem direito aos cargos, pela regra da proporcionalidade.
E outra frente!
O plenário da Câmara concluiu ontem a aprovação do projeto de resolução que cria 41 cargos e funções comissionadas para o PSD, partido criado em 2011 pelo ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab. Os cargos em comissão são de “confiança”, enquanto as funções comissionadas são gratificações dadas a servidores.

Explicação
“O PSD tem direito aos cargos, pela regra da proporcionalidade. Como nenhum partido quis aceitar dar parcela de seus postos ao PSD, não houve redistribuição, como deveria. Foi preciso criar cargo”, disse o líder do PSD, Eduardo Sciarra. A votação do texto teve início no dia 20 de março, mas não foi concluída devido à obstrução do DEM e do PSOL, que apresentaram requerimentos para retirar a proposta da pauta. O DEM foi um dos mais prejudicados diante da migração de parlamentares migrando para o novo partido.

  a Polícia Federal e pela CPI do Cachoeira.

terça-feira, 9 de abril de 2013

Vereadores antecipam reunião para aprovar aumento dos servidores municipais

As reuniões ordinárias da Câmara de Vereadores de Garanhuns acontecem sempre às quintas-feiras, às 10h, mas a desta semana foi antecipada para esta terça-feira, 09, no mesmo horário. O motivo é mais que justo, votar o aumento dos servidores municipais.

O Projeto de Lei enviado pelo executivo municipal, no final da semana passada, que reajusta em 9% o funcionalismo ativo, pensionistas e aposentados, precisaria de tempo hábil para constar nos contra-cheques ainda do mês de abril, precisando ser lançado no sistema pela Secretaria de Administração antes do fechamento da folha. Antes disso, ainda precisa da sanção do prefeito Izaías Régis.
"Mesmo com o pouco tempo para apreciar o Projeto, mas diante de sua repercussão no salário dos servidores, não haveria outra decisão que não fosse antecipar a reunião, para a provável aprovação por parte dos vereadores. É uma contribuição legislativa para a melhoria da qualidade de vida daqueles que fazem a administração municipal" - afirmou Audálio Ramos Filho, presidente da Casa Raimundo do Morais.

FIM DA REELEIÇÃO: Outro projeto muito importante para a comunidade, colocado para primeira votação na reunião desta terça-feira, será o fim da reeleição aos mesmos cargos para a mesa diretora da Câmara de Vereadores. A iniciatica, curiosamente, é do próprio presidente Audálio Filho. "Tomamos esta decisão para democratizar mais os cargos na mesa diretora, proporcionando que mais vereadores participem do colegiado diretor, assim, acreditamos, faremos surgir novas lideranças com a participação direta nas futuras administrações legislativas" - registra o presidente.

Apresentar um requerimento pedindo o fim da reeleição para a mesa diretora era uma decisão tomada mesmo antes de sua candidatura a presidente. Agora, caso seja aprovado, nenhum vereador poderá repetir o cargo duas vezes seguidas em uma futura eleição interna.

A 11ª Reunião Ordinária acontece na Câmara de Vereadores, às 10h da manhã.
Petrolina, um vale que dança...


Petrolina vem se destacando no cenário nacional, não apenas pelo seu desenvolvimento na fruticultura irrigada, mas na produção artística e em especial na dança. O desenvolvimento nessa área caminha a passos largos, uma estrada aberta pelo Sesc Petrolina que através das suas ações vem priorizando a formação através da arte. Assim, essa expressão encontrou solo fértil, fortalecendo-se e ampliando sua produção. A cada ano surgem novos grupos e com eles novas possibilidades de diálogos na contemporaneidade.

Pensar que na década de 80, nessa mesma terra onde o rio corre, ecoava o som de um batuque e com ele nascia o Batuk-ajé, grupo de dança popular inspirado na cultura negra, semente plantada pelo sonho que gerou esse movimento no Vale do São Francisco. Que um dia, o sonho era apenas dançar um “Ritmo Quente”, coreografias que eram imitações de filmes reprisados na TV ou assistidos nos antigos vídeos cassetes. Hoje a dança produz sentidos e se transformou numa aldeia onde valem todos os ritmos. Em Petrolina “Vale dançar”!

VALE DANÇAR é uma aldeia de dança. Um projeto local, mas que mantém no seu conceito o cruzamento com o Palco Giratório, projeto do Departamento Nacional do Sesc, bem como, todos os seus desdobramentos. Assim, os diálogos foram ampliados com as linguagens de música, cinema, literatura, teatro e artes visuais. Nesta edição a diversidade está presente, seja na rua, no palco ou na praça. Balé clássico, dança popular, de salão, de rua, do ventre ou dança contemporânea, todas essas vertentes se encontram no mesmo canto, na mesma aldeia.

Os espetáculos programados que são de origem de outros estados e da capital pernambucana como: Objeto Gritante (São Paulo/SP), O Homem Vermelho (Rio de Janeiro/RJ); e Compartilhados, Travessia e Tu sois de onde? (Recife/PE) possibilitam o intercâmbio com as produções locais, gerando trocas e aprendizados mútuos.

Além das apresentações, nessa edição destacamos as ações formativas que permeiam toda a programação, projetos sistemáticos desenvolvido pelo Sesc Petrolina como: Pensamentos de um corpo que dança, Dois minutos para dança, Conversa sobre dança e Circuito itinerante de dança, estes propõem discutir o fazer, apreciar e contextualizar, tríade importante para a compreensão dessa linguagem na cena contemporânea.

Vamos atender aos toques que ainda ecoam do Batuk-ajé chamando todas as tribos. Eles dizem: Vamos dançar! Há quem diga que nesse vale tudo que se planta dá, então lancemos sementes, apreciando imagens de corpos que cresceram irrigados pelas águas do Velho Chico e alimentados de sonhos. Aqui a diversidade mostra seu corpo em cores múltiplas, aromas das frutas e vinhos de sol, abraço sonoro em quem chega, saudade tenra em quem parte. Dançai!

Programação Aldeia Vale Dançar 2013
13/04 – 09 às 12h e 15 às 18h – Oficina de Arte-educação em dança com André Vitor
Brandão e Jailson Lima – Sala de dança.
15 a 19/04 – 09 às 12h – Oficinas de dança nas escolas públicas – Bairros de Petrolina.
17 e 18/04 – 16 às 19h – Seminário: Pensamentos de um corpo que dança com a Cia de

Dança do Sesc Petrolina – Teatro.
17 e 18/04 – 19 às 22h – Oficina de Dança e Percussão com o Grupo Boi Mojumbá –

Sala de dança.
19 a 24/04 – 09 às 21h – Exposição Painel Instantâneo – Hall de entrada do Sesc.

Cortejo Dançando na Rua
19/04 – 16h – Mostra Oficinas de dança– Salão do Sesc;
16h30 – Grupo Cambidas (Triunfo/PE) – Rua em frente ao Sesc;
17h – Grupo Boi Mojumbá (Olinda/PE) – Rua em frente ao Sesc;
17h30 – Grupo de Xaxado Luiz Pedro (Triunfo/PE) – Rua em frente ao Sesc;
18h00 – Grupo Folias de Reis (Petrolina/PE) – Rua em frente ao Sesc;
18h – Afoxé Filhos de Zaze (Juazeiro / BA) – Palco Bambuzinho;
19h – Cia Aérea de Dança (Rio de Janeiro / RJ) – Palco Bambuzinho;
19h20 – Samba de Veio (Petrolina / PE) – Palco Bambuzinho;
20h – Coco do Manoel (Recife / PE) – Palco Bambuzinho.
20/04 – 20h – Objeto Gritante / Mauricio de Oliveira & Siameses (São Paulo/SP) –

Teatro / Projeto Palco Giratório.
20 e 21/04 – 09 às 12h – Oficina de Dança do Ventre – Sala de dança;
15 às 18h – Oficina de Dança de Salão – Sala de dança;
21 e 22/04 – 09 às 12h – Oficina Improvisação e Composição com Mauricio de Oliveira

– Sala Teatro Dona Amélia / Projeto Palco Giratório.
21/04 – 18h – Ilhados / Grupo Experimental (Recife/PE) – Teatro;
19h – Mostra de Cinema – Terraço da Galeria de Artes;
20h – Compartilhados / Grupo Experimental (Recife/PE) – Teatro.
22 a 27/04 – Encontro de professores e instrutores de dança do Sesc Pernambuco.
22/04 – 15h – Meu querido catavento / Coletivo Trippe (Petrolina/PE) e Aganjú / Cia
Casa de Orates (Petrolina/PE) – Escola Municipal José Fernandes Coelho
– Roçado;
15h – Conversa sobre dança / Experiências Pedagógicas – Biblioteca;
18h – Mostra de dança – Palco Bambuzinho;
20h – Eu vim da ilha / Cia de Dança do Sesc (Petrolina/PE) – Teatro;
23 e 24/04 – 09 às 12h – Oficina de dança contemporânea com Mônica Lira.
23/04 – 16h – Fuá na casa de Zé Mané – Escola Municipal Anete Rolim – Pedra Linda;
18h – Mostra de dança – Palco Bambuzinho;
20h – O homem vermelho (Rio Janeiro/RJ) – Teatro.
24/04 – 15h – Conversa sobre dança / Diálogos entre ilhas – Biblioteca;
18h – Mostra de dança – Palco Bambuzinho;
20h – O homem vermelho (Rio Janeiro/RJ) – Teatro.
25 e 26/04 – 09 às 12h – Oficina de dança contemporânea com Tainá Barreto;
25 e 26/04 – 19 às 21h – Oficina de Ballet Clássico com Cynthia Ramos – Sala de dança;
25/04 – 09h – Aganjú / Cia Casa de Orates (Petrolina/PE) – Escola Municipal Jacob

Ferreira – Cosme Damião;
18h – Aganjú / Cia Casa de Orates (Petrolina/PE) – Palco Bambuzinho;
19h – Ausências presentes / Grupo Peleja (Recife / PE) – Teatro
... Na noite, encontro-me.../ Dijma D’arc (Juazeiro/BA) – Teatro;
20h – Apresentações de Solos, Duos e Grupos – Teatro.
26/04 – 09h – Mostra de dança de salão / Cia de Dança Canuto (Petrolina/PE) – Escola

Municipal Paulo Freire – São Gonçalo;
15h – Conversa sobre dança / Processos Criativos – Biblioteca;
18h – Maria Columbina e Zé Pierrot (Salgueiro/PE) – Palco Bambuzinho;
20h – Para sempre teu / Qualquer Um dos 2 Cia de Dança (Petrolina/PE) –

Teatro.
OverDança
27/04 – 16h – Mercado cultural – Corredor de entrada do Sesc;
16h – 2 Minutos para dança (Petrolina/PE)– Sala de dança;
17h – Baque Opará (Petrolina / PE) – Espaço da Cantina;
18h – Mostra Dia Internacional da dança – Palco estacionamento;
18h – Ser híbrido / Grupo Corpo da vez (São Paulo/SP) – Sala de dança;
19h – Mostra Curta Dança – Terraço da Galeria de Artes;
19h – Tu sois de onde? / Grupo Peleja (Recife/PE) – Teatro;
19h30 – Travessia / Grupo Grial (Recife/PE) – Ginásio;
20h30 – Performances – Mercado Cultural;
21h– No caminho das Alimentadeiras / Coletivo Trippe (Petrolina/PE) –

Espaço atrás da biblioteca;
21h30 – Matingueiros (Petrolina/PE) – Palco estacionamento;
22h – Travessia / Grupo Grial (Recife/PE) – Ginásio;
22h – Pernambucano / Cia Soul Dance (Salgueiro/PE) – Teatro;
22h30 – O baile / Cia de Dança Canuto (Petrolina/PE) – Salão;
23h – Performances – Mercado Cultural;
23h30 – Coco Trupe de Arcoverde (Arcoverde/PE) – Palco estacionamento;
01h – Tatudobrega / Cia de Dança do Sesc (Petrolina/PE) – Espaço da Cantina;
01h40 – Cena Dançante / DJ Dekúbrega – Espaço da Cantina;
02h30 – Cena Dançante / DJ Jocélio – Espaço da Cantina.

Observações:
Todos os espetáculos no Teatro Dona Amélia custarão R$ 2,00 (Comerciários e Estudantes) e R$ 4,00 (Público em geral), exceto no OverDança que a entrada é franca, porém é necessário retirar convite na bilheteria.
As demais ações e espetáculos que acontecem em outros espaços são gratuitos, porém limitada a capacidade do espaço.
Oficinas: R$ 10,00 (Estudantes e Comerciários)
20,00(Usuários e Público em Geral)