quinta-feira, 31 de maio de 2012

Cabo Recebe Prêmio Pelo Trabalho no Turismo

Trabalho para o Turismo do Cabo ganha prêmio nacional.

No último final de semana, aconteceu o julgamento das peças inscritas no Prêmio Voto Popular 2012 / 26ª edição, um certame de âmbito nacional promovido pela Revista About e Portal da Propaganda, meios nacionais especializados em comunicação.

Um grupo de 24 consumidores de quatro faixas de idade e três classes econômicas, homens e mulheres, reuniu-se para julgar e premiar os trabalhos concorrentes em diversas categorias, incluindo a avaliação de peças, campanhas e ações digitais.
Na categoria Turismo, a Prefeitura do Cabo conquistou Ouro para a série de anúncios "O melhor turismo num só lugar". As peças mostram, sempre, uma cena das belezas do município aliada a elementos gráficos únicos do lugar, como as muralhas antigas. Junto a isso tudo, títulos inteligentes fazem o consumidor refletir e estimulam a vontade de fazer uma visitar.

Outros trabalhos da AtmaBianchi também conquistaram prêmios.

Ouro na categoria Varejo para o jingle "Tá no coração da gente" e Prata para o comercial "Manhê", produzido para o dia das Mâes. Ambos para Shopping Tacaruna. Prata categoria Serviços para a série de outdoors "Mostre a sua cara" da Bandeirantes Midia Exterior. Bronze na categoria Comércio Especializado para o comercial "Caruaru" das Farmácias Guararapes. Bronze na categoria Serviços para a série de anúncios "Quem melhor" da Gráfica Flamar.

A AtmaBianchi ficou entra as 12 mais premiadas do Brasil e foi a agência mais premiada da região Norte / Nordeste, juntamente com a Mota, do Ceará.

Queiroz e Perillo serão ouvidos na CPI

CPMI convoca governadores e quebra o sigilo de Demóstenes
Senador Vital do Rêgo preside CPI do Cachoeira/Foto: Pedro França/Agência Senado
Queiroz e Perillo serão ouvidos e Demóstenes pode ficar calado na CPMI, segundo advogado
O presidente da CPI do Cachoeira, Vital do Rêgo anunciou ontem que, após análise da assessoria técnica, a comissão poderá investigar governadores e convocá-los para depor observando que a convocação de governadores não viola o princípio federativo. E assim a CPI aprovou a convocação de dois governadores: Agnelo Queiroz (PT-DF) e Marconi Perillo (PSDB-GO). Outra convocação esperada, a de Sérgio Cabral, não vingou. As convocações foram decididas individualmente. No caso de Cabral, o PSDB se dividiu. E por maioria, decidiu-se não convocá-lo, por 17 contra a 11.

Demóstenes
Além dos governadores e, por unanimidade, a CPI aprovou uma série de requerimentos de quebras de sigilo bancário fiscal e telefônico de pessoas físicas e jurídicas, entre eles o senador Demóstenes Torres. Este, aliás, é esperado hoje pela CPI, mas seu advogado, Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakai, anuncia que o parlamentar não falará durante a sessão. Ele alegou que Demóstenes já disse tudo que deveria falar sobre o assunto no Conselho de Ética: “Se por acaso ele tiver que comparecer, ele comparecerá, mas usará do direito de permanecer calado”.

O requerimento determina uma busca nos dados de Demóstenes referentes ao período de janeiro de 2002 até agora: “Tendo em vista o objetivo de investigar as práticas criminosas e as ramificações do senhor Carlos Augusto de Almeida Ramos, entende-se fundamental a quebra dos sigilos", explica o deputado.

Corrupção
Representantes de movimentos contra a corrupção entregaram ao Supremo Tribunal Federal um manifesto com 35 mil assinaturas com o objetivo de pedir celeridade ao processo e julgamento do mensalão. Assinaturas coletadas na Internet e no papel serão levadas por uma comitiva dos movimentos 31 de Julho, Queremos Ética na Política, Transparência Brasil e Contas Abertas.

Lavagem de dinheiro (1)
Projeto de lei do Senado que reforça o combate a crimes de lavagem de dinheiro está na pauta da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania. A reunião foi aberta pelo presidente, senador Eunício de Oliveira e o relator, senador Eduardo Braga, destacou entre os avanços da proposta a possibilidade de punição por lavagem de dinheiro proveniente de qualquer origem ilícita. A Comissão aprovou projeto que endurece a legislação de combate aos crimes de lavagem de dinheiro. O projeto prevê ainda que a ocultação de valores seja considerada crime mesmo quando não estiver veiculada a outros delitos, como previsto na legislação atual. Também estende as punições aos "laranjas".
Com a mudança, o crime de lavagem de dinheiro pode ser configurado mesmo que a Justiça não consiga comprovar o crime antecedente que resultou na arrecadação do dinheiro "lavado" pelos acusados. A movimentação de recursos sem explicações, por si só, passa a ser considerada lavagem de dinheiro.

"Isso igualaria nossa legislação à de países como os Estados Unidos, México, Suíça, França, Itália, entre outros, pois passaríamos de uma legislação de "segunda geração" (com rol fechado de crimes antecedentes) para uma de "terceira geração" (com rol aberto)", disse o senador Eduardo Braga, relator do projeto.

José Eduardo Cardozo, ministro da Justiça: "As relações entre Executivo e Judiciário continuam sendo harmoniosas. Não vejo crise nenhuma".

Lavagem de dinheiro (2)
Para quem cometer crimes de lavagem de dinheiro, o projeto prevê penas de reclusão de 3 a 10 anos, multa de R$ 200 milhões para condenados, além da alienação antecipada de bens dos acusados e dos "laranjas" por meio de decisão judicial. O texto prevê o uso da delação premiada "a qualquer tempo" para envolvidos nos crimes de lavagem de dinheiro que desejem colaborar com as investigações policiais.

A comissão aprovou substitutivo do senador Eduardo Braga, que modifica projeto aprovado na Câmara sobre o tema. E o projeto ainda impõe à autoridade policial e ao Ministério Público acesso, exclusivamente, aos dados cadastrais do investigado que informam qualificação pessoal, filiação e endereço independente de autorização judicial. O projeto prevê o aumento do rol de entidades que devem informar ao Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) operações com valores superiores a R$ 100 mil em espécie --entre os quais os sistemas de negociação do mercado de balcão organizado, gestores de fundos e assessores ou consultores de artistas ou atletas.

Lavagem de dinheiro (3)
Fica previsto também o julgamento à revelia do réu, que indica um defensor dativo no caso. "A medida se mostra pragmática e funcional, dado que o réu necessariamente tomará conhecimento da causa quando as medidas de busca e apreensão de bens forem decretadas, e terá que comparecer pessoalmente em juízo, se quiser liberar seus bens", afirma Braga no parecer.

Pelo projeto, também fica previsto que o desconhecimento do autor do crime antecedente à lavagem não impede a abertura da investigação sobre o suspeito. Os servidores públicos envolvidos com lavagem de dinheiro devem ser afastados, segundo o projeto, sem prejuízo de sua remuneração enquanto perdurar o processo criminal, até que o juiz autorize o seu retorno. O projeto segue para análise do plenário do Senado e, se aprovado, vai à sanção presidencial.

No Senado
Senador José Agripino defendeu ministro do STF, Gilmar Mendes/Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

O senador José Agripino divulgou na sessão de ontem do Senado, documentos apresentados pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, sobre sua viagem à Europa em abril deste ano comprovando que foi paga pelo próprio tribunal. Os documentos foram revelados por Mendes diante da suspeita de que ele teria feito um trecho da viagem de carona com o senador Demóstenes Torres, em avião oferecido pelo contraventor Carlinhos Cachoeira.

Agripino mostrou cópias dos bilhetes aéreos e do programa de milhagens do ministro para provar que ele usou um avião comercial para ir à Europa. O senador explicou que Gilmar Mendes viajou em abril para participar de dois eventos distintos: uma palestra na Universidade de Granada, na Espanha, nos dias 14 e 15, e um jantar em sua homenagem, promovido pelo embaixador do Brasil em Berlim, Everton Vieira Vargas. Cópias dos convites para os dois eventos e das passagens aéreas pagas pelo STF foram exibidas pelo senador. E disse que, como a viagem a Berlim também tinha caráter pessoal, pois a filha do ministro mora na capital alemã, as despesas de hospedagem foram pagas pelo próprio Gilmar, observou Agripino, segundo agencia senado. Outros senadores, Cristovam Buarque, Jarbas Vasconcelos, Pedro Tacques e Vanessa Grazziotin também falaram sobe o episódio.

Já o PSOL
 Protocolou ontem uma representação na Procuradoria-Geral da República contra o ministro Gilmar Mendes, do STF questionando sua conduta em relação às acusações ao ex-presidente Lula. O documento pede a investigação dos fatos.

Aliados no Código
O governo convidou dois parlamentares aliados para liderar a comissão mista que analisará a medida provisória do Código Florestal. O relator da proposta deverá ser o senador Luiz Henrique, e o presidente da comissão, o deputado Elvino Bohn Gass.

Dilma destaca Lula, esclarece seu encontro com presidente do STF e o PSDB reunido faz críticas

Episódio mantém evidência e a repercussão chega ao Congresso com várias intervenções
 Presidente Dilma Rousseff discursa durante cerimônia em Brasília/Foto: Antônio Cruz/ABr
A presidente Dilma Rousseff fez uma espécie de desagravo ao ex-presidente Lula ontem, diante das versões sobre a reunião com os ministros Nelson Jobim e Gilmar Mendes. Em solenidade no Palácio do Planalto, durante a entrega do 4º Prêmio Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Brasil, que foi criado por Lula em 2004, Dilma prestou uma homenagem ao ex-presidente, que estava presente: “ Processos e pessoas têm uma ligação íntima. As pessoas nos lugares certos e na hora certa mudam os processos e transformam a realidade. Por isso, eu queria, de fato, aqui, fazer uma homenagem especial ao presidente Lula,” disse Dilma.
Dilma destacou o desempenho de Lula em se comprometer no Brasil com a questão do desenvolvimento e da oportunidade para os mais pobres e o seu compromisso internacional com a luta pela erradicação da pobreza.

Planalto nega versões
A Presidência da República negou que a presidente Dilma Rousseff tenha avaliado que a polêmica gerada pelo encontro entre o ex-presidente Lula e o ministro do STF, Gilmar Mendes, possa envolver o governo. Uma nota deixa claro que, na audiência da presidenta com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Ayres Britto, terça-feira, ela tratou do convite ao presidente do STF para participar da Rio+20 e de assuntos administrativos dos dois poderes.

PSDB critica
Enquanto isso, reunidos em encontro de pré-candidatos do PSDB para eleições municipais, líderes tucanos voltaram a criticar o ex-presidente Lula na polêmica gerada pelo diálogo com o ministro Gilmar Mendes do STF. O senador Aécio Neves disse que o fato surpreendeu não só a ele, mas ao país e gerou constrangimento dos aliados do ex-presidente: “É muito grave que um ex-presidente tente interferir em um outro poder. Surpreendeu o país. Eu venho de um escola política que preserva a liturgia do cargo. Se confirmada (a ação de Lula), e algo de veracidade nos relatos do Gilmar, é triste para democracia e grave do ponto de vista das instituições” disse Aécio. No discurso aos candidatos e prefeitos o presidente nacional do PSDB, deputado Sérgio Guerra, também fez referencia à polêmica envolvendo Lula e Gilmar, oferecendo crítica e dizendo que a oposição tem que ter cuidado, firmeza, uma ação transparente e límpida. Não pode vacilar.

Aécio Neves: "A homogeneidade no discurso do PSDB nas questões nacionais será um diferencial"

Unidade no discurso
Em meio às dicas de como conquistar o eleitor com um ator global, o comando do PSDB cobrou também a "nacionalização" do discurso dos pré-candidatos do partido nas eleições municipais. Outra recomendação para o pleito foi o resgate do legado do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. A posição tucana foi repassada pelo presidente do partido, deputado Sérgio Guerra ao senador Aécio Neves, integrantes da direção tucana e a 60 pré-candidatos das 100 maiores cidades do país.
Por problemas de agenda, o pré-candidato em São Paulo, José Serra, não compareceu. Segundo Guerra, mais do que ter diretórios em todo o país, é preciso trabalhar a coesão: "Quando se fala em nacionalizar o PSDB, não é ter diretórios em todo lugar , o fundamental é que o PSDB seja o mesmo em todo lugar, tenha o mesmo discurso." E acabou sua intervenção dizendo que "não tem a menor simpatia pelo PT. Mas é verdade que se você ouve um petista falar em Florianópolis e outro no Piauí, o discurso pode não ser o mesmo, mas é parecido em virtudes e defeitos. O discurso do PT é o mesmo em todo o lugar", observou.

Para o presidente do PSDB, o Partido precisa ter militantes "vivos", capazes de divulgar as bandeiras do partido. Ele creditou a derrota na última eleição presidencial em parte à falta de empenho da militância. E observou que foi preciso a presidente Dilma Rousseff reconhecer a importância do ex-presidente Fernando Henrique para o PSDB ter coragem de explorar isso. O tucano disse que a rejeição aos oito anos de FHC foi insuflada por conta de avaliações de marqueteiros.

Nacionalizando a campanha
Já Aécio Neves também sugeriu que os candidatos tucanos nacionalizem parte da campanha local, discutindo temas nacionais e repassando para o eleitor o que o PSDB pensa sobre essas questões: "A homogeneidade no discurso nas questões nacionais será um diferencial", assinalou.

Sem crise
Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo/Foto: Wilson Dias/ABr
Mas o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo disse ontem que o episódio envolvendo o ex-presidente Lula e o ministro do STF, Gilmar Mendes, não provocou nenhuma crise entre Executivo e Legislativo:"As relações entre Executivo e Judiciário estão, continuam sendo harmoniosas. Não vejo crise nenhuma".
Alerta de Serra
O ex-governador e pré-candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, José Serra, afirmou ontem que "indiscutivelmente" o país vive neste momento o risco de uma instabilidade institucional diante do imbróglio gerado pelo encontro entre o ex-presidente Lula e o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes. Para ele, não poderia ter sido diferente a postura da presidente Dilma Rousseff, que negou, ontem, ter manifestado preocupação com a ameaça de uma crise nas relações entre Executivo e Judiciário: “ Temos aí na pauta do Judiciário o julgamento do mensalão, que ele aconteça e seja isento. Agora, eu não vou comentar os recentes acontecimentos. Dado o risco que existe, indiscutivelmente, de uma instabilidade institucional temos que contribuir para que essa situação seja superada”, disse Serra, durante sabatina promovida pelo SBT e o portal Terra. Sobre o comunicado divulgado pelo Palácio do Planalto ontem pela manhã, Serra disse que Dilma está tentando não piorar a situação.

quarta-feira, 30 de maio de 2012

lV Edição do Luau Cultural Quatro Estações


O luau Cultural Quatro Estações, já teve três edições realizadas, a primeira foi a “edição de inverno”, que aconteceu no dia 9 de julho de 2011, no espaço cultural Luiz Jardim, e teve como atrações artistas como o poeta Sandoval Ferreira, os repentistas adirson e jucélio, o cantor Hercinho entre outros. E no dia 17 de Dezembro de 2011, foi realizada a “edição de primavera”, na Praça Tiradentes, na ocasião tivemos apresentações de bandas como Dioutro, A Nata e Rogério e os Cabras entre outros. A edição de Verão aconteceu no dia 10 de Março de 2012, no Espaço Cultural Luiz Jardim, e artistas como Maurilio Matos, Léo Noronha, Grupo de Teatro Nós de Gato e a Banda Ronaldo Cesar e a Tropicana Foram algumas das atrações.

Em cada Edição o Luau Quatro Estações faz uma homenagem a um incentivador cultural da nossa região, já foram homenageado Marsillon Falcão, Rogério Diniz e no ultimo Maurilio Matos.

A aceitação do publico com as três edições do luau foi satisfatória e resolvemos manter esse evento cultural, independente e alternativo na cidade de Garanhuns.
Um evento cultural que abrange vários ritmos, vários gêneros e estilos.
O homenageado deste próximo luau será Carlos Janduy, Professor, compositor, poeta, escritor, autor e diretor teatral, radialista e tem o titulo de Cidadão Honorário de Garanhuns.

“Estas homenagens que o Luau Quatro Estações está propondo, é uma forma de fazer justiça e homenagear esses guerreiros que, com a música, com a cultura e com a arte, vem colocando Garanhuns, nesses últimos anos, como uma das cidades mais férteis e produtivas do nosso estado, em todas as áreas artísticas. Vislumbramos, mais adiante, reparar as lacunas que não foram devidamente documentadas ou divulgadas na sua época. Artistas que impulsionaram e serviram de espelho para muitos, os que deram ideias, sugestões e não receberam o devido crédito. É isso que nos propomos reparar.”

Luau Quatro Estações "Edição de Outono"

Dia 2 de Junho - A Partir das 20:00
Espaço Cultural Luiz Jardim -(Em Frente Ao Ferreira Costa)
Djs Black Power
Dueto de Poesia Matuta (Sandoval Ferreira e Wilson China)
Homenagem a Carlos Janduy
Projeto de Música Experimental ( Maurilinho Matos, Lilian Ferreira, Efraim Rocha e André Eugênio)
Terreiro Cibernético
Hercinho Gouveia

Encontro dos professores de Inglês será realizado em Garanhuns

Encontro dos Professores de Inglês das Autarquias é realizado na AESGA
A Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns (AESGA) estará sediando entre os dias 1 e 3 de junho, o Grande Encontro dos Professores de Inglês das Autarquias com Nativos, realizado pelo Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado, Texas A&M University e Associação das Instituições de Ensino Superior do Estado de Pernambuco (ASSIESPE).

Trata-se de um Treinamento dos professores das Autarquias Municipais de Ensino Superior de Pernambuco, envolvendo professores do Texas, das Autarquias Municipais e da SECTEC. O Evento acontece de forma descentralizada, sendo o primeiro momento na AESGA e o segundo em Triunfo, de 8 a 10 e de 15 a 17 de junho.

Segundo informações do Presidente da ASSIESPE, Professor Licínio Roriz, o objetivo do Encontro e da SECTEC/PE é promover a capacitação de docentes do ensino superior junto aos professores advindos dos Estados Unidos da América, visando melhorias a prática do ensino e fluência do inglês como segunda língua.

Junto a Autarquia de Garanhuns, a Atividade contará com a participação das Autarquias Municipais de Cabo de Santo Agostinho, Palmares, Goiana, Arcoverde, Belo Jardim, Limoeiro, Araripina, Salgueiro, Afogados, Belém de São Francisco, Serra Talhada e Petrolina.
Além de sediar do Evento, a AESGA marcará sua participação com a presença de docentes da Instituição, uma vez que oferece o curso de Secretariado Executivo Bilíngue, único curso no segmento em todo o Agreste Meridional. A Abertura do Evento acontece nesta sexta-feira, 1º de junho, no Auditório da AESGA, a partir das 20 horas.

terça-feira, 29 de maio de 2012

Chegou a hora de julgar o Mensalão. Será?

 O dia seguinte: Lula nega pressão e presidente do STF diz que chegou hora de julgar mensalão

Supremo quer votação, Gilmar confirma versão do encontro e OAB se posiciona em documento


O dia político foi dominado pelas repercussões do episódio dominical envolvendo a revelação sobre o encontro do ex-presidente Lula com o ministro Gilmar Mendes, na residência do ex-ministro Nélson Jobim. E quando o processo do mensalão esteve em evidência. Ontem, o cenário político ainda girou em torno do mesmo fato, mas com novos ingredientes. A começar pelas informações constantes da nota divulgada por Lula e outras manifestações. E posicionamentos de setores direta ou indiretamente envolvidos no debate sobre o mensalão. Assim, além de Lula, o presidente do STF, o próprio Gilmar Mendes, entre outros voltaram à cena.
Ex-presidente Lula/Foto: Ricardo Stuckert/Insituto Lula

O encontro
Na nota, a assessoria de imprensa confirma ainda que o líder petista teve um encontro com o ministro Gilmar Mendes, em visita ao ex-ministro Nelson Jobim, mas chama de “inverídica” a versão da conversa divulgada. E ressalta que o ex-presidente “jamais interferiu ou tentou interferir nas decisões do STF ou da Procuradoria Geral da República em relação à ação penal do chamado mensalão. A autonomia e independência do Judiciário e do Ministério Público sempre foram rigorosamente respeitadas nos seus dois mandatos. O comportamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o mesmo, agora que não ocupa nenhum cargo público”.

Presidente do STF
O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Carlos Ayres Britto, também falou ontem em São Paulo e disse que o processo do mensalão está "maduro" para ser julgado. “O que a sociedade quer, o que a imprensa quer, é compreensível. É o julgamento do processo, sem predisposição, seja para condenar, seja para absolver. O processo está maduro para ser julgado, chegou a hora de julgar”, afirmou Britto, que participou em São Paulo do 5º Congresso da Indústria de Comunicação.

Ele disse ainda esperar que o julgamento ocorra rapidamente, mas afirmou que isso depende do ministro Ricardo Lewandowski, incumbido de fazer a revisão do relatório elaborado pelo ministro Joaquim Barbosa, relator do processo do mensalão. “Já me encontro em fase de logística, de elaboração de cronograma (do julgamento), mas estou na dependência do ministro Lewandowski”, afirmou o presidente do STF. E observou que o ministro Lewandowski não sinalizou se entregaria o processo agora ou se o fará no segundo semestre.

“Rigorosamente não sei. Mas estou preparado para ultimar a logística, a formatação do julgamento, e, tão logo o revisor, o ministro Lewandowski disponibilize o processo para a pauta de julgamento, darei o início. Farei a publicação devida no 'Diário da Justiça' e darei, junto aos outros ministros, início ao julgamento”, afirmou.

E a respeito da polêmica envolvendo o ministro Gilmar Mendes, o ex-presidente Lula e o ex-ministro Nelson Jobim, Ayres Britto limitou-se a dizer: "Foi um diálogo protagonizado por três agentes, dois desses agentes já falaram (Mendes e Jobim), falta o terceiro (Lula). Aguardemos a fala do terceiro".

E o terceiro, Lula, também falou, manifestando-se sobre o episódio, ontem à tarde, através de um comunicado.
Ayres Britto, presidente do STF: “O processo (mensalão) está maduro para ser julgado, chegou a hora de julgar”

OAB se posiciona
O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Ophir Cavalcante, também entrou no debate e comentou, por meio de nota, a reportagem da revista “Veja”, segundo a qual o ex-presidente Lula estaria pressionando ministros do STF. Eis o comunicado: “O Supremo Tribunal Federal, como instância máxima da justiça brasileira, deve se manter imune a qualquer tipo de pressão ou ingerência. Ainda que o processo de nomeação de seus membros decorra de uma escolha pessoal do presidente da República, não cabe a este tratá-los como sendo de sua cota pessoal, exigindo proteção ou tratamento privilegiado, o que, além de desonroso, vergonhoso e inaceitável, retiraria dos ministros a independência e impessoalidade na análise dos fatos que lhe são submetidos.

São estas condições fundamentais para a atividade do julgador e garantias inarredáveis do Estado democrático de Direito. A ser confirmado o teor das conversas mantidas com um ministro titular do Supremo, configura-se de extrema gravidade, devendo o ex-presidente, cuja autoridade e prestígio lhe confere responsabilidade pública, dar explicações para este gesto. Ao mesmo tempo, a Ordem dos Advogados do Brasil reafirma a sua confiança na independência dos ministros do Supremo Tribunal Federal para julgar, com isenção e no devido tempo, as demandas que constitucionalmente lhe são apresentadas”, diz Ophir Cavalcanti em nota oficial.

E Gilmar confirma
Já o ministro do STF, Gilmar Mendes, confirmou ontem, em entrevista à Globo News, o teor da conversa que teve com o ex-presidente Lula e revelou como o assunto do julgamento do mensalão foi abordado. Admitiu ter havido uma tentativa de ingerência por parte do ex-presidente sobre o processo do mensalão e ainda rebateu o ex-ministro do STF, Nelson Jobim, sobre a conversa que tivera com ambos no dia 26 de abril: “Falamos, sim, de mensalão. O ex-presidente lembrou da importância do julgamento do caso e da necessidade de que, se possível, não se julgasse este ano, pois não haveria objetividade. Eu respondi que não me parecia possível adiar este julgamento”, disse Gilmar Mendes.

Oposição age
Senador Alvaro Dias/Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Os partidos de oposição pretendem protocolar na Procuradoria Geral da República, representação contra o ex-presidente Lula, pedindo investigação sobre a suposta conversa que ele teria mantido com o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes. Nela, lideranças do PSDB, do DEM e do PSOL vão pedir instauração de inquérito policial para apurações, segundo o líder do PSDB no Senado, Álvaro Dias.

A oposição não pretende, por enquanto, levar o assunto para a CPMI do Congresso que investiga o esquema de Carlos Cachoeira. "Esta (a representação) é a providência concreta que nos cabe agora", disse.

Para o líder tucano, discutir na CPI a denúncia contra Lula, publicada pela revista "Veja", tumultuaria a comissão, no momento em que se quer votar requerimentos convocando os governadores de Goiás, do Rio de Janeiro e do Distrito Federal e a quebra dos sigilos bancário e fiscal da construtora Delta.

Demóstenes fala no Conselho de Ética e a CPI vai decidir sobre convocação de governadores
Primeiro depoimento do senador sobre as acusações deverá ocorrer na manhã de hoje
Um dia forte em Brasília: o Conselho de Ética do Senado e a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito que investiga Carlos Cachoeira estarão em atividade. Às 9h15 de hoje, o senador Demóstenes Torres começará a se defender no Conselho, diante das acusações de quebra de decoro parlamentar. As atenções também estarão voltadas para dois pontos polêmicos: a possível convocação de três governadores e a quebra dos sigilos bancário, fiscal e telefônico relacionados à direção nacional da Delta Construções. A convocação de Sérgio Cabral, Marconi Perillo e Agnelo Queiroz gerou algumas polêmicas e o presidente Vital do Rêgo acabou antecipando a decisão para hoje com o apoio dos parlamentares do PMDB, PT e PSDB.

Senador Demóstenes Torres/Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Conselho de Ética
No Conselho de Ética do Senado, Demóstenes Torres vai quebrar o silencio e apresentar sua defesa às 9h15. Seu advogado, Antonio Carlos de Almeida Castro, adiantou que o parlamentar deve usar os primeiros 20 minutos da sessão para falar sobre sua atuação na vida pública, ficando, a seguir, à disposição para responder perguntas. Desde que iniciou a análise da representação contra Demóstenes, o Conselho de Ética ouviu dois delegados responsáveis pelas operações Vegas e Monte Carlo que resultaram na prisão de Carlos Cachoeira e revelaram a ligação do bicheiro com parlamentares. Na CPMI, onde também vai falar, dois dias após, o seu advogado admite que ele poderá ficar calado, exercendo o direito de não fornecer provas contra si. Em entrevista à Rádio Senado, o senador Humberto Costa, relator no Conselho de Ética, disse estar inteiramente aberto a confrontar as denúncias com a defesa dele e elaborar um relatório.

Calendário
Assim, os próximos passos da CPMI e do Conselho de Ética para esta semana já estão definidos:
* 29/05 (terça-feira) às 9h30: depoimento do senador Demóstenes Torres no Conselho de Ética;

* 29/05 (terça-feira) às 14h: reunião administrativa da CPMI mista para eleição do vice-presidente e apreciação de requerimentos, entre eles os que dizem respeito a convocações de governadores de Estado;

* 30/05 (quarta-feira) às 10h15: depoimento na CPI mista de Cláudio Abreu, José Olímpio de Queiroga Neto, Gleyb Ferreira da Cruz, Lenine Araújo de Souza e Jayme Eduardo Rincón;

* 31/05 (quinta-feira) às 10h15: depoimento de Demóstenes Torres na CPMI.


Antonio Carlos de Almeida Castro, advogado de Demóstenes Torres: “Vamos avaliar como serão as perguntas que ele terá de responder no Conselho para depois saber se será necessário ele falar na CPMI ou não".

Previsões
As declarações no Conselho de Ética serão as primeiras explicações do senador Demóstenes Torres sobre sua relação com o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlos Cachoeira, preso pela Polícia Federal em fevereiro durante a Operação Monte Carlo. Seu advogado Antonio Carlos de Almeida Castro disse que ele está preparado para responder aos questionamentos. O depoimento de Demóstenes deve começar com um discurso, em que ele apresentará um pouco sobre sua história parlamentar. E depois deverá colocar-se à disposição para responder às perguntas dos senadores. Na CPMI o advogado do senador antecipa a estratégia: “A CPMI é uma decisão jurídica. Vamos avaliar como serão as perguntas que ele terá de responder no Conselho para depois saber se será necessário ele falar na CPMI ou não".

Na condição de testemunha, a CPMI também convocou para prestar depoimento o presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras, Jayme Rincon, citado em escutas telefônicas da Polícia Federal.

As convocações
Senador Vital do Rêgo/Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

O presidente da CPMI, senador Vital do Rêgo, confirmou que na sessão administrativa de hoje, pretende colocar em votação mais de cem requerimentos, incluindo os que convocam governadores a prestar depoimento e o que quebra o sigilo bancário da construtora Delta nacional. De acordo com o presidente da comissão, as convocações dos governadores Marconi Perillo, Agnelo Queiroz e Sérgio Cabral devem ser votados separadamente.

Descriminalização de drogas
A Comissão Especial de Juristas que elabora o anteprojeto do novo Código Penal aprovou ontem a descriminalização do uso de drogas no país. Pelo texto, salvo prova em contrário, será presumido que se destina a uso pessoal uma quantidade de substância entorpecente encontrada com o usuário que represente consumo médio individual de cinco dias, segundo informações da agência Senado.
A quantificação específica, a depender também do grau lesivo da droga, dependerá ainda de regulamentação específica a ser elaborada pela autoridade administrativa de saúde, que hoje compete à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).


Para o tráfico, os juristas sugeriram tratamento pesado, mas menos rigoroso que o previsto na atual Lei de Drogas (Lei 11.343, de 2006). Foi mantida a multa e a menor margem da pena de prisão, de cinco anos, mas o teto caiu de 15 para dez anos. O crime de tráfico abrange importar, exportar, remeter, preparar, produzir, fabricar, adquirir, vender e oferecer drogas ilegais, ainda que gratuitamente. A mesma pena se estende ao cultivo, plantio ou colheita de matéria-prima para a fabricação de drogas.

Quanto ao consumo, pela solução aprovada, deixa de haver crime “se o agente adquire, guarda, tem em depósito, transporta ou traz consigo drogas para consumo pessoal”. O mesmo acontecerá em relação a quem, também para consumo pessoal, semear cultivar ou colher plantas destinadas á preparação de drogas para consumo pessoal.

Os juristas decidiram, por outro lado, sugerir prisão de seis meses a um ano, além de multa, para punir o uso ostensivo de drogas. Isso depois de intenso debate e a manifestação de um dos integrantes de que não gostaria de ser constrangido, ao lado de seu filho, por cena de consumo público de droga.

Designada pelo presidente do Senado, José Sarney, a partir de sugestão do senador Pedro Taques a comissão ganhou prazo adicional de um mês para concluir seus trabalhos. O anteprojeto agora deverá ser entregue até 25 de junho. Depois disso, o texto deverá começar a tramitar como projeto de lei ordinária.



Seminário sobre Psicologia e Direitos Humanos fará homenagens a varias Mulheres Pernambucana

Coordenadora do Cendhec será homenageada no Seminário sobre Psicologia e Direitos Humanos


A partir desta terça-feira (29 de maio), será realizado no Teatro Guararapes, Olinda, o V Seminário de Psicologia e Direitos Humanos, com o tema Direitos Humanos, práticas e desafios. O evento, organizado pelo Conselho Regional de Psicologia de Pernambuco, faz parte da celebração dos 50 anos da Psicologia no Brasil. O evento termina na quinta (31).

Durante o evento, haverá uma homenagem a 20 mulheres que tem destacada atuação no Compromisso com a Construção do Bem Comum. Uma das homenageadas será a coordenadora executiva do Cendhec, Valeria Nepomuceno, escolhida pela luta histórica em defesa dos direitos humanos das crianças e dos adolescentes. A homenagem acontecerá na quarta-feira (30 de maio), às 11h. Confira a lista de mulheres que estarão sendo homenageadas pelo Conselho Regional de Psicologia durante o Seminário.

Ana Bock - Psicóloga/Instituto Silvia Lane e militante da Psicologia Brasileira.
Ana Lucia Francisco – Psicóloga e militante da Psicologia.
Ana Veloso – Jornalista, integrante do Coletivo Intervozes Luta pelo Direito e Democratização da Comunicação, militante do movimento de mulheres de Pernambuco.
Carmen Silva (representando Betânia Ávila) - Socióloga, feminista do SOS Corpo.
Clara Goldman – Psicóloga e Vice-presidente do Conselho Federal de Psicologia/CFP.
Cristina Amaral – Embaixatriz de Direitos Humanos.
Edusa Pereira – Fundadora do IPETI – Instituto de Pesquisas e Estudos da terceira Idade/CEDI – Conselho Estadual dos Direitos do Idoso.
Elzita Santa Cruz – Militante de DH e do Direito à Memória e à Verdade e mãe de desaparecido político.
Fórum de Mulheres de Pernambuco – Representante
Hilda Barros – Cacique Indígena Entre Serras Pankararu
Inaldete Pinheiro – Ativista histórica do Movimento Negro, escritora
Jacqueline Rocha – Transexual feminina
Lenira Carvalho – líder das trabalhadoras domésticas de Pernambuco
Maria Aparecida Pereira Pellagarth – Representante da Luta Antimanicomial de Pernambuco
Maria de Jesus Moura – Psicóloga, militante do Observatório Negro/ONEG
Maria Ferreira Lima de Sousa/Dona Lia do Sindicato – 1ª Presidenta do Sindicato dos Trabalhadores Rurais
Rivânia Maria da Silva – Líder Quilombola
Severina Santana – Psicóloga militante dos Direitos Humanos
Tereza Leitão – Deputada Estadual
Valeria Nepomuceno – Cendhec, militante em Defesa dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes

Caravana contra o trabalho Infantil percorre o interior pernambucano


Continua nesta terça-feira, a etapa de Pernambuco da Caravana do Nordeste contra o Trabalho Infantil, iniciativa do Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e que em Pernambuco tem a coordenação do Fórum Estadual para Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (Fepetipe). Com diversas ações e estratégias, a Caravana é uma mobilização para chamar a atenção da sociedade para a necessidade de enfrentamento do problema.

A atividade está acontecendo na sede da Autarquia de Ensino de Garanhuns – AESGA, Bairro São José. Neles, serão reunidos representantes dos governos Municipais, da Sociedade Civil, operadores de direitos da criança e do adolescente de todo o estado. Paralelamente aos seminários, estão sendo realizadas atividades educativas com crianças e adolescentes de programas sociais.

Amanhã (30 de maio), a Caravana estará passando pelo município de Goiana. As atividades estarão se iniciando a partir das 8h, no Cine Polyteama, que fica na Av Marechal Deodoro da Fonseca, s/n - Centro.Na quinta-feira, a Caravana chega ao Recife para ato que acontecerá na sede do Governo do Estado.

Nos dias dos eventos nas cidades, a Caravana contará com o apoio dos Correios na divulgação. É que os carteiros – literalmente – vestirão a camisa da campanha, reforçando o grande mote da Caranava, que é o combate ao trabalho infantil, junto à população.


SALGUEIRO

Mais de 200 pessoas, entre representantes de instituições públicas, privadas e da sociedade civil, participaram do evento, no auditório do Instituto Federal de Salgueiro, nesta segunda-feira.

Após a abertura dos trabalhos, houve palestra sobre o trabalho infantil e juvenil no tráfico de drogas. Em seguida, foi aberto espaço aos representantes dos municípios para que falassem dos maiores problemas enfrentados nas cidades. A maioria deles falou sobre a questão do trabalho em feiras livres e no comércio informal, como no caso do "picolezeiros".

Sobre o assunto, a auditora fiscal do Trabalho, Paula Neves, membro do Ministério do Trabalho e Emprego no Fepetipe, explicou como aconteceu as fiscalizações. Disse que no ano passado, mais de 50 cidades do interior foram fiscalizadas. Aproveitou a ocasião para alertar sobre a responsabilidade dos municípios no combate à prática.

Terremoto na Itália Deixa Vitimas Fatais

Após mortes, segundo forte terremoto atinge norte da Itália
Tremor de magnitude 5,6 ocorreu horas após abalo de magnitude 5,8. Polícia já registra pelo menos 10 mortes, e número pode subir.

Do G1, com agências internacionais

Um novo forte terremoto de magnitude 5,6 atingiu o norte da Itália nesta terça-feira (29), poucas horas após um abalo de magnitude 5,8 ter atingido a região, deixando mortos, feridos e danos significativos em várias cidades.

Pelo menos dez pessoas morreram, segundo a polícia, mas o número de vítimas deve crescer.
Três pessoas morreram em San Felice de Panaro no desabamento de uma fábrica. Duas pessoas faleceram na cidade de Mirandola, uma em Concordia e outra em Finale, anunciou o capitão Salvatore Iannizzotto, da polícia de Modena.

Tremor suspende amistoso da seleção e trabalho da Ferrari. Ducati fecha fábrica

De acordo com informações ainda não confirmadas, dois padres faleceram nos desabamentos de igrejas: o pároco da cidade de Rovereto di Novi e o sacerdote da catedral de Carpi, entre as cidades mais prósperas e históricas da região.

"Vamos superar este momento", anunciou emocionado o presidente da República, Giorgio Napolitano.
O premiê italiano, Mario Monti, interrompeu uma reunião para tranquilizar o país e garantir que "o Estado está preparado e fará o possível" ante a inédita emergência.

O número de vítimas é provisório e as autoridades locais tentam coordenar os trabalhos.
"É um desastre, um desastre", comentou atônito o prefeito de San Felice.
Ele, porém, não estimou um número.
“Há vítimas. A situação é muito grave. Algumas pessoas estão presas sob escombros”, afirmou Silvestri.
O primeiro tremor ocorreu às 9h locais (4h de Brasília) e foi sentido em Parma, Bolonha e Milão.

O abalo ocorreu a 40 quilômetros ao norte de Bolonha e a 60 quilômetros a leste de Parma, a uma profundidade de 9,6 quilômetros, considerada rasa, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), que monitora tremores de terra pelo mundo.

Bombeiros buscam entre escombros de fábrica que ruiu após o terremoro desta terça-feira (29) na cidade italiana de Mirandola (Foto: AP)O segundo ocorreu às 12h55 locais (7h55 de Brasília), praticamente na mesma região, e foi sentido em cidades como Modena, Milão e Brescia.
Houve vários tremores secundários menores entre o primeiro e o segundo grande abalos.

Há pouco mais de uma semana, um outro forte terremoto atingiu a região, deixando sete mortos e um rastro de destruição.
O epicentro foi localizado em Modena, na região da Emilia Romagna.
Segundo a imprensa italiana, bombeiros e equipes de resgate buscam desaparecidos.

Secretaria da Mulher Promove Seminário sobre Minha Certidão

Cidadania garantida para os novos pernambucanos.O Programa Minha Certidão, toda criança que nasce nas maternidades do SUS, em Pernambuco, tem garantido a certidão de nascimeno. O reistro civil eletrônico, na prróproa maternidade é um direito dos pequenos cidadãos pernambucanos.

Objetivo
Secretaria Cristina Buarque
Este Programa compreende a instalação de unidades interligadas aos cartórios de Registro Civíl de Nascimento, funcionando nas maternidades públicas ou conveniadas com o SUS- Sistema Unico de Saúde , visando a erradicação do sub registro do Estado de Pernambuco.

Sistema
A emissão eletrônica do regsitro civíl é via internet ,com assinatura digital. O documento físico é impreso e entregue ao declarante ainda na maternidade, simplificando o processo de emissão da certidão de nascimento.




Beneficios
A família da criança não precisa se deslocar até o cartório, economizando tempo e dinheiro . O sistema tras muito mais conforto e comodidade à população.

segunda-feira, 28 de maio de 2012

UPE,ADVAMPE realizam Projeto pró deficientes visuais em Garanhuns

 Projeto Social (totalmente gratuito)para pessoas com deficiencia visuais.
Trata de um curso que visa inserir digitalmente as pessoas com deficiencias  visuais ,através do ensino das mais novas tecnologias para esse público. A abertura oficial deste projeto aconteceu hoje, segunda (28/05) às 13h no Telecentro que fica na Av. Julia, N 820, Bairro Boa Vista (ponto de referência Rua do "Posto
Ipiranga", descendo a escola João da Mata) em Garanhuns. Este curso faz parte do projeto de extensão vinculado à PROEC (Pró-Reitoria de Extensão da UPE) e tem como tema Educação Inclusiva e Tecnologias Assistivas no processo de ensino-aprendizagem para deficientes visuais.O Projeto  terá a participação do prof Higor Monteiro, professor do curso de Licenciatura em Computação da Universidade de Pernambuco (UPE) do Campus Garanhuns, e tem como integrantes as alunas Aline Ferreira, Roseane Martins e Jessica Pontes, com o apoio da UPE, Prefeitura Municipal de Garanhuns, e da ADVAMPE no desenvolvimento de suas atividades.
A Tec Jr., empresa júnior formada e gerida por alunos de graduação do curso Licenciatura em Computação do Campus Garanhuns, promove um projeto social que consiste em realizar um curso sobre tecnologia assistiva para deficientes visuais que moram na própria cidade e em regiões vizinhas.
 O evento contou com a participação  de Ornilo Lundgren , Secretário de Desenvolvimento Econômico de Garanhuns, que oficializou  este projeto social. Para mais informações ligue: 81-9135.1452 ou
81-9808.1852.

VAGA DE EMPREGO PARA ADMINISTRADORES



EMPRESA: Controle Consultoria.
CARGO: Consultor em Gestão Pública.
CONTATOS: Enviar e-mails para selecaocontrole2011@gmail.com até o dia 10/06/2012
EXIGÊNCIAS DO CARGO: Disponibilidade para viagem, conhecimento em Gestão Pública, proficiência no pacote Office, sobretudo Excel e PowerPoint, boa escrita.



Congresso traz ao Anhembi conquistas médicas em Oftalmologia

O XII Congresso Internacional de Catarata e Cirurgia Refrativa vai reunir no Anhembi os melhores profissionais de Oftalmologia do mercado para analisar os mais recentes avanços do setor.

De 30 de maio (4ª feira) a 02 de junho (sábado), o congresso contará com um time de especialistas de destaque internacional, para troca de experiências e construção de mais um capítulo importante na história da Oftalmologia.

Com programação dinâmica, interativa e moderna, o evento será todo desenvolvido por meio de ações de sustentabilidade e responsabilidade social – uma vez que os materiais utilizados serão produzidos com papel reciclado.
E ainda: coleta seletiva e reciclagem após congresso. Credenciais em papel semente, incentivo ao plantio de árvores e apoio à Fundação Gol de Letra.
Profissional do setor, venha participar!
Incrições somente no local
Serviço
Data:
30/maio a 02/jun/12 (qua. a sáb.)

Horário:
qua das 12h às 19h30
qui. das 8h às 20h
sex. das 10h às 21h
sáb das 10h às 18h

Local: ANHEMBI PARQUE
Palácio das Convenções -Av. Olavo Fontoura, 1209

Ótimo também para os ouvidos .Orquestra de Heliópolis na Abertura Oficial do Congresso e na Festa de Confraternização, show com Paralamas do Sucesso

Petrolina ganha novo monumento religioso‏

Petrolina ganha novo monumento religioso




Com a animação do louvor do coral católico infantil ‘Amigos de Jesus’ do bairro Santa Luzia, e do músico Renato Augusto da igreja Assembleia de Deus do bairro José e Maria, o prefeito Julio Lossio inaugurou na noite de ontem (25), o mais novo monumento público da cidade, denominado ‘A Bíblia’. A escultura, localizada na Avenida Clementino Coelho, tem o objetivo de enviar uma mensagem de fé e paz às pessoas que passam pelo local.

A obra possui quatro metros de comprimento, dois de profundidade e seis de altura e foi elaborada com a utilização de concreto armado com revestimento de mármore e estuque (material utilizado em esculturas italianas), além de cal, cola e outros. O monumento descreve um versículo do evangelho de São Mateus (22:37-39), com o trecho: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração. De toda a tua alma, e de todo o teu entendimento. Amarás o teu próximo como a ti mesmo”.





quarta-feira, 23 de maio de 2012

PROGRAMAÇÃO DE LITERATURA SESC NO FIG 2012


Durante o FIG a programação literária acontecerá na biblioteca Luis Jardim e no Salão de Eventos a partir das 16h

Dia 14 - Com a palavra, o escritor
Escritor convidado: Xico Sá
Mediação: Paulo Carvalho

Dia 15 - Retratos Imorais da Literatura
Uma conversa com Ronaldo Correia de Brito
Mediação: Nivaldo Tenório

Dia 19 - Literatura e Cinema
Com: Homero Fonseca e Wilson Freire
Mediação: Talles Colatino

Dia 20 - A poesia nossa de cada dia
Uma conversa com Geraldo Holanda
Mediação: Mário Rodrigues

Dia 21 – Ficção, realidade e memória?
Uma conversa com Cristovão Tezza
Mediação: Inácio França

Dia 20 - Performance poética
O Biscoito da Sorte com o Grupo Vozes Femininas (Intervenção de rua)

Duos – Música Instrumental Brasileira retorna a Garanhuns



Duos retorna a Garanhuns para nova temporada no mês de junho. A partir do dia 1º de junho, sexta-feira, o palco do Teatro Luiz Souto Dourado – Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti – receberá duplas de instrumentistas para mostrar ao público um repertório repleto do que há de melhor na música instrumental.

Duos é um projeto que desafia os músicos a tocarem com novos parceiros. “A proposta é reunir artistas que não se conhecem ou que nunca tocaram juntos para uma única apresentação”, explica Claudia Moraes, produtora executiva dos espetáculos.

“Eles são instigados a montar o repertório e ensaiar em dois dias. Isso acaba provocando uma sessão em que há muito improviso é quando aflora o talento dos participantes”, adianta Amaro Filho, produtor, revelando que é justamente aí que está fórmula do grande sucesso do projeto.

Foi justamente esta provocação de estilos, sonoridades e personalidades que ganhou a simpatia do público na primeira edição de Duos, realizada em 2010.

Programação – Inicio: 20h
Dia 01 de junho – Pablo Fagundes (gaita) e Cesar Michiles (flauta)
Dia 02 de Junho – Carlos Malta (Flautas, sax)) e Breno Lira (Guitarra)
Dia 07 de junho – Cacai Nunes (vila caipira) e Cláudio Rabeca (Rabeca)
Dia 09 de Junho – Ricardo Ukzoc (contra baixo)e Fred Andrade guitarra)
Dia 15 de junho – Giba Alves (Sanfona) e Beto do Bandolim (bandolim).
Dia 16 de Junho – Ewerton Sarmento -Bozó (violão 7 cordas) e Caca Malaquias (clarineta, sax)
Local: Teatro Luiz Souto Dourado – Praça Dom João Moura – Esplanda Guadalajara

Duos é uma realização da Página 21 com apoio da Prefeitura de Garanhuns e incentivo do Funcultura, Secretaria de Cultura e Governo de Pernambuco. A entrada é franca e os ingressos devem ser retirados no local de 9h às 13h.

Petrolina recebe espetáculo musical “Da Zona da Mata ao Sertão”



A Secretaria de Cultura de Petrolina está apoiando o espetáculo musical 'Da Zona da Mata ao Sertão', que ocorrerá nesta quinta-feira (24), às 20h, no Palco da Orla de Petrolina. O evento tem como objetivo mostrar a cultura pernambucana desde a Zona da Mata ao Sertão, através dos shows com os grupos Ticuqueiros, de Nazaré da Mata, e Matingueiros, de Petrolina.

Produzido por Canavial – Arte e Cultura, o musical tem incentivo da Fundação do Patrimônio Histórico e Cultural de Pernambuco (Fundarpe), Secretaria de Cultura de Pernambuco, e foi apresentado nas cidades de Nazaré da Mata, Recife e Goiana durante o mês de maio. Petrolina será a última cidade a receber o espetáculo.

terça-feira, 22 de maio de 2012

Suvinil pinta predios em Garanhuns

Prefeitura e Suvinil firmam Parceria

A Prefeitura de Garanhuns, através da Secretaria de Cultura, e a empresa de tintas Suvinil, irão trazer novas cores as fachadas de alguns órgãos públicos da Cidade das Flores. A iniciativa faz parte de uma parceria entre o poder público Municipal e a Empresa, que neste ano será uma das patrocinadoras oficiais do Festival de Inverno.

Além de contemplar o prédio do Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti, também terão a sua pintura revitalizada as Praças Dom Moura, 1, 2 e 3 , situadas defronte ao Centro Cultural. A etapa 1 da praça esta em obras com previsão para conclusão nos próximos dias. As fachadas das casas que dão acesso ao Cristo do Magano, também contarão com novas pinturas, numa ação inédita que trará um colorido especial aquela localidade.

Segundo Philippe Haddad, gerente de Departamento de Vendas no Nordeste da Suvinil, a Empresa estará participando ativamente da 22ª edição do FIG. “Estaremos participando de praticamente todos os pólos. Nosso intuito é mostrar que a Suvinil é uma marca que se preocupa com a sustentabilidade e com a beleza. Nós queremos colorir não apenas Garanhuns, mas todo o Nordeste”, declarou Haddad.

Para que o trabalho possa ser realizado num curto espaço de tempo, a Empresa irá capacitar a própria comunidade e alguns profissionais da área. “Nós faremos um treinamento intensivo para repaginar todo o complexo do Centro Cultural. O que queremos é dar mais vida a Cidade e mostrar que a Suvinil veio para ficar”, finalizou Philippe Haddad.

"Mostra IV UNICO - Tecnobrasilidades"

O Sesc Petrolina Convida a todos para a abertura da exposição "Mostra IV UNICO - Tecnobrasilidades" nesta Quinta-Feira dia 24/05 ás 20h na Galeria de Artes Ana das Carrancas. No mesmo dia (24/05) ás 15h na UNIVASF campus Juazeiro será realizado o bate papo "Conexões criativas - Dialogos sobre arte e tecnologia" com a participação do colegiado de artes visuais, do Serviço Social do Comércio e dos artistas participantes da exposição.


A mostra é o resultado do Salão Universitário de Arte realizado pelo Sesc Casa Amarela em Recife, que na IV edição teve como tema central a tecnologia como possibilidade para a criação em artes visuais. A mostra é composta por trabalhos que articulam em sua criação arte e tecnologia sendo 11 trabalhos de artistas universitários e 01 trabalho do artista convidado Jarbas Jácomi. A realização da mostra em Petrolina pretende promover um dialogo com os artistas universitários e não universitários da cidade, assim como o público em geral, propondo uma reflexão sobre temas relacionados a tecnologia e sua utilização como suporte de criação.

Os artistas participantes da mostra são: Adones Valença
AEB (Projetos 1 e 2 Cazumbagens), Ana Lucia Diniz e Alan Tonello Borba
UFPE (Corpo Liquido), Bruna Monteiro
UFPE (elecrônico), Clarissa Machado
UFPE (Mais Perto do Céu), Eduardo Salles
IFPE (Os mais novos sabios), Heleno Neves
UFRPE (Para onde eu vou se eu nem mesmo sei quem sou), David Nascimento
UFPE (Futilidade e Propaganda), Marcela Camelo
UFPE (Superorgânico), Mariana Gama Chaves Lima
UFPE (Plano Aberto), Mariza Moreira
UFPE (Para onde vão os emails apagados?), Silvio Ribeiro da Silva Sales
UFPE (Versatilidade de um Pixel).
Artista Convidado: Jarbas Jácome (Vitalino).

SOS CORPO debate RIO+20


SOS CORPO debate RIO+20, justiça socioambiental e exploração do trabalho das mulheres

Qual a situação do trabalho das mulheres em um contexto de crise do capitalismo? Como a RIO+20 atinge a vida das pessoas? Como combater a super exploração do trabalho e da natureza? Para discutir e aprofundar questões como essas, o O SOS Corpo – Instituto Feminista para a Democracia realizará, como atividade do centro cultural feminista neste mês de maio, debate sobre a RIO+20. Será na próxima quinta-feira, dia 24 de maio, a partir das 18h30, no bairro da Madalena, Recife/PE.

Para fazer provocações e lançar perspectivas sobre o tema “Rio+20 – Isso nos atinge!”, são convidadas: Analba Brazão, da Articulação de Mulheres Brasileiras (AMB); Rosane Silvia, da Secretaria Nacional das Mulheres Trabalhadoras da CUT – Central Única dos Trabalhadores/as; Mércia Alves, do Centro Dom Hélder Câmara de Estudos e Ação Social (Cendhec) e do Fórum Regional de Reforma Urbana (FERU); e Ana Dubeaux, do Fórum de Economia Solidária. O debate é aberto a participação de todas e todos.
A Rio+20 Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável acontece de 13 a 22 de junho deste ano. Mais uma vez, e 20 anos após a Eco 92, os chefes de Estado do mundo todo irão se reunir na Cúpula de Presidentes para traçar os rumos do desenvolvimento e seus impactos no meio ambiente.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Garanhuns busca o Pentacampeonato no Dia do Desafio

 Dia do Desafio


No próximo dia 30 de maio, a cidade de Garanhuns participa de mais uma edição do Dia do Desafio. A iniciativa, de caráter mundial, visa o incentivo à prática regular de atividades físicas em benefício da saúde, em busca do bem estar coletivo. A realização é do SESC local e Prefeitura de Garanhuns.

O Dia do Desafio foi criado no Canadá, em 1983, sendo realizado anualmente, sempre na última quarta-feira do mês de maio. A iniciativa propõe que as pessoas interrompam suas atividades rotineiras e pratiquem, durante 15 minutos consecutivos, qualquer tipo de atividade física. Na competição, cidades do mesmo porte se confrontam para mobilizar a maior porcentagem de pessoas, em relação ao número oficial de habitantes.
Diversas atividades físicas podem ser realizadas, tanto individuais, quanto coletivas, como: caminhadas, corridas, alongamento, prática de yoga, relaxamento, ginástica multifuncional, jogos, gincanas, passeio de bicicleta, campeonatos, recreação, natação e hidroginástica. Tudo isso realizado em parques, empresas, bairros, escolas e clubes da cidade.

Neste ano, Garanhuns busca o pentacampeonato e enfrenta a cidade cubana de Marianao. Em 2008, Garanhuns participou pela primeira vez da competição e venceu a cidade boliviana de Potosí, mobilizando cerca de 42% da população. No ano de 2009, a cidade concorrente foi Comodoro Rivadavia, da Argentina e ganhou novamente, movimentando mais uma vez 42% dos garanhuenses. Em 2010, Garanhuns alcançou a vitória contra a cidade de Acolman, no México, mobilizando 65,36% da população nas atividades. Já em 2011, 75,92% dos moradores da Cidade das Flores alcançaram o tetra campeonato na Competição, vencendo a cidade de Manzanillo, de Cuba.

CURTA AGRESTE - AESGA APRESENTA “OS CEGOS”

 Curta Agreste apresenta “OS CEGOS”


A Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns (AESGA) realiza nesta quarta-feira, 23 de maio, mais uma edição do Projeto Curta Agreste – AESGA, desenvolvido por meio da coordenação de Projetos Sociais da Instituição com o objetivo de divulgar o cinema produzido na Região, investindo na contribuição para a formação de um universo disciplinar.

O Projeto, voltado para a apresentação de filmes e debates em torno de questões sociais nas diversas regiões do Agreste Meridional, apresenta nesta semana o vídeo “Os Cegos”, de Luís Jardim, adaptado e roteirizado por Julierme Galindo.

Baseado num dos contos mais engenhosos de Luís Jardim, a Troupe Azimute, em parceria com a Imburana Filmes, estreia seu primeiro média metragem, contando com um elenco com a experiência sob medida para recriar “Os Cegos”, conto homônimo do livro “Maria Perigosa”, do premiado autor garanhuense, Luis Jardim.
A exibição acontecerá no Auditório da AESGA a partir das 19 horas.

domingo, 20 de maio de 2012

Movimento Político Nacional

Carlos Fehlberg
E adiantou que Partido vai assumir com clareza governo de FHC e “nosso legado”

O presidente do diretório nacional do PSDB, deputado federal Sérgio Guerra admitiu ontem que o Partido deve lançar o senador tucano Aécio Neves como candidato para a disputa presidencial de 2014. Ele garante que a escolha será feita por meio de prévias "mesmo que tenha só um candidato", mas adiantou que não há "nenhuma força no PSDB hoje que faça oposição ao Aécio dentro do partido".

Falando a empresários mineiros em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, Guerra, sem se referir diretamente ao senador, declarou que "renovar o partido é fundamental" e que Aécio "tem uma visão contemporânea, democrática, agrega e pode apresentar uma nova proposta para o país". Disse ainda que, nas próximas campanhas, o Partido não vai cometer o "maior dos erros" das últimas disputas, de não adotar a posição de "assumir com clareza o governo de Fernando Henrique Cardoso e nosso legado", pois permitiu que as conquistas da legenda no Executivo fossem "apropriadas em grande parte pelo partido que nos sucedeu. A ideia foi jogar para baixo do tapete uma acidental, ocasional e conjuntural rejeição que tinha o governo Fernando Henrique e assumir uma postura de alguma forma nos desligar do governo que fizemos", disse.

Jobim questiona
O ex-ministro da Defesa Nelson Jobim reapareceu ontem em evento do PMDB e fez um discurso duro, cobrando dos dirigentes posições sobre questões importantes que estão em debate. Dirigindo-se aos líderes presentes, como o senador Renan Calheiros, o deputado Henrique Eduardo Alves e até o vice-presidente Michel Temer, Jobim disse que o PMDB é um partido sem posição: “ O momento é de termos cara e voz. O que a gente pensa sobre assuntos como o Pacto Federativo? O que pensamos sobre o Fundo de Participação dos municípios? Eu sou um pequeno quadro do partido, os senhores que lideram é que precisam tomar posições. Ter posição é assumir riscos. Desde 1989 não corremos riscos. Nos tornamos homologadores.”

O vice-presidente Michel Temer, respondeu a Jobim, afirmando que o partido tem sim bandeiras e que a proposta de candidatura própria à Presidência da República é questão a ser discutida, assunto que está em aberto. Salientou, no entanto, quais são as prioridades imediatas do PMDB: “ Primeiro, a gente tem que fazer muito mais prefeitos este ano. Depois, fazer os presidentes da Câmara e do Senado. Não podemos negar a qualificação política do PMDB. Isso interessa aos nossos adversários. Temos que nos unir,” - disse Temer, listando bandeiras defendidas pelo partido no Congresso, como o Código Florestal, as questões municipalistas e o Funpresp.

Nélson Jobim numa reunião do PMDB: “Desde 1989 não corremos risco. Nos tornamos homologadores.”

Comissões da Verdade
Oito estados brasileiros podem ter suas próprias comissões da verdade para investigar crimes de violação dos direitos humanos durante a ditadura militar. Propostas para a criação de grupos com esta finalidade tramitam em seis assembleias legislativas.

E o Mensalão?
Ministro Joaquim Barbosa em sessão plenária no STF/Foto: Gervásio Baptista

O julgamento mensalão será discutido numa sessão administrativa convocada pelo presidente do STF para terça-feira. Os ministros definiram dois pontos sobre o julgamento: o primeiro deles foi o tempo de sustentação oral ao qual teria direito o procurador-geral da República, Roberto Gurgel. O prazo foi fixado em cinco horas. Já foi decidido que o relator, ministro Joaquim Barbosa, leria apenas um resumo de três páginas do relatório - que tem, ao todo, 122 páginas. Pontos a serem debatidos: os dias do julgamento, pois normalmente, as sessões plenárias ocorrem nas quartas e quintas-feiras, mas poderia haver sessões diárias no julgamento do mensalão. A primeira semana seria totalmente dedicada às sustentações orais dos advogados que, ao todo, têm direito a 38 horas de defesa em plenário. Mas outra opção seria estender o horário das sessões para o período da manhã e da tarde. Há ainda preocupação com a segurança no plenário. Por isso discutirão medidas de segurança contra eventuais manifestações da plateia.

Dilma: Comissão da Verdade não é movida por revanchismo

Quatro ex-presidentes presentes e Dilma diz que a medida não visa reescrever a história
A presidente Dilma Rousseff disse ontem na solenidade no Palácio do Planalto, que a instalação da Comissão da Verdade não é motivada por "ódio", "revanchismo" ou "desejo de reescrever a história". Acompanhada dos ex-presidentes da República Lula, Fernando Henrique Cardoso, Fernando Collor e José Sarney, ela deu posse aos sete membros escolhidos para compor a comissão, que irá apurar as violações aos direitos humanos, cometidas entre 1946 e 1988, período que inclui a ditadura militar.

Na sua intervenção, a Presidente disse que ao instalar a Comissão da Verdade, “não nos move o revanchismo, o ódio ou o desejo de reescrever a história de uma forma diferente do que aconteceu. Nos move a necessidade imperiosa de conhecê-la (a verdade) em sua plenitude, sem ocultamento".

Dilma se emocionou e foi aplaudida de pé ao se referir a vítimas de violência durante o regime militar. "O Brasil merece a verdade, as novas gerações merecem a verdade e, sobretudo, merecem a verdade factual aqueles que perderam amigos e parentes e que continuam sofrendo como se eles morressem de novo e sempre a cada dia", afirmou, antes de, emocionada, interromper o discurso.

Ela fez também referência ao deputado Ulysses Guimarães, presidente da Câmara morto há 20 anos, segundo o qual "a verdade não morre por ter sido escondida".

Tempo
Com a instalação da comissão, os sete componentes terão dois anos para apresentar um relatório com a narrativa e as conclusões sobre os crimes cometidos. A Presidente ainda assinou termo pelo qual entrou em vigor, nesta quarta, a Lei de Acesso à Informação. "Fiscalização, controle e avaliação são a base de uma ação pública ética e honesta", disse, em referência à lei.

Navi Pillay, alta comissária da ONU para Direitos Humanos falando sobre a Comissão da Verdade: “é essencial apurar as mazelas do passado".

ONU também
A cerimônia no Planalto também contou com pronunciamento de Américo Incalcaterra, representante regional do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos, que leu carta da alta comissária da ONU para os Direitos Humanos, Navi Pillay, de apoio à instalação da comissão. Segundo a comissária da ONU, o compromisso do Brasil com os direitos humanos é "essencial para apurar as mazelas do passado".

Em seguida Dilma deu posse aos da Comissão da Verdade. O advogado José Carlos Dias, ministro da Justiça no governo FHC, discursou em nome dos demais conselheiros: "A instalação desta comissão significa passo relevante para a consolidação da sociedade democrática brasileira, virando página dolorosa de nossa história, em que os direitos públicos foram suprimidos quando se ousava se opor a quem detinha o poder", afirmou Dias.

AnistiaO coordenador da Comissão da Verdade, ministro Gilson Dipp, afirmou ontem, que a Comissão da Verdade não terá poder para impor a revisão a Lei da Anistia. Grupos militares temem que a comissão, que vai investigar a violação de direitos humanos ocorridos entre 1946 e 1988, venha desembocar na revisão da lei, o que possibilitaria a punição de crimes cometidos durante o regime militar.

"Nós não temos nenhum poder jurisdicional, não temos nenhum poder persecutório, e a sociedade saberá compreender que essa é uma missão acima de qualquer suspeita de que nós adentremos em terreno que a lei não nos permite", afirmou o ministro Gilson Dipp após participar da cerimônia de instalação da Comissão da Verdade, no Palácio do Planalto.

Cyro e voto secreto
O senador Cyro Miranda defendeu em Plenário, ontem, o fim do voto secreto no Congresso Nacional, sobretudo nos processos de cassação de mandato de deputado federal ou senador. Em sua avaliação, no Estado de Direito Democrático, o voto secreto somente tem sentido para o eleitor, quando este exerce o direito de escolher os seus representantes políticos, pois, caso contrário, ele estaria exposto, tornando-se violável o abrigo da urna e da vontade individual. Mas segundo Cyro um dos momentos de maior importância para o eleitor conhecer de fato o candidato eleito é quando os parlamentares são obrigados a cortar na própria carne, votando nos processos de cassação de mandato de seus pares.