segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Afogados da Ingazeira faz festa para receber Yane Marques


A cidade de Afogados da Ingazeira preparou uma grande festa para receber sua filha ilustre, a petantleta Yane Marques, na noite desta sexta-feira (28). Yane foi medalha de prata nos jogos Pan-Americanos 2011 em Guadalajara, no México. A melhor posição já conquistada por uma atleta sul-americana na modalidade. Foi a primeira visita ao município natal após a vitória. Ela fugiu dos treinos para rever amigos e matar a saudade dos familiares.

Uma multidão invadiu as ruas para saudar Yane. Ao chegar na entrada de Afogados foi recebida pelo prefeito do município Totonho Valadares (PSB) e pelo secretáriio de turismo, cultura e esportes, Wagneer Nascimento. Em seguida, uma carreata acompanhou a pentatleta em cima do carro do Corpo de Bombeiros pelas principais ruas da cidade e, logo após, foi preparado um show com artistas locais no salão de festas da AABB.

Ao falar de Afogados da Ingazeira Yane Marques se emociona e declara seu amor à terra natal. “Não poderia deixar de vim aqui após essa vitória no México, principalmente, para agradecer o apoio, as orações e a força dos meus conterrâneos. Onde for, levo o nome da minha cidade. Tenho orgulho de ser sertaneja”, disse empolgada.

Para o prefeito do município a garra do sertanejo transparece na pentatleta. “Yane Marques é o símbolo da força do povo do Sertão. Ela é o orgulho e uma referência para nós, afogadenses”, declarou Totonho Valadares.

CARREIRA - Yane Marques começou a carreira esportiva como nadadora no Clube Náutico Capibaribe, em Recife, para onde se mudou aos onze anos de idade. Descoberta sua vocação para o pentlato, na primeira competição que participou já foi campeã de uma etapa do campeonato nacional, em Porto Alegre.

Em 2006, venceu o Campeonato Sul-americano e, em 2007, conquistou a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos, ambos realizados no Rio de Janeiro. Esse último fato a tornou conhecida nacionalmente, devido ao feito alcançado ser em um esporte pouco conhecido pelo público brasileiro.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Senado aprova fim do sigilo eterno de documentos


Proposta será encaminhada para sanção da presidente Dilma Rousseff.
Com mudança, papéis serão guardados até período máximo de 50 anos.


Do G1, em Brasília

6 comentáriosO Senado aprovou nesta terça-feira (25) o projeto de lei que acaba com o sigilo eterno de documentos públicos. A proposta, foi aprovada pela Câmara dos Deputados, segue agora para sanção da presidente Dilma Rousseff. Com a lei, o prazo máximo para que as informações do governo sejam mantidas em sigilo será de 50 anos.

Enviada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2009, a proposta padroniza o acesso a informações públicas no país, obrigando governos federal, estaduais e municipais a atender demandas por dados e documentos assim que requisitados.

O texto prevê ainda a criação de uma comissão com membros do Executivo, Legislativo e Judiciário, responsável pela classificação dos documentos em três tipos: reservado (mantidos em segredo por 5 anos), secreto (15 anos) e ultrassecreto (25 anos). Hoje, o documento ultrassecreto fica guardado por 30 anos, mas esse prazo pode ser prorrogado sucessivamente. Com a nova lei, os o prazo de 25 anos poderá ser prorrogado apenas uma vez. A contagem do prazo começa a partir da produção do documento.

A divulgação dos documentos dependerá da solicitação feita pelos interessados. Os órgãos públicos terão até 20 dias para comunicar a data e o local da consulta ou o motivo da recusa do pedido. Esse prazo poderá ser prorrogado por mais dez dias mediante justificativa.

"A grande vitoria é que haverá publicação imediata, inclusive do presente, de todos os atos dos gestores públicos. Abre-se agora o acesso à história. O cidadão vai poder acessar seu assado e acompanhar online", disse o relator do projeto no Senado, Walter Pinheiro (PT-BA).

Documentos relativos a violação dos direitos humanos, inclusive aqueles produzidos durante o regime militar (1964-1988), não poderão ficar sob sigilo.

Discussão
Durante a discussão do texto, os senadores rejeitaram um substitutivo do senador e ex-presidente da República Fernando Collor (PTB-AL), que propunha a manutenção do sigilo eterno para informações relativas às áreas nuclear, aeroespacial, defesa nacional e na relação com outros países. O texto de Collor, porém, foi rejeitado por 43 votos contrários e 9 favoráveis.

Outras emendas (alterações) apresentadas pelos senadores também foram derrubadas na votação e o texto aprovado era idêntico ao da Câmara, aprovado em 2010. Apenas o voto do PTB foi contrário ao texto.

No debate, Collor argumentou que, ainda que se passem muitos anos, a divulgação de documentos ultrassecretos relativos às relações internacionais e à defesa nacional poderia prejudicar relações diplomáticas.

Collor defendeu ainda prorrogações sucessivas de documentos que coloquem em risco conhecimentos tecnológicos sensíveis, na área espacial e nuclear, trocas de correspondências entre a chancelaria e missões diplomáticas, planos militares e informações produzidas pelos serviços secretos.

Congresso Estadual de Vereadores será realizado em Garanhuns

A União dos Vereadores de Pernambuco (UVP), que investe na capacitação e formação contínua dos seus filiados, estará realizando mais uma edição do Congresso de Vereadores e Servidores de Câmaras e Prefeituras Municipais de Pernambuco, durante os próximos dias 27, 28 e 29 de outubro. A iniciativa é uma realização, e será promovida no auditório do Hotel Tavares Correia, em Garanhuns.

As inscrições começam dia 27, a partir das 15h30, quando será entregue material para os participantes. Na sexta, 28, a cerimônia de abertura contará com a presença do Presidente da UVP e vereador pelo município de Surubim, Severino Farias; o Presidente da Câmara Municipal de Garanhuns, José Carlos Rocha de Oliveira; o Prefeito de Garanhuns, Luiz Carlos de Oliveira; entre outros nomes da liderança federal e estadual. Na ocasião, será feita uma homenagem ao Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Romário Dias.

A primeira plenária, com início previsto às 10h30, terá como foco o Julgamento do Parecer Prévio do Tribunal de Contas do Estado (TCE) pelas Câmaras de Vereadores. Às 14h30, as atividades retornam com o debate em torno da importância da parceria do Ministério Público e o Poder Legislativo Municipal para a fiscalização das verbas públicas. Em seguida, o centro das discussões irá girar em torno da Inelegibilidade dos agentes políticos municipais. No último dia, a pauta irá abordar o aumento de recursos para a Saúde Pública.

Os interessados em participar devem entrar em contato pelo telefone/fax (81) 3228.6465, ou enviar email para neliauvp@yahoo.com.br ou uvp@uvp.com.br. A sede da União dos Vereadores de Pernambuco está localizada na Rua Altinho, nº 19, bairro de Madalena, no Recife (www.uvp.com.br

Encontro analisa atuação do Crea-PE em Garanhuns

O engenheiro eletricista Roberto Freire, candidato a presidência do Crea-PE (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia) reúne-se no próximo dia 03 de novembro com representantes do setor empresarial e profissional de Garanhuns. O encontro visa discutir a atuação do Conselho naquela cidade a fim de construir, junto com as mencionadas categorias, um plano de ação mais eficaz que contemplem as atuais necessidades da cidade.

Com ampla atuação no sistema Confea-Crea, desde 1987, Roberto Freire traz em sua candidatura a marca das mudanças que levarão o Conselho a inserir os profissionais, as entidades e as categorias no processo de discussão que levará Pernambuco ao patamar de progresso econômico e de justiça social tão almejado.

Nesse sentido, as aspirações da candidatura de Freire contemplam, tanto no âmbito do Recife, Região Metropolitana e interior do Estado, a valorização dos colaboradores, o resgate do patrimônio intelectual dos conselheiros e profissionais, a modernização das estruturas e processos do Sistema e também “a vontade de trazer para a instituição uma gestão ética e comprometida com a sociedade”.

Nessa perspectiva, o candidato tem entre suas metas, lutar por melhorias na situação salarial dos profissionais registrados no Conselho com atuação no serviço público, a exemplo de prefeituras, assim como, impor mais rigor na fiscalização do exercício profissional de estrangeiros no Estado.

“Em alguns países o engenheiro brasileiro, por exemplo, não pode exercer a profissão, enquanto nós somos mais benevolentes. A fiscalização da atuação profissional do estrangeiro deve começar de forma intensa, nas grandes obras em execução no Estado”, assegura Freire.

Nesse contexto, portanto, torna-se imprescindível a implantação de mecanismos como Sistemas de Gestão da Qualidade, bancos de dados estruturados e transparentes, estratégias de comunicação adequadas, que valorizem seus colaboradores e informem aos profissionais e a sociedade sobre as ações do Conselho de forma responsável, a fim de recuperar e fortalecer a imagem da entidade.

“Diante do vigoroso processo de desenvolvimento de Pernambuco, o Crea precisa ser uma instituição ainda mais sólida e reconhecida pela sociedade. Isso é possível ao resgatarmos a enorme capacidade das lideranças vinculadas ao Conselho. Pois os profissionais e os conselheiros formam um valioso patrimônio intelectual”, avalia Freire.

No âmbito das inspetorias no Estado, Roberto Freire aponta para a necessidade de reestruturá-las com responsabilidade e de modo profissional. “Precisamos urgentemente superar o amadorismo que existe no atual cenário. É necessário um diagnóstico, por um profissional qualificado, e um planejamento com a definição do aonde chegar, o que fazer e como acompanhar”, sugere o candidato.

Para ele, essa postura se faz necessária, pois implantar às pressas equipamentos eletrônicos para uso dos fiscais, por exemplo, numa estrutura arcaica, sem programas, sem procedimentos e sem rotinas é uma ação meramente eleitoreira.

Outro aspecto defendido por Freire refere-se à criação de mecanismos que insiram o Crea em discussões com impactos sociais. A instalação de uma Assessoria Parlamentar nasce desse desejo. Na gestão do engenheiro, o órgão atuará no âmbito do poder legislativo, a partir do acompanhamento de discussões dos projetos cuja execução seja realizada por especialistas das profissões registradas no Conselho, a exemplo de mobilidade urbana e mudanças de tráfego.

“Nossa motivação para esta candidatura foi impulsionada pela vontade da comunidade de nossa instituição, pelo desejo em recolocar a valorização profissional no seu devido patamar”, declara Freire.

Em Pernambuco cerca de 20 mil profissionais estão aptos a votar nas eleições que ocorrem no dia 8 de novembro. A votação em Garanhuns ocorre na Inspetoria Regional do Crea-PE situada na rua Quinze de Novembro, 79, Centro.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Simpósios sobre Produção e Utilização da Palma e Agronegócio

2º congresso Brasileiro de Palma e Outras Cactáceas

Após o sucesso do primeiro dia de realização, o 2º Congresso Brasileiro de Palma e Outras Cactáceas vivencia nesta terça-feira, dia 25, os simpósios “Produção e Utilização da Palma e outras Cactáceas” e “Agronegócio: Produtos e Processos da Palma”.

Abrindo a Programação do Simpósio sobre Produção e Utilização da Palma e outras Cactáceas, a palestra “Conhecimento anatômico das cactáceas”, ministrada pela professora da Universidade do México, Dra. Leia Akcelrad, tem início às 8 horas e 30 minutos.

Além desta, serão vivenciadas uma série de palestras: “Fisiologia das Cactáceas”, proferida pelo Dr. Everardo Sampaio, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); “Convivência com a cochonilha do carmim”, com o pesquisador do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA-PE) Djalma Cordeiro dos Santos; “Genética e melhoramento da palma”, ministrada pelo Dr. Mário de Andrade Lira, da UFRPE-IPA; “Manejo da palma forrageira”, pela Dra. Mércia Virgínia dos Santos, da UFRPE e “Exigências nutricionais e adubação da palma forrageira, realizada pelo Dr. José Carlos Batista, também da UFRPE.

Já no Simpósio de Agronegócio: Produtos e Processos da Palma, a palestra de abertura “Potencialidades das cactáceas nativas” marcará a participação do Dr. José Geraldo Medeiros, da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN-RN).

Nas palestras previstas para este Evento, serão abordadas as seguintes temáticas: “Recursos Hídricos e a palma forrageira”, ministrada por Guilherme Ferreira Costa Lima, da EMPARN-RN; “Potencial de Produção de biocombustíveis a partir da biomassa de palma”, pelo Dr. Rômulo Simões Cezar Menezes, da UFPE; “Métodos de colheita da palma: dificuldades e custo do processamento”, realizada pelo engenheiro da Fazenda Baronesa, Edson Fleix; “Métodos de multiplicação da cultura da palma”, proferida pelo pesquisador José Moacir Júnior (IPA-PE) e por último, a palestra “Potencial biotecnológico das cactáceas”, ministrada pela Dra. Keila Aparecida Moreira, da UFRPE-UAG.

A 2ª edição do Congresso de Palma e outras Cactáceas acontece até quinta-feira, dia 27 e tem como objetivo discutir as formas de produção e utilização da palma e outras cactáceas, visando o melhor aproveitamento dessa planta. O Evento está sendo realizado com apoio da Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária do Estado, por meio do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), da Associação dos Criadores de Pernambuco (ACP) e do Gabinete da Palma.


sexta-feira, 21 de outubro de 2011

SESC Petrolina movimenta a cidade

Projeto Sonora Brasil
Neste Domingo 30 de outubro o SESC PETROLINA traz a terceira edição do Projeto Sonora Brasil com a Banda de Congo Panela de Barro do Espírito Santo. Apresentação será na sala de dança do Sesc Petrolina às 20 horas.




A Banda de Congo Panela de Barro, formada por quatro cantadeiras, um percussionista e o mestre Valdemiro Sales, foi selecionada para participar do Sonora Brasil do Sesc, maior projeto de circulação musical do país. O Panela de Barro vai participar do Sonora 2011 na temática “Sagrados Mistérios – vozes do Brasil”. Esta formação da banda de congo fará 54 apresentações entre setembro e novembro de 2011 pelas regiões norte, nordeste e centro oeste do Brasil.

Desde sua fundação, em 1998, cerca de 60 grupos já participaram do projeto e, em média, três mil apresentações foram promovidas.
O objetivo do Sonora Brasil Sesc é incentivar o desenvolvimento da música no país.

Projeto Palco Giratório


Nessa segunda-feira 31 de outubro o SESC PETROLINA traz para Juazeiro o Projeto Palco Giratório com o espetáculo O Evangelho Segundo São Mateus do Grupo Delírio Cia. de Teatro. A apresentação será no Centro de Cultura João Gilberto às 20h (horário de verão

Natal espetacular vai movimentar Gravatá


"Sonho da Pastorinha Diana" é o megaevento promovido pelo Governo do Estado e Prefeitura, e que acontece de 16 a 25 de dezembro no Pátio de Eventos

Gravatá terá o maior evento natalino já realizado em Pernambuco: o espetáculo "Sonho da Pastorinha Diana", que será apresentado no pátio de eventos Chucre Mussa Zarzar nos dias 16, 17, 18, 23, 24 e 25. O evento é uma parceria do Governo do Estado, através da EMPETUR, e da Prefeitura de Gravatá, e foi concebido pelo artista italiano Valério Festi, a cabeça pensante do Studio Festi, especializado em grandes eventos artísticos como aberturas de jogos olímpicos e grandes festivais de teatro. O anúncio foi feito pelo prefeito Ozano Brito, o secretário estadual de Turismo, Alberto Feitosa, o presidente da EMPETUR, André Correia, e o secretário de Turismo de Gravatá, Ricardo Guerra, durante a Feira das Américas, realizada no Rio de Janeiro.


Com cerca de duas horas de duração, o espetáculo contará a história do Natal sob a ótica da pequena Diana, figura central do Pastoril. "Existe uma certa tradição de se associar o Natal a coisas mais europeias, e quando estávamos discutindo o formato desse espetáculo logo veio à mente a ideia de adaptá-lo a nossa realidade", comentou o prefeito Ozano Brito. De acordo com o presidente da EMPETUR, André Correia, a escolha de Gravatá para sediar o evento deveu-se a uma série de fatores. "Em primeiro lugar é um pólo extremamente familiar e que combina com os festejos natalinos. Também faz parte de uma estratégia que visa interiorizar os grandes eventos, pois esse Natal poderá ser frequentado tanto pelo público de Gravatá como pelo da Região Metropolitana do Recife e também de cidades próximas do agreste", explica o secretário de Turismo de Gravatá, Ricardo Guerra.

Reduzida a Criminalidade em Garanhuns Segundo o 9 º BPM

9° BPM CONTRIBUI PARA REDUÇÃO DOS ÍNDICES DE CRIMINALIDADE NA REGIÃO DO AGRESTE MERIDIONAL


O comando do 9° BPM, Garanhuns, comemora a redução nos índices de homicídios, furtos e roubos na região, conforme os dados foram sintetizados pela Secretaria de Defesa Social, considerando o período de 1 de janeiro a 30 de setembro.
No tocante aos furtos e roubos, em comparação ao mesmo período do ano passado, algumas cidades tiveram uma diminuição considerada, como Garanhuns com 16,1%, Águas Belas com 45,2%, Lajedo com 53,3%, Canhotinho com 35,3%, entre outras.
Levando em conta os vinte municípios que compõem a área do Batalhão, conseguimos a redução de 22,5% em relação ainda a 2010 dos furtos e roubos, no mesmo período.
Em relação aos homicídios, estamos com uma redução de 25% em toda a área do 9° BPM, neste segundo semestre, superior à meta determinada pelo Programa Pacto pela Vida do Governo do Estado, que prevê o índice de 12% para redução.
Apesar dos ótimos índices, algumas cidades que ainda continuam com os números acima da média com relação a roubos, furtos e homicídios, já estão sendo monitoradas para a diminuição desses índices e através do esforço operacional concentrado de todos os policiais militares, estão sendo intensificadas as operações policiais, inclusive com reforço de equipes especializadas como GATI e ROCAM.
Esses índices são conseguidos graças ao trabalho integrado e a diversas parcerias com Núcleo de Inteligência do Agreste, com a Polícia Civil, Ministério Público, Poder Judiciário, Sociedade Civil Organizada, etc.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

TSE promete rigidez nas proximas eleições para a Lei da Ficha Limpa


Do R7

O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministro Ricardo Lewandowski, assegurou que a Justiça Eleitoral será mais rígida nas próximas eleições em relação à Lei da Ficha Limpa. "Nós vamos atuar mais firmemente nas eleições municipais, porque no nosso entendimento a lei é constitucional e contribui para a moralização dos costumes políticos", frisou.

O ministro disse que é a favor de que a medida seja estendida para os ocupantes dos cargos de confiança no Executivo. Lewandowski considera a legislação eleitoral antiquada para combater a corrupção, mas avalia que o recadastramento de eleitores para o voto biométrico e a aplicação efetiva da Lei da Ficha Limpa contribuirão para impedir a candidatura de corruptos.

"A Legislação é um tanto quanto antiquada, precisa de consolidação e de uma atualização, mas é uma legislação satisfatória. Do ponto de vista de controle técnico, os TREs têm acordo com a Receita Federal, com o Tribunal de Contas da União para fazer cruzamento de dados e detectar caixa 2 e doações irregulares de campanha", contou.

O ministro defendeu a implantação do voto biométrico. "A expectativa é de que até 2018 todo o país vote pela biometria", afirmou. Nas eleições de 2012, 10 milhões vão votar em urnas biométricas. O número em 2010 foi de 1,1 milhão de eleitores. Segundo ele, quando o país todo fizer o cadastramento biométrico, não haverá mais nenhuma possibilidade de fraude ou equivoco na identificação do eleitor.

Lewandowski elogiou o trabalho do TRE do Piauí, que cassou 50 prefeitos e realizou 19 eleições suplementares até agora. Há ainda outras três marcadas para novembro. "A avaliação é muito boa. Tivemos um grande número de prefeitos cassados, o que revela a firmeza da Justiça Eleitoral, como também do Ministério Público e da população, atenta para as irregularidades", disse.

Gravatá sedia 8º Encontro Pernambucano de Carros Antigos








Encontro acontece de 21 a 23 de outubro no Hotel Portal de Gravatá.

Os apaixonados por carros antigos se encontram em Gravatá nos dias 21, 22 e 23 de outubro quando acontece o 8º Encontro Pernambucano de Carros Antigos realizado pelo Clube do Automóvel Antigo de Pernambuco no Hotel Portal. O evento é consolidado na cidade e referência em todo o Brasil, sendo o terceiro maior encontro de antigomobilismo, perdendo apenas para Águas de Lindóia e Minas Gerais. São mais de 200 veículos expostos e a estimativa de público é de 3 mil amantes das máquinas antigas.


Na exposição os visitantes terão a oportunidade de ver raridades inglesas, alemãs, americanas, francesas e nacionais das décadas de 30, 40, 50, 60 e70. No encerramento do evento haverá premiação para diferentes categorias. Raridade, originalidade e estado de conservação dos veículos são alguns dos itens observados durante o julgamento. Paulo Bompastor, presidente do clube, informa que os interessados em participar do encontro podem se inscrever na hora do evento. A taxa de inscrição custa R$ 80, independente da quantidade de veículos expostos.

Para Paulo Bompastor, realizar um evento desse porte em Gravatá tem um diferencial muito grande, “Pelo oitavo ano consecutivo escolhemos Gravatá para sediar o encontro. A cidade abrilhanta o evento e nos oferece uma infinidade de atrativos que fazem do encontro um dos melhores em nosso país. A rede hoteleira, a gastronomia, o clima, tudo propício para nosso evento. A exposição em Gravatá já faz parte de nosso calendário, e atrai não só os sócios da confederação, mas pessoas apaixonadas por carros antigos de todo o Brasil”, disse. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail diretoriacaape@gmail.com. O Hotel Portal de Gravatá fica na entrada da cidade, sentido Caruaru-Recife. Contato: 81 3533 0288.

domingo, 16 de outubro de 2011

Em Brasília outra manifestação e a série vai continuar e tendo como foco a Ficha Limpa

Carlos Fehlberg

Um novo protesto contra a corrupção
O Movimento Brasil Contra a Corrupção nascido nas redes sociais fez mais um protesto na manhã de ontem em Brasília. Os manifestantes percorreram a Esplanada dos Ministérios e terminaram a passeata em frente ao Congresso, onde cantaram o Hino Nacional. A Polícia Militar estima numa presença de mais de 20 mil pessoas.


Os manifestantes tiveram o apoio da OAB, CNBB e outras entidades. Os advogados pediam a manutenção dos poderes do Conselho Nacional de Justiça para investigar juízes e os manifestantes levaram uma enorme pizza para representar o engavetamento de casos de corrupção. Segundo a PM, não houve nenhum incidente durante o protesto. Estão planejadas ainda ações para os próximos meses.


Uma delas seria em frente ao Supremo Tribunal Federal pela manutenção da Lei da Ficha Limpa e também a garantia dos poderes do Conselho Nacional de Justiça. Parte do grupo carregou uma pizza gigante e outros faixas com a mensagem como "País rico é país sem corrupção". Vestidos de preto, os manifestantes acompanham um carro de som que tocava músicas como "Que país é esse", do grupo Legião Urbana, e "Apesar de você", de Chico Buarque.

OAB reitera
A OAB enviou ofício à presidenta Dilma Rousseff cobrando a indicação, com urgência, do novo ministro para compor o STF. "A ausência de um ministro contribui sobremaneira para a morosidade da Justiça, haja vista a suspensão, indefinidamente, do trâmite e do julgamento de diversos processos no mais importante Tribunal do país, diz o presidente, Ophir Cavalcante, em seu documento. E observa também que a falta de um ministro causa insegurança jurídica, uma vez que há a possibilidade de eventual empate entre os dez ministros que hoje integram o Tribunal. E cita o caso da Lei da Ficha Limpa.

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Cezar Peluso, pretende incluir na pauta de julgamentos do plenário a ação que definirá a validade da Lei da Ficha Limpa para as eleições de 2012, tão logo o 11º integrante da Corte tomar posse.


Posição da CNBB
O cardeal arcebispo de Aparecida e presidente da CNBB, dom Raymundo Damasceno Assis, afirmou que a Igreja Católica apoia as manifestações contra a corrupção pelo país e criticou a discussão sobre a reforma política no Congresso. Lembrou, ainda, que a CNBB já se manifestou contra a corrupção e pede que, "quando há denúncias elas sejam investigadas.”

Ophir Cavalcante em ofício a Dilma: "A ausência de um ministro( no STF) contribui sobremaneira para a morosidade da Justiça.”

Responsabilidade civil
A Câmara instalou a comissão especial para analisar o Projeto de Lei do Executivo, que define a responsabilidade civil de empresas que firmam contratos com órgãos públicos. O objetivo da proposta é coibir fraudes e punir as corporações que praticarem atos lesivos contra a administração pública. Segundo o relator, deputado Carlos Zarattini, a expectativa é a de que o texto seja votado no colegiado ainda neste semestre.


E informou que a comissão especial vai se reunir para definir o cronograma de audiências públicas a serem realizadas. O projeto pretende endurecer o tratamento dado às empresas envolvidas em fraudes nas contratações com o serviço público e permitir que o patrimônio das companhias seja utilizado para ressarcir os danos causados, segundo a agência Câmara. Outra mudança prevista na proposta é a definição da responsabilidade civil objetiva das empresas. Isso significa que a corporação envolvida em fraude será punida sem que haja a necessidade de comprovação da intenção de causar o dano pelo responsável na companhia. Atualmente, a Lei de Licitações já determina sanções contra empresas que fraudem contratos. No entanto, a CGU argumenta que poucas condutas podem ser punidas administrativamente, uma vez que aquelas mais graves foram tipificadas como crimes, ou seja, apenas puníveis por meio judicial.

Pacote de investimentos
A presidente Dilma Rousseff poderá lançar um pacote de programas com investimentos. Dois estariam em conclusão: o primeiro envolve 11 ministérios e uma série de iniciativas para pessoas com deficiência. E o outro visa recuperar os presídios. Com a meta de criar uma rede de proteção à infância, um terceiro programa atacaria o problema da exploração sexual de menores. Intitulado "Brasil cuida de suas crianças". O Plano Nacional contra as Drogas poderá ficar para 2012. O projeto envolveria até o enfrentamento dos "grandes atacadistas" do tráfico.

Aviso prévio
A presidente Dilma Rousseff sancionou a lei que fixa o aviso prévio de até 90 dias em caso de demissão. Diante da alteração, ele será proporcional. Um ano de emprego mantém os 30 dias, mas para cada ano adicional de serviço, o aviso prévio aumenta em três dias, até o limite de 90.

Alckmin contra antecipação do debate sobre a sucessão e Aécio não fecha portas ao PSD
Não há unanimidade entre lideranças sobre o início e o ritmo da campanha

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin discorda da antecipação do debate sobre a sucessão presidencial: "Estamos em 2012, primeiro ano do governo federal, eleição só em 2014. Antecipar o debate sucessório encurta o governo e não é bom para o país. Acho que isso deve ser discutido após as eleições municipais e mais perto da eleição nacional", disse ele. Mas observa que o PSDB tem ótimos quadros e afirmou que, quanto mais aberto o critério de escolha, melhor para o candidato.

Aécio tem posição
Após as reiteradas demonstrações do prefeito Gilberto Kassab de que seu PSD pretende se aproximar cada vez mais do PT e de Dilma Rousseff, o presidenciável tucano Aécio Neves deixou claro que o PSDB não pode fechar portas para uma eventual aliança com o partido criado pelo prefeito de São Paulo. A mesma posição foi assumida pelo ex-governador José Serra. A aproximação entre PSD e PSDB enfrenta entraves em São Paulo, onde Kassab e o governador tucano Geraldo Alckmin possuem projetos de poder distintos. Serra e Aécio, junto de Alckmin, participaram da reunião do Conselho Político do PSDB, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.

Serra avaliou como importante o diálogo com todos os partidos, "exceto com aqueles que podem ser considerados adversários". E Aécio, antes mesmo do início da reunião, defendeu a composição de uma aliança mais robusta do que a construída nas últimas eleições presidenciais, em 2010: "O que eu defendo é que o PSDB deixe, sim, as portas abertas para construir uma aliança mais ampla", afirmou. Ele observou, que, antes de qualquer diálogo, é necessário aguardar a postura que tomará o PSD em relação ao atual governo federal. "Eu acho que agora é aguardar qual será a forma de agir do partido. Vamos ver que tipo de posicionamento terá no Congresso Nacional."

A reunião do Conselho Político, que durou em torno de três horas, teve a participação de seus seis integrantes: o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra, os governadores Geraldo Alckmin e Marconi Perillo, o ex-governador José Serra e o senador Aécio Neves.

Aécio Neves: "O que eu defendo é que o PSDB deixe, sim, as portas abertas para construir uma aliança mais ampla"

PSDB e sindicalismo
O lançamento de livro com a história da Força Sindical vai ser pretexto para aproximar mais o PSDB à central sindical, segunda maior do país. Nessa linha o senador Aécio Neves e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin confirmaram presença. E o mesmo poderá ocorrer com José Serra. O PSDB tenta usar esses sindicatos para contrapor-se ao PT e CUT.

FHC de volta
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso vai abrir o programa do partido que vai ao ar esta semana. E dará ênfase a sua gestão, especialmente no combate à inflação e a estabilidade econômica. Aécio Neves abordará o "modo tucano de governar" nos Estados. José Serra e os líderes Duarte Nogueira (Câmara) e Álvaro Dias (Senado) devem ser mais ofensivos.

Consulta
O ex-presidente Lula teria sido consultado e opinou positivamente ao ingresso de Henrique Meirelles do PMDB para o PSD de Gilberto Kassab, segundo a Folha de S.Paulo. Eles teriam conversado a respeito há algumas semanas. Meirelles que foi o Presidente do Banco Central durante todo o governo Lula, filiou-se ao PSD nos últimos dias. E transferiu o título eleitoral de Goiânia para São Paulo.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Prefeita Judith Alapenha é agraciada com certificado de regularidade Previdenciária


A prefeita Judith Alapenha participou nos dias 6 e 7 de outubro, no auditório do Senai, em Recife, do 1° Encontro Nordestino dos Regimes Próprios Previdenciários, promovido pela Associação Pernambucana de Previdência Privada (APEPP).


Os municípios que optaram pelo Regime Próprio Previdenciário, estão comprometidos em assegurar aos servidores os benefícios previstos na Constituição Federal. Judith entende que é necessário trabalhar para o desenvolvimento do município e por isso está em dia com a regularidade previdenciária.

O certificado de prefeita responsável foi conferido pelo presidente da APEPP, Dácio Rossiter, numa solenidade que contou com a presenção de mais de 100 prefeitos e secretários de estado do governo Eduardo Campos.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Partido criado por Kassab continua recebendo adesões, mas o maior desafio está no Senado

Carlos Fehlberg


Presidente do PSD diz que tem planos para Meirelles e ganha mais adesões

O novo PSD tem as atenções voltadas para a próxima eleição municipal e depois de engrossar suas fileiras o desafio maior vai ser a anunciada isenção diante de oposição e governo, ao menos num primeiro momento. E este será na eleição municipal de 2012. Um desempenho favorável dará ao Partido cacife para voos mais altos dois anos após. No primeiro teste, o da organização partidária, a tarefa parece cumprida. Por isso o pleito do ano que vem desponta como seu novo desafio. E do seu resultado vai depender muito as etapas seguintes: os pleitos para a Presidência e Congresso. Mas até agora um dado foi possível identificar, muitos descontentes encontraram uma saída para seus projetos políticos. Agora é conferir.

Meirelles surpreende
O ex-presidente do Banco Central assumirá o capítulo econômico do programa do PSD. Meirelles também poderá auxiliar o Partido a estabelecer contatos no mercado financeiro, já que o PSD enfrentará as próximas eleições com poucos recursos do fundo partidário. Num primeiro momento, porém, Meirelles nega que a mudança de partido tenha como pano de fundo sua eventual candidatura. Meirelles desfiliou-se do PMDB de Goiás. E logo divulgou nota: “É importante ressaltar que não se trata de um projeto eleitoral, mas de contribuir no debate e na formulação de políticas para sustentar e incrementar o nosso desenvolvimento”, disse ele. O vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif Domingos, destacou que o ex-presidente do Banco Central ajudará a construir o programa partidário, graças à sua experiência e conhecimentos, dando “enorme contribuição na formulação das propostas e na atuação do partido em relação à economia brasileira, à política econômica e ao desenvolvimento do país”.

Números do Partido
Enquanto isso o PSD, através do secretário-geral do PSD, Saulo Queiroz, revela que 630 prefeitos e cerca de 6.000 vereadores se filiaram ao partido. Ele acredita que a tendência é que o número cresça até a semana que vem. "Recebi informações de vários diretórios, e os números não param de crescer." O PSD espera lançar 1.200 candidatos a prefeito e 10 mil a vereador em todo o país. E já trabalha com o lançamento de pré-candidaturas a prefeito nas capitais dos Estados de São Paulo, Santa Catarina, Rondônia, Goiás e Tocantins. Nas demais capitais, o apoio do partido será negociado.

E planos para Meirelles
O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab admitiu também que Henrique Meirelles "está gabaritado para ser candidato à Prefeitura de São Paulo, pois se filiou ao nosso partido, o PSD". Mas observou que a candidatura à Prefeitura "não é o objetivo de Meirelles. Ele ingressou no partido e estará à disposição para qualquer missão".

Saulo Queiroz, secretário-geral do PSD: "Recebi informações de vários diretórios, e os números não param de crescer."

Números
Até o fim da semana o PSD conseguiu filiar 54 deputados federais, tornando-se a terceira maior bancada da Câmara dos Deputados. O partido passou o PSDB, que tem 52 parlamentares, e está atrás do PT, que soma 86 deputados, e do PMDB, que tem 80. Com isso, o PSD deve engordar a base governista e facilitar as votações de projetos encaminhados pelo Palácio do Planalto.

O sucesso de filiações de deputados ao PSD, contudo, não se repetiu com os senadores. Isso porque a cúpula do partido não conseguiu convencer nenhum parlamentar, além de Kátia Abreu e Sérgio Petecão a mudar de legenda. Kátia Abreu não perdeu a esperança, já que os parlamentares ainda podem migrar para o PSD sem perder o mandato, pois a legislação eleitoral permite a troca de legenda até trinta dias depois que o novo partido foi criado.

Aécio na ofensiva
O senador Aécio Neves também está em ofensiva, mas voltado para 2014: “Se esta for a vontade do partido, eu estarei pronto para disputar com qualquer candidato do campo do PT, seja Lula ou Dilma. Serão eleições com perfis diferentes e eu não temo nenhuma das duas", disse ele sem deixar de observar que o debate das candidaturas deve ficar para "o amanhecer de 2013", pois "uma decisão correta no momento errado é uma decisão errada". Admite que a opção José Serra "terá de ser avaliada por seu capital eleitoral e experiência política" e cita também os governadores Geraldo Alckmin, Marconi Perillo e Beto Richa como presidenciáveis. Nesse cenário propõe eleições prévias para a escolha dos candidatos.

Serra em ação
José Serra criticou a posição do governo federal em relação à crise econômica internacional. Em palestra realizada na sede da Força Sindical no Centro da capital paulista, disse que o governo exagera ao relatar o impacto da crise no Brasil: “ Eu acho que o governo exagera no impacto da crise, para poder ter mais solidariedade interna”, disse Serra, que também criticou a postura do governo em relação aos problemas das outras economias. “Vai a presidente lá [na Europa] dar conselhos, mostrando que está por fora da situação da Europa. Imagina o sujeito chegar lá e dar palpite sobre a economia europeia. É muito difícil. A gente precisa saber melhor.”

Apesar das críticas, o ex-governador admitiu que a situação internacional e até mesmo brasileira é complicada em relação à crise. Serra falou a sindicalistas como parte de um ciclo de debates promovido pela Força Sindical. Em seu discurso, criticou enfaticamente o posicionamento econômico brasileiro, a desindustrialização e a alta taxa de juros. E voltou a negar que seja candidato à prefeitura de São Paulo.


PMDB propõe uma redução dos ministérios
Dez pastas poderiam ser excluídas ou integradas


O presidente do PMDB, senador Valdir Raupp, surpreendeu e defendeu ontem um corte no número de ministérios. Na sua avaliação, pelo menos dez pastas poderiam ser excluídas ou integradas. No momento são 38 ministérios e há a intenção do Palácio do Planalto de criar mais uma pasta para Micro e Pequena Empresa. Uma das fusões, segundo Raupp, poderia ocorrer entre Previdência e Trabalho: "É sempre bom enxugar um pouco os ministérios. Eu sou favorável a um enxugamento de uns 10 ministérios", sugeriu ele. Principal aliado do governo Dilma Rousseff, o PMDB tem hoje cinco ministérios: Minas e Energia, Turismo, Agricultura, Secretaria de Assuntos Estratégicos e Previdência. E desde que assumiu, Dilma trocou três ministros do PMDB, os do Turismo e Agricultura deixaram os postos depois de denúncias de irregularidades. Nelson Jobim deixou a Defesa depois declarações polêmicas.

Questionado se a presidente teria apoio político para fazer uma reforma que atingisse o número de ministérios, inclusive do PMDB, Raupp disse acreditar que essa é uma medida necessária. E faz mais observações: a saída seria reduzir o tamanho dos aliados no primeiro escalão pela metade. A base governista é composta por 14 partidos. Assim no seu entender, "quem tem quatro ministérios ficaria com dois, quem tem dois ficaria com um, quem tem um fica com zero. Eu sou a favor de um enxugamento", disse.

Novidade
O ex-governador Alberto Goldman admite uma coligação com o PSD na disputa pela Prefeitura de São Paulo em 2012. Ele disse em seu blog ser "absolutamente natural uma aliança do PSDB com o PSD" desde que a cabeça de chapa fique com o seu partido, "mais estruturado e o mais forte no Estado...”


PSD beneficiado
A sequência de adesões ao novo PSD mostra que havia descontentamento de alguns setores políticos nos seus partidos. A busca de saídas, via PSD, no entanto, chega a ser surpreendente e reveladora. O projeto do prefeito Gilberto Kassab permite reflexões às lideranças partidárias que vinham de disputas internas e imposição de decisões. A limitação do processo decisório no Partido e revezes eleitorais entre muitas questões, pode justificar a receptividade de um novo Partido que, em muito pouco tempo, já conta com uma representação política expressiva. Além de constituir fato merecedor de avaliações.

Saulo Queiroz sobre a candidatura de Henrique Meirelles: “Não vamos puxar o tapete. O Meirelles não pode sofrer o terceiro tropeço”.

Tarefa para Meirelles
O ex-presidente do Banco Central assumirá a área econômica do programa do PSD. Meirelles também deverá auxiliar a sigla a estabelecer contatos no mercado financeiro, já que o PSD enfrentará as próximas eleições com poucos recursos do fundo partidário. A filiação amplia o número de quadros do PSD à disposição do partido para concorrer à sucessão de Kassab na Prefeitura de São Paulo. Este é o terceiro partido de Meirelles. Eleito deputado federal em 2002 pelo PSDB para a Câmara, desligou-se antes de assumir, ao ser convidado pelo presidente Lula para presidir o Banco Central, onde ficou nos dois mandatos. O partido seguinte foi o PMDB, mas no qual teve pouco tempo para atuar.

Linha do PSD
A filiação do ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles ao PSD surpreendeu o PT paulista, mas não complicou as análises para o cenário eleitoral de 2012. Na interpretação petista, tanto Meirelles como o vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif, ocupariam o mesmo "campo político", com apoio do prefeito Gilberto Kassab. Mas há dúvidas sobre qual efeito isso teria na massa dos eleitores, devido a seu perfil de "banqueiro".

“Qual é a chance do Meirelles na periferia de São Paulo? Ele não conhece esse mundo. Ele conhece o mundo da administração financeira. Não conhece bem os problemas na ponta, na vida das pessoas, critica o secretário-geral do PT, Elói Pietá, que apoia a pré-candidatura do ministro da Educação, Fernando Haddad, apesar de Saulo Queiroz, secretário-geral do PSD ter garantido a candidatura. Frustrado diante de projetos políticos anteriores, Henrique Meirelles, agora teria maior segurança? Estará mais tranquilo na candidatura à Prefeitura de São Paulo, se depender do que disse Saulo Queiroz: “Não vamos puxar o tapete. O Meirelles não pode sofrer o terceiro tropeço”.

E mais um
A criação do Partido Social Democrático foi seguida pela 29ª legenda brasileira, o Partido Pátria Livre (PPL), que levou quase dois anos para coletar as mais de 520 mil assinaturas exigidas pela justiça eleitoral. Foram, no total, cerca de 1,25 milhão de assinaturas coletadas em todo o Brasil desde julho de 2009 a junho de 2011, segundo o presidente do PPL-SP e secretário nacional de organização e comunicação, Miguel Manso. Na quarta-feira passada, o TSE também abriu prazo de dez dias para que o Partido Ecológico Nacional apresente as assinaturas necessárias à comprovação do apoio nacional mínimo de eleitores para a oficialização da legenda.

Futebol & política
A mudança de partidos, com prazo já encerrado, levou muitos ex-jogadores de futebol para o PMDB do Rio. Entre eles, Túlio Maravilha, atualmente no Bonsucesso, Valdir Bigode, ex-Vasco, além da presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, e do presidente do Botafogo, Maurício Assumpção.


PSDB quer ganhar tempo e até seminário sobre cenário econômico já está definido
Tucanos reconhecem que lançaram tarde Serra em 2010 e também se voltam para o quadro econômico

O PSDB quer evitar o que considera ter sido um erro cometido nas eleições presidenciais de 2010 e oficializar agora seu candidato para a disputa de 2014 com maior antecedência, revelou o presidente do partido em Minas Gerais, o deputado federal Marcus Pestana. A proposta foi feita após entrevista do senador Aécio Neves, na qual ele diz ter disposição para enfrentar tanto a presidente Dilma Rousseff como o ex-presidente Lula. “Há um consenso no PSDB hoje que retardamos muito o lançamento da candidatura em 2010”, admitiu Pestana em Belo Horizonte.


José Serra, formalizou sua candidatura apenas seis meses antes do primeiro turno das eleições. “O que o Aécio está dizendo é que é mais efetivo trabalhar 2014 no segundo trimestre de 2013”, explica o deputado. Assim o PSDB quer evitar o que considera ter sido um erro cometido nas eleições de 2010 e oficializar seu candidato com mais antecedência, observa o presidente do partido em Minas, o deputado federal Marcus Pestana. Antes, porém, as atenções estarão voltadas para as eleições municipais e discussão de nova agenda política e econômica.

A economia em foco
Quanto ao cenário que o PSDB começa a trabalhar para a disputa de 2014, o dirigente tucano assinala que economistas têm apontado para uma mudança no quadro econômico nos primeiros meses de governo Dilma. E que um eventual estouro da inflação ou um esfriamento do crescimento econômico poderá virar o humor do eleitorado em relação à presidente. Pestana diz que na visão de muitos economistas e do PSDB, o governo petista falha ao não evitar o que consideram ser um processo de desindustrialização no Brasil, ao não lidar bem com a concorrência chinesa e ao abandonar fundamentos econômicos que tiveram êxito sob Fernando Henrique Cardoso e Lula.

O PSDB vê erros ainda na maneira como os juros caíram na última reunião do Copom. Os tucanos farão um seminário no Rio, em 7 de novembro, que reunirá a inteligência tucana, muitos ex-ministros de FHC, além dos ex-presidentes do Banco Central Armínio Fraga e Gustavo Franco e do BNDES Edmar Bacha. E o tema é a economia, com certeza.

Economia na mira
Quanto ao cenário que o PSDB começa a trabalhar para a disputa de 2014, Pestana reafirma que muitos economistas estão preocupados e que um eventual aumento da inflação ou queda do crescimento econômico poderá virar o humor do eleitorado.

Aécio quer pressa
Numa entrevista ao jornal “O Estado de S. Paulo”, na qual ele diz ter disposição para enfrentar tanto a presidente Dilma Rousseff como o ex-presidente Lula em 2014, Aécio já está se colocando oficialmente à disposição para concorrer. Antes, no entanto, diz Pestana o dirigente mineiro do PSDB, o senador tucano tem defendido junto ao partido que é preciso concentrar os esforços e as articulações para as eleições municipais do próximo ano, para a expansão do partido e na discussão de uma nova agenda política e econômica para o país. E insiste na posição de Aécio, dizendo que a mensagem que Aécio tem enviado ao partido é “confiem no meu taco, confiem no meu timing”.

Marcus Pestana, presidente do PSDB mineiro: “Há um consenso no PSDB hoje que retardamos muito o lançamento da candidatura em 2010”.

Opinião de Alckmin
Para o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin a definição do candidato do Partido para sucessão presidencial, no entanto, deve ocorrer só em 2013, após um processo de escolha interna do partido. Alckmin, que há dias elogiou Aécio, diz que o partido tem outros candidatos tão bons quanto o político mineiro, entre eles o ex-governador José Serra e os governadores de Goiás, Marconi Perillo, e do Paraná, Beto Richa. A escolha, porém, não deverá ser agora, segundo Alckmin: "Isso deve ocorrer a partir de 2013, mas acho que é muito bom para o País ter pessoas preparadas, com experiência, com espírito público e sérias para disputas de grande responsabilidade".

Sobre eleições municipais o governador paulista também comentou o lançamento da pré-candidatura do secretário estadual de Energia, José Aníbal, a prefeito de São Paulo e aproveitou para negar que seu pré-candidato favorito seja o secretário estadual do Meio Ambiente, Bruno Covas: "Acho muito bom que o José Aníbal apresente sua candidatura. Bruno Covas também já disse que seu nome está à disposição, assim como Andrea Matarazzo e Ricardo Trípoli. Bruno Covas é um excelente candidato, tem as virtudes do avô (Mário Covas), mas não declarei apoio a ninguém. Essa é uma escolha que deve ser feita no ano que vem e será coletiva", disse.

DEM veta PSD
O senador José Agripino Maia, presidente nacional do DEM, revelou que já está proibido o apoio do partido às candidaturas que tiverem o PSD como cabeça de chapa. "Isso é um assunto decidido, tem apoio de 100% do partido. A votação é mera formalidade". Para Agripino, o veto será uma "manifestação clara de inexistência de afinidade. Em toda parte, o PSD agrediu o DEM. Em Goiás, São Paulo, Santa Catarina. Não é dar o troco, é uma decisão para marcar nossas diferenças".

Relator
O senador Aloysio Nunes Ferreira será o relator do projeto que cria a Comissão da Verdade. A oficialização foi feita pelo presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, Eunício Oliveira. Ele já declarou publicamente que é favorável à investigação dos crimes contra os direitos humanos entre 1946 e 1988.

Jarbas
O senador Jarbas Vasconcelos abordou, de sua tribuna ontem, a importância do Conselho Nacional de Justiça e repudiou o "ataque" que o órgão tem sofrido. Ele atribui as recentes críticas feitas ao CNJ a membros do Poder Judiciário que resistem a aceitar um controle externo.

sábado, 8 de outubro de 2011

Debates em prol do conhecimento na XI Semana Universitária UPE


Saber e conhecimento para o futuro é o foco da XI Semana Universitária UPE, promovida pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura desta entidade de ensino, entre os dias 17 e 20 de outubro. Nesta edição, que tem como tema “UPE: 20 anos construindo o futuro”, a programação conta com ampla agenda que prestigiará os diversos núcleos que integram o Campus Recife, além de Petrolina, Salgueiro, Arcoverde, Caruaru, Garanhuns e Nazaré.

Cada unidade contará com uma programação própria que envolve palestras, seminários, atividades culturais, oficinas e encontros gratuitos, assim como alguns cursos livres e pagos com taxas simbólicas. No geral, são mais de 100 oportunidades de ampliar os conhecimentos nas áreas de interesse profissional e intelectual, entre as quais encontram-se palestras sobre “Assédio moral ouvidoria pública do estado”, “Plano Tático Financeiro”; mesas redondas como a sobre “Estresse, psicologia e trabalho/ Qualidade de vida no trabalho”; e curso como de “Projeto Corporativo: ferramenta básica do consultor de empresas".

As atividades da programação da XI Semana Universitária UPE estão relacionadas à diversas áreas como Medicina, Enfermagem, Ciências Biológicas, Odontologia, Psicologia, Fisioterapia, Educação Física, Engenharias (Mecatrônica e Mecânica, Telecomunicações, Elétrica e Eletrotécnica, da Computação e Civil), Administração de Empresas e Marketing, Formação de Professores e Sistemas de Informação. Informações no site da UPE: www.upe.br.

Sobre a UPE - A Universidade de Pernambuco (UPE) tem se destacado no cenário estadual, nacional e em alguns países da comunidade internacional, pelo seu compromisso com a qualidade e excelência na formação de profissionais em diversas áreas do conhecimento. Fundada a menos de vinte anos, formada a partir da união de vários Campi, algumas já quase centenárias e outras recém-criadas. Caracteriza-se pelo seu caráter multicampi, atendendo à sua missão social de interiorização do ensino superior e da ciência e tecnologia em Pernambuco, o que já o faz mais de 40 anos.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Festival SESC de Artes Cênicas de Garanhuns acontece de 22 a 29 de outubro

O 3º Festival SESC de Artes Cênicas de Garanhuns tem como principal objetivo dinamizar a cadeia produtiva teatral do Estado por meio do intercâmbio cultural, mas na prática alcança bem mais que isso. A cada ano são atraídos novos espectadores e admiradores dessa arte milenar.

O evento, que começa no dia 22 de outubro, se estende até o dia 29 com grandes montagens pernambucanas e a participação especial da Delírio Cia. de Teatro do Paraná com o espetáculo “O Evangelho Segundo São Mateus”. Entre os destaques da cena pernambucana, “O Amor de Clotilde por Certo Leandro Dantas”, espetáculo que participou recentemente do Festival Internacional de Artes Cênicas de Porto Alegre (RS).

Seguindo a linha plural adotada pela coordenadora, Lílian Ferreira, o festival também oferece oficinas de dramaturgia e espetáculos de dança. As novidades ficam por conta das performances de teatro e dança e as leituras em cena – quando autores de Garanhuns farão a encenação de histórias.

Ao todo serão 14 espetáculos, além das performances, leituras em cena e oficinas. A programação vai ser distribuída por quatro espaços: Teatro Luís Souto Dourado, Espaço Cultural Luís Jardim, Largo do Colunata e Parque Ruber van Der Linden. O festival compreende as modalidades: teatro adulto, para infância e juventude, de rua, performance, dança e musical. As apresentações acontecem pela manhã, tarde e noite.

Oficinas
As inscrições para as oficinas começam a ser realizadas na segunda-feira (10) e seguem até a sexta-feira (21). Os interessados devem procurar o Departamento de Cultura da Unidade do SESC de Garanhuns. As inscrições são gratuitas.

Festival SESC de Artes Cênicas Edição 2011
De 22 a 29 de outubro

Programação
Espetáculos Oficinas Performances de Teatro e Dança Exibição de Filme Leitura Minuto
Espetáculos

Sábado, 22 / 10
Teatro de Rua – Popular
Carroça do Encantado 60 min Grupo Grudage Cabo de Santo Agostinho-PE
Classificação: Livre 11h Espaço Colunata - Av. Santo Antônio

Domingo, 23 / 10
Teatro Adulto – Palco Giratório - Tragicomédia
O Evangelho Segundo São Mateus 75 min Grupo Delírio Curitiba - PR
Classificação: 12 19h Teatro Luiz Souto Dourado

Segunda, 24 / 10
Teatro Adulto – Comédia
Por um Fio 50 min Grupo Tear de Teatro Garanhuns - PE
Classificação: 12 19h Teatro Luiz Souto Dourado

Terça, 25 /10
Teatro para Infância e Juventude
Reprilhadas e Antralhofas – Um Concerto para acabar com a tristeza 50 min Cia. 2 Em Cena de Teatro, Circo e Dança Recife – PE
Classificação: Livre Sessões as 10h30 e as 15h30 Teatro Luiz Souto Dourado

Teatro Adulto – Drama
Vicência 60 min Grupo Cena Garanhuns - PE
Classificação: 12 19h Teatro Luiz Souto Dourado

Quarta, 26 / 10
Teatro para Infância e Juventude
Aruá, o Boi Encantado 50 min Grupo Vem Ver Teatro Garanhuns – PE
Classificação: Livre Sessões as 10h30 e as 15h30 Teatro Luiz Souto Dourado

Demonstração de Trabalho do Concreto ao Mangue
Aquilo que meu olhar guardou pra você 60 min Grupo Magiluth Recife / Garanhuns-PE
Classificação: 12 19h Salão de Eventos do SESC

Quinta, 27 / 10
Teatro para Infância e Juventude
De bobo, bravo e vilão, como se faz um faz de conta 50 min Grupo Diocesano de Artes Garanhuns – PE
Classificação: Livre Sessões as 10h30 e as 15h30 Teatro Luiz Souto Dourado

Teatro Adulto - Musical
As Levianas – Palhaçadas com muito humor 60 min Cia. Animé Recife - PE
Classificação: Livre 20h Teatro Luiz Souto Dourado

Sexta, 28 / 10
Teatro na Rua - Bonecos
O Sumiço da Galinha Maristela 45 min Grupo Mulungu Paulista – PE
Classificação: Livre Sessões as 10h30, na Praça da Feirinha da Boa Vista – Rua José leitão, e as 15h30, na Rua da Liberdade, próximo a Escola São Cristóvão

Teatro Adulto – Drama
Voragem 75 min Grupo Magricory do SESC Santa Rita Recife - PE
Classificação: 12 19h Teatro Luiz Souto Dourado
Sabado, 29 / 10
Teatro de Rua – Popular
Revolta no País dos Retalhos 75 min Cia Teatro de Retalhos do SESC Arcoverde-PE
Classificação: Livre 11h Espaço Cultural Luiz Jardim – Centro

Dança - Contemporânea
Eu Vim da Ilha 60 min Cia de Dança do SESC Petrolina – PE
Classificação: Livre 17h Espaço Colunata – Centro
Teatro Adulto Melodrama
O Amor de Clotilde Por certo Leandro Dantas 70 min Trupe Ensaia Aqui e Acolá Recife-PE
Classificação: Livre 20h Teatro Luiz Souto Dourado

Oficinas
22 e 23/10 Sábado e Domingo Das 14h as 17 SESC
Dramaturgia – Leituras em Cena Carga Horária: 6h
Tema: A Dramaturgia de João Falcão
Ministrante: Luiz Felipe Botelho / PE
Público Alvo: Diretores e atores
Pré-requisito: Iniciação ao Teatro
Inscrições: de 10/10 a 21/10 no SESC Garanhuns.

24 e 25/10 Segunda e Terça Das 14h as 17 SESC
Oficina do Palco Giratório Grupo Delírio Curitiba - PR
Público Alvo: Diretores e atores Carga Horária: 6h
Pré-requisito: Iniciação ao Teatro
Inscrições: de 10/10 a 21/10 no SESC Garanhuns.

26 e 27/10 Quarta e Quinta Das 14h as 17 SESC
Corpo em Movimento Carga Horária: 6h
Tema: Desconstrução e reconstrução da ação do corpo
Ministrante: Ivaldo Mendonça / PE
Público Alvo: Atores e Atrizes
Pré-requisito: Iniciação ao Teatro ou a Dança
Inscrições: de 10/10 a 21/10 no SESC Garanhuns.

Performances
De 24 a 28 de outubro, serão realizadas apresentações de performances nas Linguagens Teatro e Dança, realizadas por atores e atrizes de grupos de Garanhuns e Região. O Horário será das 12h as 13h30, no Pátio da Unidade do SESC Garanhuns. Livre para todos os públicos.

Corpoema Pernambuco
Com fragmentos da Obra “Gume”, da Escritora e Poetisa pernambucana Cida Pedrosa, A Cia Nós de Gato do SESC Garanhuns estará apresentando experimentos performáticos. A Ação acontecerá na Bodega – Espaço Cultural, Dia 28 de outubro, às 22h.

Leitura Minuto
Leituras em cena, de textos, poemas e contos, de autores garanhuenses: Carlos Janduy, Nivaldo Tenório, Mário Rodrigues, Luiz Jardim, Luzinette Laporte, Paulo Gervaes, Sthephany Metódio, Julierme Galindo, Alexandre Revoredo, Fernanda Alves, Lílian Ferreira, Clébia Sampaio. A ação será conduzida por atores e atrizes da cidade, dia 29 de outubro, das 14h às 16h, na Livraria Casa Café, situada na Avenida Rui Barbosa. Aberto ao público.

Encerramento
O evento de encerramento do Festival SESC de Artes Cênicas será realizado no Espaço Office, próximo à Praça da Fonte Luminosa ( Praça do Colégio XV), em parceria com o Projeto Quinta da Música e Sábado de Boua. A Banda convidada é a Zero82, com participação especial da cantora Fernanda Guimarães, de Maceió – AL, dia 29 de outubro, a partir das 22h. Informações no local.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Morre Steve Jobs, fundador da Apple


Steve Jobs, que criou a Apple como uma empresa de garagem com seus amigos nos anos 70 na Califórnia e a transformou na maior empresa privada do mundo, morreu hoje, informou a TV americana CNN citando fontes da empresa. Ele tinha 56 anos, lutava desde 2004 contra um câncer no pâncreas e tinha sido submetido a um transplante de fígado.

Ao lançar o Mac, primeiro computador pessoal de uso fácil para leigos, em 1984, a Apple criou um mercado ocupado pelos chamados PCs, que passaram a usar o programa operacional Windows, da Microsoft, que dominou o mercado.

Depois da saída de Jobs e da empresa quase quebrar, ele voltou e lançou novos produtos revolucionários como o iPod, o iPhone e o iPad, que criaram a era pós-PC e novos nichos de mercado onde até hoje a Apple reina absoluta.

Ontem, o lançamento de uma nova versão do iPhone 4, quando o mercado esperava um iPhone 5, foi considerada uma decepção. Mas a nova versão do iPhone 4 chega ao mercado americano pela metade do preço, mostrando a disposição da empresa de lutar para manter seus nichos de mercado, inclusive contra a concorrência de baixo custo.

O lendário Jobs se foi. Seu legado é a Apple. O desafio da empresa é manter a criatividade do gênio que a construiu.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Um novo partido de descontentes, o PSD revive situações anteriores


Carlos Fehlberg

Depois do PFL e PRN ele se prepara também para influir no cenário político

Em 1985, o PFL, dissidência do PDS governista, foi decisivo na sucessão, dando votos para a chapa Tancredo/Sarney. Na sucessão seguinte, já através de eleição direta, o PRN de Fernando Collor surpreendeu e elegeu o Presidente. Depois, em 1994, o mesmo PFL entraria na aliança liderada pelo PSDB, surgido na Constituinte como dissidência do PMDB, garantindo dois mandatos para Fernando Henrique Cardoso e oferecendo o vice, Marco Maciel. Veio, após, o PT com Lula e Dilma Rousseff.


E, agora, um novo PSD que liderado por Gilberto Kassab está recebendo adesões diariamente de setores descontentes. E busca um papel semelhante nos próximos embates eleitorais. Tendo passado pelo crivo da justiça eleitoral, apesar de muitos recursos, o Partido pode mostrar seu potencial já nas próximas eleições municipais, aproveitando, como aconteceu com outros, um clima de desencanto em redutos partidários. Dúvidas, especulações e negociações apressadas já se fazem sentir, permitindo prever reprises...

Problema tucano
Os tucanos paulistas tentam superar os efeitos da repercussão da exclusão do ex-governador José Serra e do senador Aloysio Nunes do horário político do PSDB na televisão. Ontem, o presidente estadual do partido, o deputado Pedro Tobias, isentou o governador Geraldo Alckmin e disse que nas próximas veiculações Serra será incluído. Tobias anunciou que o programa de novembro será de Serra: “Ele vai ter um programa quase inteiro para ele em novembro.”


Royalties: deu adiamento
A votação sobre o veto do ex-presidente Lula ao projeto que prevê uma distribuição dos royalties do petróleo mais igualitária entre Estados e municípios produtores e não produtores foi adiada para o dia 26 de outubro, anunciou o líder do PT no Senado, Humberto Costa. A decisão foi conhecida após reunião dos líderes do Congresso com o presidente do Senado, José Sarney e o presidente da Câmara, deputado Marco Maia. Ficou definido que os senadores deverão colocar em votação até o próximo dia 19 um projeto que defina os critérios de repartição dos royalties. E, se até lá, um texto não surgir, o Congresso vai votar no dia 26 o veto do ex-presidente Lula à chamada emenda Ibsen. Ela promove uma divisão mais igualitária dos royalties do petróleo entre os Estados, medida rejeitada pelos estados produtores.

O novo caminho: os senadores vão trabalhar em cima de um projeto do senador Wellington Dias que é relatado pelo senador Vital do Rego. Assim uma comissão formada por três senadores e três deputados federais, escolhida pelos líderes do Senado e da Câmara, começa a partir de hoje a discutir uma proposta para elaboração de um novo parecer ao projeto senador Wellington Dias. Numa tentativa de atender tanto aos estados produtores quanto aos não produtores de petróleo. O parecer será mesmo finalizado pelo senador Vital do Rêgo.

Pedro Tobias, deputado do PSDB, isentando Alckmin sobre ausência de Serra no programa de TV: “Ele vai ter um programa quase inteiro para ele em novembro.”

O que diz
O projeto de Wellington Dias prevê a seguinte distribuição de receitas para 2012: R$ 8,8 bilhões para a União; R$ 10,8 bilhões para os Estados e municípios produtores; e R$ 8,4 bilhões para Estados e municípios não produtores, totalizando R$ 28 bilhões em receitas do petróleo do mar no próximo ano. Os valores são em cima de áreas já licitadas. Mas o governo ainda prefere que os dois lados cedam.

Mabel vai para PMDB
O deputado federal Sandro Mabel acertou a sua filiação ao PMDB com o presidente do partido, senador Valdir Raupp. A filiação de Mabel será no dia 20, em Goiânia. O deputado alega que o seu atual partido, o PR, empenhou-se em "humilhá-lo" após ter lançado sua candidatura avulsa ao cargo de presidente da Câmara dos Deputados. O TSE reconheceu a existência de justa causa para que o deputado deixe o PR sem correr o risco de perder o mandato. "Estou livre e posso ir para qualquer partido", afirmou Mabel.

E o Código Florestal...
As sugestões do governo federal para o projeto de reforma do Código Florestal deverão ser apresentadas esta semana aos senadores Luiz Henrique da Silveira, relator nas comissões de Ciência e Tecnologia e Agricultura e Jorge Viana, relator na Comissão de Meio Ambiente. Também nesta semana os relatores poderão fechar um cronograma de votação da proposta, em entendimento com os presidentes das comissões, respectivamente, Eduardo Braga,. Acir Gurgacz e Rodrigo Rollemberg. O projeto precisa passar pelas três antes de ser votado em Plenário, segundo informações da agência Senado que mostra o andamento da matéria.

A expectativa é de que a análise da matéria seja concluída até o fim do ano. No entanto, como deve ser modificado pelos senadores, o texto precisará voltar à Câmara. Ainda não há previsão de data para inclusão da proposta na pauta da comissão, uma vez que Luiz Henrique deverá analisar as demandas enviadas pelo governo e as emendas dos senadores antes de elaborar seu relatório.


Ele tem afirmado em diversas ocasiões que busca elaborar um voto em conjunto com Jorge Viana, de forma a dar mais agilidade à votação do texto no Senado. Com o mesmo propósito, os presidentes das comissões têm realizado audiências conjuntas para ouvir sugestões de especialistas e autoridades. Na opinião de Eduardo Braga, os entendimentos em torno da matéria estão caminhando "em nível cordial e elevado". Também Rodrigo Rollemberg aponta avanços no diálogo entre as comissões responsáveis pelo novo código. “ Se fecharmos um acordo, podemos votar o projeto na mesma semana” disse Rollemberg.

Incentivos à preservação
Um dos pontos de consenso é a inclusão, no novo código, de incentivos econômicos e financeiros para a manutenção e recomposição de florestas. Para Eduardo Braga, esta será uma relevante contribuição do Senado para aperfeiçoar a legislação: “A mudança de percepção sobre os incentivos econômicos e financeiros deverá ser a grande resposta para a evolução do código, de forma a permitir tirar a pressão sobre as áreas de reserva legal e de preservação permanente” diz o senador pelo Amazonas.

Tanto Eduardo Braga como Rollemberg apresentaram emendas sugerindo mecanismos para pagamento por serviços ambientais e para financiar iniciativas de recomposição de áreas protegidas. Os dois senadores acreditam que a adoção dos mecanismos resultará em mais interesse pelo reflorestamento de terras desmatadas que hoje estão subutilizadas por terem baixa aptidão agrícola, especialmente em propriedades rurais familiares.

Senador critica instalação de duas comissões para a reforma política
Presidente do PMDB estranha que Câmara e Senado estudem separadamente mesmo tema

O relator no Senado da emenda constitucional sobre o fim das coligações proporcionais, senador Valdir Raupp, também presidente em exercício do PMDB nacional, estranhou e criticou ontem a criação de duas comissões, uma na Câmara e outra no Senado, para discutir a reforma política. No seu entender o Congresso cometeu um erro: “Se fosse uma comissão apenas, com certeza teríamos avançado mais. Tenho certeza de que vamos patinar muito para qualquer mudança mínima”. E ainda fez uma observação a respeito do problema: “qualquer proposta de reforma política que sair de uma das Casas terá muita dificuldade de ser aprovada na outra.” E discorda, por exemplo, de um dos pontos: a votação em lista fechada

O ato
Enquanto isso, na solenidade destinada a valorizar a reforma política na Câmara, ontem, diversas entidades manifestaram apoio em especial ao financiamento público de campanha, eixo principal do relatório do deputado Henrique Fontana. Ganharam apoio também as listas fechadas preordenadas, que fortaleceriam os partidos políticos e a paridade entre os gêneros na composição dessas listas.

Ausências
O ato público, porém, teve pouca adesão em reunião esvaziada na Câmara, com a ausência de governadores, prefeitos ou mesmo líderes dos partidos na Câmara. O ex-presidente Lula, um dos convidados, decidiu ontem mesmo não comparecer.

Estavam presentes os partidos mais à esquerda - PT, PSB, PDT, PV, PSOL e PCdoB, ao lado de entidades como Ordem dos Advogados do Brasil e CUT. O presidente da OAB, Ophir Cavalcante, pediu que o relatório de Fontana seja aprovado na comissão especial como um avanço, apesar das divergências.

Ele reconheceu, no entanto, a falta de mobilização de partidos e da própria sociedade. E o presidente do PT, Rui Falcão, disse que a proposta ainda precisava ganhar as ruas: “Temos que aprovar o relatório como condição de que a luta pela reforma eleitoral avance. Mas essa posição precisa ganhar as ruas, ganhar mais volume.”

Lula ausente
A solenidade que teria a presença de Lula ( que não se confirmou) foi marcada ainda pela ausência de governadores, prefeitos ou mesmo líderes dos partidos na Casa. Apenas os partidos mais à esquerda - PT, PSB, PDT, PCdoB, PV e PSOL - prestigiaram o encontro desde o início, ao lado de entidades como Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e CUT. O deputado Henrique Fontana, relator do projeto da reforma política na Câmara, no entanto, já teria se reunido com o presidente da República em exercício, Michel Temer. E procurou também debater com lideranças da base aliada do governo, especialmente com o PMDB, visando um texto que atenda as principais demandas dos partidos para acelerar a aprovação do projeto na Câmara.
Negrito

Dependentes
A Subcomissão Temporária de Políticas Sociais sobre Dependentes Químicos de Álcool, Crack e Outras Drogas quer discutir com a sociedade sugestões apresentadas por especialistas para o enfrentamento do avanço das drogas no país. As contribuições, reunidas em audiências públicas realizadas nos últimos seis meses, estarão disponíveis na internet, em uma página especial a ser lançada nos próximos dias. Foram reunidas 41 propostas, organizadas em três áreas: ações sociais e prevenção ao uso de drogas; segurança pública e legislação; e saúde pública e tratamento.


Para a senadora Ana Amélia Lemos, vice-presidente da subcomissão, o Brasil só vencerá a guerra contra as drogas se conseguir mobilizar a sociedade para o problema. A subcomissão, presidida pelo senador Wellington Dias, aprovou requerimento de Ana Amélia para realização de audiência pública visando discutir as conclusões da comissão externa da Câmara que analisou políticas sobre drogas adotadas em Portugal, Holanda e Itália, além da política brasileira.

Rui Falcão, presidente do PT sobre a proposta de reforma política da Câmara: “Temos que aprovar o relatório como condição para que a luta pela reforma eleitoral avance. Mas essa posição precisa ganhar as ruas, ganhar mais volume.”

Mudança de domicílio
Os políticos que pretendem concorrer às eleições municipais de 2012 em local diferente de onde estão registrados devem alterar os domicílios eleitorais até sexta-feira. A data precede em um ano o próximo pleito para prefeitos e vereadores.

Adiamento
O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Cezar Peluso, adiou outra vez o julgamento que vai definir limites do poder do Conselho Nacional de Justiça de punir e fiscalizar juízes. Razão invocada: a ausência do ministro Gilmar Mendes em viagem oficial à Alemanha. Além de Gilmar Mendes, o ministro Joaquim Barbosa está sob recomendação médica e a vaga da ministra Ellen Gracie, aposentada em agosto, não foi preenchida.

Genoino em ação
Assessor especial do Ministério da Defesa, o ex-deputado José Genoino procurou líderes do governo e da oposição no Senado para pedir que a Comissão da Verdade seja votada antes do veto dos royalties do pré-sal. Genoino disse que o governo trabalha com cenário otimista no Senado para aprovar o projeto e quer evitar possíveis discordâncias sobre o texto. Mas se ele for alterado, o projeto voltará à Câmara dos Deputados.

Votações
O presidente da Câmara, Marco Maia afirmou, depois de participar de reunião do colégio de líderes partidários, que a Casa deve votar hoje a medida provisória que institui a cobrança do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) em operações de contratos de derivativos (instrumentos financeiros que têm seus preços derivados do preço de outro bem ou ativo) vinculados à taxa de câmbio do dólar. Também irá a votação hoje a o projeto de reestruturação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Vinhuva Fest: mostra produção vinícola


São esperados 80 mil visitantes nos quatro dias do evento

Em Lagoa Grande, a 7ª edição da Feira do Vinho e da Uva do Nordeste – Vinhuva Fest 2011 inicia nesta quinta-feira (06) e segue até domingo (9), no Parque de Eventos da Uva e do Vinho, localizado no centro da cidade, onde estão sendo esperados 80 mil visitantes. A Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária apoia a festa e o secretário Ranilson Ramos vai estar presente na abertura oficial, às 18h desta quinta-feira (06). O evento promove ainda o 1º Seminário da Agroindústria Familiar no Turismo, realizado no auditório do pavilhão da feira dias 7 e 8.

A mostra promovida com investimentos da ordem de R$ 1 milhão tem como proposta divulgar, numa área de 50 mil metros quadrados, os avanços da produção vinícola, especialmente do Vale de São Francisco, além de atividades agropecuárias desenvolvidas na região com foco para caprinovinocultura. A montagem da réplica de uma mini fazenda será uma das atrações da Vinhuva Fest. O visitante da fazendinha terá a oportunidade de conhecer técnicas de convivência com o Semiárido, artefatos em couro, produtos derivados da caprinovinocultura que vão da culinária a cosméticos. Cerca de 50 animais estarão expostos na mini fazenda.

“Produtores familiares do Rio Grande do Sul vão apresentar a produtores locais experiências de sucesso desenvolvidas na agroindústria e no turismo rural”, informou o secretário Ranilson Ramos. O grupo Casa do Tomate do Rio Grande do Sul vai orientar como aproveitar a produção na fabricação de linhas de doces e compotas. Estão programadas duas palestras por dia na sexta-feira (7) e no sábado (8), no auditório montado no Parque com capacidade para receber 60 pessoas.

De acordo com o coordenador geral da Feira, Nivaldo Carvalho, o Parque de Eventos será dividido em praças temáticas com estandes, feira de artesanato, local para gastronomia, comercialização de pequenos animais, realização de cursos na área de vitivinicultura, degustação de vinhos e demonstração e venda de produtos da agroindústria familiar. Os principais shows promovidos nos quatro dias da festa terão como atrações as bandas Calcinha Preta, Léo Magalhães e Tayrone Cygano. A edição deste ano não cobrará ingresso para entrada no Parque.

História - A Vinhuva Fest foi criada em 1999 pelo ex-prefeito de Lagoa Grande e atual secretário municipal de Governo, Jorge Garziera. A proposta era atrair investimentos para a região, polo de fruticultura irrigada e maior exportadora de uva de mesa do país. São 8 milhões de litros de vinho produzidos por ano e 10 mil empregos diretos gerados.

A Vinhuva Fest 2011 é uma realização da Prefeitura de Lagoa Grande e a Assitur (Associação Integrada de Turismo na Ride Petrolina-PE/Juazeiro-BA), em parceria com o Governo do Estado através das secretarias de Agricultura e Reforma Agrária, de Turismo, por meio da Empetur, além do Ministério da Integração Nacional, Codevasf, Embrapa, Petrobrás, Sebrae e Banco do Nordeste, entre outros parceiros.

domingo, 2 de outubro de 2011

10ª FEIRA DO TAPETE e a 6ª FEIRA CULTURAL DA CACHAÇA.

Lagoa do Carro festeja

Este município de belos patrimônios e povo acolhedor estará realizando no período de 14 a 16 de outubro do corrente, na Praça Manoel Barbosa, a 10ª FEIRA DO TAPETE e a 6ª FEIRA CULTURAL DACACHAÇA.

A presença marcante dos tapetes de Lagoa do Carro atrelada aos artesanatos dos demais municípios da região e Estados, ajudará a fortalecer a 10ª Edição da Feira do Tapete e a 6ª Feira Cultural da Cachaça, transformando a mesma num marco pelo resgate da história daintrodução dessa cultura no município, já que se trata do 1º evento do gênero na região.


Na ocasião, teremos oficinas de reciclagem e tapeçaria, tendo em vista sua incomensurável importância, pois é através desse artesanato que o município hoje é conhecido nacional e internacionalmente como a Terrado Tapete. Este tipo de artesanato proporciona beleza e requinte àórgãos públicos e residências das mais diversas regiões do país e nomundo, também tem o Museu da Cachaça que convidou cachaças dos mais diversos Estados, entre eles: PB, RN, MG, RJ e CE e outros, além das famosas marcas consagradas do nosso Estado, para ratificar o ranking mundial no GUINNESS BOOK, onde o nome do Estado e do nosso município é reconhecido internacionalmente.

Neste evento haverá o concurso da escolha da Melhor Cachaça do evento, o Papudinho melhor caracterizado.
Por Lagoa do Carro possuir diversos atrativos, o projeto de Interiorização da EMPETUR Pernambuco Conhece Pernambuco contempla o município que está inserido na Rota Engenhos e Maracatus como o maior evento do gênero, o município também é considerado de interesse 2 no PANROTAS, através dos seus belos Tapetes Manuais e o Museu da Cachaça,maximizando assim a força da nossa na região.


Com sua exuberante beleza natural e cultural Lagoa do Carro também está mostrando e estruturando sua potencialidade turística para a Copa 2014 através do passeio de barco da Barragem, da Cascata do Roncador (queda d'água) e de eventos consolidados como o acima citado e a Jornada da Cultura e do Turismo obtivemos parcerias marcantes do GOVERNO DO ESTADO,PAB/MDIC, SEBRAE-PE e a Iniciativa Privada.

Sapientes da importânciasócio- econômica que a atividade turística e cultural traz para a localidade a gestão municipal em parceria com esta secretaria busca desenvolver com sustentabilidade o turismo e a cultura local, por isso estamos convidando este município para reservar seu estande, tendo em vista hoje as feiras de artesanato ser uma forma de escoar os produtos,salientamos que o tema desta edição da Feira do Tapete é “ Pernambuco da Cultura e do Artesanato Brasileiro”, por todos estes atrativos e equipamentos a Zona da Mata estará em festa e esse município é nosso convidado para divulgar e mostrar seu artesanato neste evento já consagrado na região e no Estado, aproveitamos para informar que os municípios participantes terão espaço na Unidade de Comercialização Móvel da ADDIPER.